Uma ROSA no metrô de NOVA YORK: um homem, uma Rosa, uma estória

Esta é a estória de uma Rosa no metrô de Nova York: simples e linda!

O metrô de Nova York não estava assim tão cheio àquela hora. Já era tarde da noite. Não obstante havia movimento de pessoas nas linhas que circulavam por Manhattan. Seus dois colegas estavam de pé, apesar de vários assentos estarem disponíveis. Conversavam. Ele, contudo, estava sentado.

Usava uma blusa azul marinho grossa, gasta pelo uso e pelo tempo. Touca na cabeça, calça também de uma tonalidade mais escura de azul, com alguma coisa de bege.

Lá fora estava frio e apesar de fazer muito calor no vagão do metrô ele parecia alheio a este desconforto.

As botas marrons estavam sujas.

Ele estava muito quieto. Silencioso. Ele era muito quieto. Silencioso. Quando o metrô começou a se aproximar de sua estação, ele iniciou o processo de organizar as ferramentas de trabalho, pesadas, que havia arriado no chão, próximas a seus pés. Os três homens estavam a caminho de mais uma noite de serviço árduo e penoso.

Ele não ligava. Enquanto suava, concentrado no que tinha que fazer, não precisava pensar.

Fazia tempo que ele agia feito robô! Seu olhar era vazio, perdido no infinito. Falava pouco, o estritamente necessário. Nunca sorria. A dor que carregava no peito era imensa. Sólida, densa, maciça… Pequenas micro feridas que foram se abrindo ao longo de sua curta existência, se solidificando, crescendo e fazendo parte dele.

Era jovem, muito jovem, mas seu olhar tinha mil anos.

Já refletiu raiva

Cansaço

Sofrimento

Hoje reflete o vazio.

Todos os dias ele repete a mesma rotina. Já nem a percebe mais. Ignora seu cotidiano tanto consciente quanto inconscientemente. Não sente alegria ou esperança. Não há tristeza ou decepção. Não há nada além de um árido descampado em seu íntimo.

Até que ele se deparou com Rosa.

No início ele não a notava. Já ela, o amou sem delonga, desde a primeira vez que o viu, sentado no vagão do metrô de Nova York. Cabisbaixo, olhando para o nada. Naquele fim de tarde, há muitos anos, ela pousou os olhos nele e hipnotizada, nunca mais tirou.

A cada semana no metrô, ela se aproximava um pouco mais. Foi diminuindo os espaços. Foi preenchendo os espaços.

Até que veio um olhar. Um sorriso. Sem que ele pudesse se dar conta, ela invadiu seu mundo. Se tornou seu mundo inteiro. Rosa resgatou aquela alma. Trouxe de volta vida, risos e sentimentos. Curou feridas. Cimentou o passado. A vida dele começou quando percebeu Rosa.

Juntos tiveram duas filhas.

Eles as amaram, educaram e cuidaram. Acompanharam, observaram e ampararam as duas enquanto elas cresciam e encontravam seu lugar no mundo.

Ele e Rosa envelheceram juntos. Comemoraram cada ano, cada ruga, pequenos momentos, todas as memórias.

Tiveram netos e amaram todos eles.

Ele morreu primeiro. Rosa deixou. Sabia que ele não suportaria a vida sem ela. Duas semanas depois ela foi ao seu encontro em algum lugar entre o céu e a terra.

Sim, esta é uma estória do tipo “… e viveram felizes para sempre”.

Quer viajar por outro conto e conhecer uma cidade sul africana?! Então clique no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

+ Um conto sul africano

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitterTrip Advisor

Uma Rosa no metrô de Nova York é uma estória de amor e resgate. Linda e simples entre um homem e uma Rosa nesta múltipla e intensa cidade que atende pelo nome de Nova York. #espiandopelomundo #viajantesempressa #novayork #cenasdacidade #conto #literatura #livros                 Uma Rosa no metrô de Nova York é uma estória de amor e resgate. Linda e simples entre um homem e uma Rosa nesta múltipla e intensa cidade que atende pelo nome de Nova York. #espiandopelomundo #viajantesempressa #novayork #cenasdacidade #conto #literatura #livros

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de Genebraeste conto intitulado uma Rosa no metrô de Nova York ficará guardado em seu perfil no Pinterest 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

Uma Rosa no metrô de Nova York

Se você, meu caro viajante, gostou deste conto chamado uma Rosa no metrô de Nova York, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2018-12-19T12:31:01+00:0016/12/2018|Categories: Cenas das Cidades|Tags: , |22 Comentários

22 Comments

  1. Vitor Martins 28/12/2018 em 07:32 - Responder

    Fantástico artigo!! O amor que tudo muda… e ele é tão precioso!!!

    • Analuiza Carvalho 28/12/2018 em 08:04 - Responder

      oi Vitor… obrigada! Que bom que gostou! Este é mesmo um amor intenso e eterno! 🙂 O que seria de nós sem amor?!

