Um JESUÍTA para encerrar mais uma NOITE portuguesa

Depois de um lauto e delicioso almoço na cidade de Matosinhos, vizinha do Porto, e um encontro com o Terreiro da Sé, onde assistimos ao tímido, mas bonito por do sol portuense, nada mais cabia em minha barriga. Então, jantamos apenas um jesuíta.

Quer um palpite, desses que são muito bons?!

+ Almoce em Matosinhos!! 

A origem do jesuíta: um doce português que veio da Espanha

O jesuíta é um doce português de massa folhada com acentuado sabor de canela, mas que comporta variações em sua receita.

Ninguém sabe ao certo sua origem, apenas que chegou a Portugal pelas mãos de um pasteleiro espanhol que foi trabalhar na tradicional Confeitaria Moura na cidade de Santo Tirso, norte do país.

A Confeitaria Moura foi fundada em 1892 e está em funcionamento até hoje.

Origem do nome

O nome causa discussões, mas há quem defenda que este tradicional doce chama-se jesuíta por conta de seu formato que seria uma imitação dos trajes dos monges. Eu não sei se é verdade ou não, mas que eu acho muito fofa esta explicação, eu acho!

Dizem que foi o tal confeiteiro espanhol, o que apresentou o jesuíta aos portugueses, quem o nomeou assim, por ter trabalhado em uma comunidade de padres jesuítas.

Há ainda aqueles que afirmam que o nome se deve ao fato dele ser um doce conventual.

O lugar

Um jesuíta

Cremosi instalado em um bonito edifício portuense

Saindo do Terreiro da Sé eu comecei a buscar um lugar para comer um doce. O Cremosi, na Rua de Mouzinho da Silveira 342, estava todo iluminado e havia bastante movimento. Além disso, o prédio em que ele habita me atraiu: um belo exemplar do casario portuense e bem conservado.

Um jesuíta

Cremosi bem movimentado domingo à noite

O interior do Cremosi

Entramos. O Cremosi é na verdade uma sorveteria. O interior é bem iluminado e com decoração moderna em contraste com a fachada antiga. Gosto destas disparidades.

Nem olhei para os sorvetes. Perguntei ao atendente se ele tinha algum doce tradicional português e ele me apresentou o jesuíta.

Enquanto pegava o doce e me cobrava, ele viu a medalha da Maratona do Porto, que havia acontecido naquela manhã, e que Léo ainda carregava pendurada no pescoço. Perguntou como tinha sido e ficaram trocando uma ideia por longos minutos.

Um jesuíta

Um jesuíta

O jesuíta

Sentamos para descobrir mais este sabor da doçaria portuguesa. Esse doce, que tem mais de 100 anos, é bom, especialmente pelo gosto de canela que muito me agrada, mas o jesuíta esteve longe de ser o doce mais gostoso que comi em Portugal.

Eu não sou uma entendida em trajes de monges, mas o formato do jesuíta que eu comi não me lembrou de qualquer roupa desse tipo que eu já tenha visto.

Conheça mais da divina doçaria portuguesa

+ Doces portugueses

Hora de Partir

Um jesuíta

Hora de partir

Com o jesuíta encerramos mais uma noite em Portugal e a última no Porto, naquela primeira parte da viagem. Tomamos um metrô para o hotel. Na manhã seguinte, muito cedo, antes mesmo de o dia nascer, nós pegamos o comboio para Sintra.

Veja como usar o metrô do Porto:

+Metrô do Porto

Gostou desse texto?! Salve-o em seu Pinterest!

Jesuíta: um doce português com massa folhada.

By |2018-03-07T01:06:34+00:0018/07/2017|Categories: Porto|Tags: , |2 Comentários

2 Comments

  1. Klecia 19/07/2017 em 09:00 - Responder

    Ana, que lugar fofo! Adorei o casarão antigo contrastando com a modernidade – e amei muito a última foto em que você aparece, com uns tons meio avermelhados que enalteceram Ainda mais a beleza da doçaria!
    Eu já quero provar o jesuíta! Tem canela, já ganhou pontos comigo! Também não achei parecido com traje de monge algum, mas sou terrível com essas comparações e posso muito bem ter deixado passar à semelhança sem Perceber. Adorei o Porto!
    Me leve agora pra Sintra!

    • Analuiza Carvalho 19/07/2017 em 11:35 - Responder

      rsrsrsrsrsrrsrs Só o fato de ter canela, já me ganha também! Eu também não percebi nenhuma semelhança, mas vai saber né?! Vamos nessa que ainda temos muitos quilômetros para percorrer neste belo Portugal! 🙂 bjuusus

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.