A TRANSIBERIANA: de MOSCOU até São PETERSBURGO – compra de BILHETES

Na noite de nosso terceiro dia na Rússia, deixamos Moscou em direção à cidade de São Petersburgo. Nossa opção foi pegar o famoso trem transiberiano que atravessaria a noite russa no balanço dos trilhos pela ferrovia transiberiana.

A transiberiana é uma linha de trem transcontinental construída há mais de 120 anos. O czar Alexandre III, o penúltimo imperador russo (1845-1894), autorizou a construção da ferrovia, mas os altos custos e a inviabilidade das obras em alguns trechos, segundo os engenheiros, foi adiando a construção.

Até que o governo chinês resolveu construir sua própria ferrovia chegando até o extremo oriente russo. A Rússia tinha muito receio da expansão chinesa. Sem uma ferrovia que chegasse até Vladivostok, porção asiática russa, na fronteira com a China, poderia causar seu isolamento, facilitando a expansão chinesa.

Assim, deu-se o início a construção do Grande Caminho Siberiano – que hoje conhecemos como ferrovia transiberiana-  em fins do século XIX concluída apenas 1 ano antes de Revolução Comunista, quando então o filho de Alexandre, Nicolas II (1894 – 1917), último czar russo, governava o império.

O trecho Moscou – São Petersburgo de 650 quilômetros foi concluído em 1851 e foi por este que nós viajamos naquela noite. O comprimento total da transiberiana é de 9.298 quilômetros.

Eu nunca tinha passado a noite em um trem e estava ansiosa por esta experiência.

Trens Mocou – São Petersburgo

Há dois tipos de trem que fazem o percurso Moscou – São Petersburgo. O Sapsan, mais rápido que faz a viagem em mais ou menos 4 horas e o convencional que dura cerca de 8 horas.

Nós escolhemos o convencional, pois queríamos viajar à noite de trem.

O nosso objetivo era a experiência e nenhum tipo de economia, pois o custo dos bilhetes foi maior que a diária do hotel que nos hospedamos tanto em Moscou quanto em Petersburgo.

Compra de bilhetes para viajar pela Transiberiana

Compramos os bilhetes pela internet, ainda no Brasil, pelo site Visit Russia, que nos deu o melhor preço (pesquisamos também Real Russia e Russia Trains), saindo às 23:40 de Moscou e chegando no dia seguinte em São Petersburgo às 08:35, em cabine dupla standard de primeira classe.

O site é muito simples de ser utilizado. Tem a opção em inglês. No ato da compra tenha em mãos passaporte e um cartão de crédito internacional que você vai levar na viagem.

Cada bilhete custou 125 euros.

A compra só pode ser feita com no máximo 45 dias de antecedência.

Importante saber que todo o sistema de trens da Rússia, que tem 09 fusos horários, segue a hora de Moscou.

Escolhendo o trem

Demoramos muitas horas para decidir por este trem e horário. Há muitas opções e o custo varia dependendo das escolhas.

Há cabines para 4 ou 2 pessoas, primeira e segunda classe.

Utilizamos alguns critérios em nossa decisão: não queríamos chegar em Petersburgo à noite (em geral não gosto de chegar à noite em cidades desconhecidas, especialmente quando há relatos de violência/assédio/corrupção). Além disso, não achamos conveniente dividir a cabine com outras pessoas. A Rússia era um território muito estranho para nós e tivemos receio.

Após a compra, imprimimos os comprovantes com o código de barras bem visível.

Na hora do embarque precisamos apresentá-los junto com o passaporte, cerca de meia hora antes da partida, ao ferromoço que estava na entrada de nosso vagão (nos bilhetes há a indicação de qual vagão compramos) e depois fomos encaminhados à nossa cabine.

Na estação ferroviária Leningradsky

Transiberiana

A estação de trem de Moscou Leningradsky

Nos painéis disponíveis na estação de trem há letreiros com as informações referentes às chegadas e partidas. Basta olhar pelo número do trem que compramos (escrito no bilhete impresso) e pelo nome da cidade. Lembrando que os nomes das cidades provavelmente estarão em cirílico, mas é fácil identificar.

O nosso trem foi o 54, carro 9, cabine 2.

Para chegarmos até a estação de trem, tomamos o metrô (estávamos na estação Paveletskaya) até a Komsomolskaya, onde apenas atravessamos uma área interna para outro prédio onde estava a estação férrea Leningradsky, de onde saía o nosso trem.

Qualquer dúvida basta mostrar o bilhete a um funcionário na estação que ele te indicará o caminho.

Transiberiana

A estação de metrô Paveletskaya em Moscou

Transiberiana

Na estação de metrô Paveletskaya em Moscou a caminho da estação ferroviária Leningradsky com o russo posando para minha foto

Transiberiana

A estação de metrô Komsomolskaya em Moscou

Jantando na Estação de Trem Leningradsky

Nós jantamos na estação de trem, enquanto esperávamos o embarque. Esta foi mais uma das muitas aventuras gastronômicas que tivemos na Rússia.

Como todo o cardápio estava em cirílico (alfabeto russo) ficamos uns 10 minutos observando as pessoas para descobrir o funcionamento do local.

Era estilo buffet que você escolhia o que queria, o funcionário colocava no prato e você pagava pela quantidade e tipo de comida escolhidos.

Resolvemos pelo único caminho possível: apontar para a comida que estava exposta nas vitrines. Funcionou.

Transiberiana

Cardápio em cirílico no restaurante da Estação de Trem

Após o jantar embarcamos rumo a São Petersburgo.

Pelo site Visit Russia nós compramos ainda o trecho Omsk – Tomsk na Sibéria, cidades que visitamos após passarmos uns dias em Petersburgo.

O procedimento de compra foi o mesmo, mas os trens são completamente diferentes, assim como as experiências vividas.

Transiberiana

Quando deixamos Moscou naquela noite, ela estava linda, toda iluminada. A temperatura estava fria naquele verão e enquanto caminhávamos do hotel até a estação Paveletskaya fomos apreciando a beleza e imponência moscovita. Depois de passearmos por Petersburgo, Omsk e Tomsk voltamos para mais alguns dias na capital russa.

Venha espiar este mundão lindo comigo: siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

Saiba como comprar bilhetes para viajar pela famosa rede ferroviária transiberiana no trecho #Moscou – São #Petersburgo na #Rússia. #trem #viajantesempressa #espiandopelomundo #Europa #viajandodetrem

Clicando na imagem ao lado a transiberiana: como comprar bilhetes e outras coisinhas mais ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

 

A transiberiana

Se você, meu caro viajante, gostou de a transiberiana: como comprar bilhetes e outras coisinhas mais, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2018-03-07T00:57:53+00:0004/08/2015|Categories: Europa, Rússia, São Petersburgo|Tags: , |0 Comentários

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.