  2. Que texto lindo… Poético, emocionante. Adorei. Um bom espaço pra quebrar a rotina de leituras do dia a dia

    • Analuiza Carvalho 28/12/2018 em 08:56 - Responder

      oi Adriana… fico feliz que tenha gostado e se emocionado com esta Rosa no metrô de Nova York. Eu também fiquei muito encantada com esta estória! Por mais amores transformadores neste mundo! 🙂 bjokas

  3. Bob Wolf 28/12/2018 em 08:59 - Responder

    Ótimo ler uma história com final feliz, ainda mais nesta época de renovação! Parabéns e aproveito pra desejar-lhe um 2019 mais do que incrível e cheio de novas realizações!

    • Analuiza Carvalho 28/12/2018 em 09:08 - Responder

      oi Bob… uma história com final feliz assim não nos enche de esperanças?! Que venha 2019 repleto de muito amor, amor assim como o de Rosa no metrô de Nova York, que transforma vidas e aquece corações! 🙂

  4. Mariana Antunes 28/12/2018 em 10:02 - Responder

    Um amor que começou em um metrô de Nova York, tudo pode acontecer nessa cidade. Adoro NY é um lugar vibrante e com vários atrativos para todo tipo de turista.

    • Analuiza Carvalho 28/12/2018 em 10:23 - Responder

      Uma cidade infinita de muitas possibilidades, até mesmo a de encontrar uma Rosa no metrô de Nova York e viver um amor infinito… 🙂

  5. Susana - Viaje Comigo 28/12/2018 em 10:37 - Responder

    Ohh que linda história! E de como é possível o amor quebrar todos os muros que impomos a nós próprios. É só abrir o coração e deixar entrar bons sentimentos. O amor é lindoooo! Bonita história! 😀

    • Analuiza Carvalho 28/12/2018 em 10:40 - Responder

      oi Susana… que bom que gostou dessa Rosa no metrô de Nova York! Que o amor siga transformando mais almas, mais corações… De fato, o amor é lindooooo! rsrsrs bjs

  6. Rui Barbosa Batista 28/12/2018 em 12:24 - Responder

    Que belíssima história, Analuiza. São estas as histórias que nos fazem viajar verdadeiramente 🙂 Amei mesmo! Quando andar de metro, estarei atento a esses olhares vazios e às Rosas que perfumam o coração de muitos…
    Feliz 2019!!

    • Analuiza Carvalho 29/12/2018 em 10:00 - Responder

      Rui… uma mensagem destas vinda de um contador de histórias cheio de talento e humanidade só pode me deixar toda proza neste fim de ano. Um presente de ano novo que não tem preço! Obrigada e feliz 2019 para você!

  7. Ruthia 30/12/2018 em 04:01 - Responder

    A tua estória transportou-me para uma música dos “Oreja de van Gogh”, em homenagem às vítimas do 11 de março em Madrid. Conta uma estória de amor no metro (ou será no comboio) que, infelizmente, não consegue este final feliz.
    Também gosto de imaginar as histórias das pessoas com quem me cruzo nas viagens!
    Beijinho, feliz ano novo

    • Analuiza Carvalho 05/01/2019 em 10:28 - Responder

      Um exercício delicioso este de viajar através das pessoas, não?! Este rico e vasto mundo me fascina! Fico taaaao feliz por saber que Rosa te trouxe memórias e lembranças, ainda que mais tristes que o final que ela teve. Por um mundo com mais amor e menos atentados de ódio.

  8. Michela Borges Nunes 02/01/2019 em 20:06 - Responder

    Como é gostoso ler algo que fala de amor. Ler algo que fala de amor eterno, de final feliz, melhor ainda. Adorei! Um amor de metrô.

    • Analuiza Carvalho 02/01/2019 em 20:18 - Responder

      oi Michela… feliz que você gostou de conhecer esta Rosa no metrô de Nova York!! Um amor destes comove a gente né?! bjokas

  9. Itamar 04/01/2019 em 20:12 - Responder

    Que beleza de história. Todo mundo precisa de uma Rosa pra sair da Rotina e viver melhor! Parabéns pelo conto!

    • Analuiza Carvalho 05/01/2019 em 10:24 - Responder

      Num é verdade?! Por mais de uma Rosa no metrô de Nova York e pelo mundo! Obrigada! Feliz que tenha lido e curtido este conto! 🙂

  10. Angela C S Anna 08/01/2019 em 09:48 - Responder

    que bonita essa história, imagina por quantas pessoas já passamos no metro e que podem sim ter uma história semelhante!

  11. Eloah Cristina 19/02/2019 em 15:40 - Responder

    Linda história. Um metro de dar inveja. Né? Pelo menos comparado ao de SP …. rs

    • Analuiza Carvalho 21/02/2019 em 10:28 - Responder

      oi Eloah… como visitante, eu gosto dos dois sistemas de transporte público: NYC e Sampa. Inclusive São Paulo tem alguns carros bem novos. Sobre o de NYC, ele é um pouco confuso até descobrirmos seus segredinhos, mas além disso, o que talvez seja o mais legal e una os dois metrôs seja a quantidade de histórias vividas pelas pessoas que os utilizam! 🙂 A de Rosa é apenas uma delas. 🙂

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.