O FASCINANTE South AFRICAN National Gallery na Cidade do CABO

Eu estava muito curiosa para conhecer, descobrir, explorar a arte africana. Não tinha muita ideia do que era produzido no continente. Isto posto, fomos naquela manhã do outono sul africano, visitar o South African National Gallery na Cidade do Cabo.

O museu, que funciona numa extraordinária casa de 1930, inserida num contexto de muita beleza, envolto em montanhas e jardins, está localizado na Goverment Avenue, uma deliciosa alameda, a mais antiga da Cidade do Cabo e da África do Sul.

Era um lindo dia chuvoso aquele em que visitamos o South African National Gallery. Um mundo novo se abriu para mim, então!

Um casarão antigo: montanhas e jardins

South African National Gallery na Cidade do Cabo

Um belo casarão da década de 1930 envolto em montanhas e jardins

Logo na entrada do museu encontramos uma estátua de Jan Smuts (1870 – 1950) personagem da história sul africana: advogado e soldado, foi primeiro ministro do país em duas ocasiões.

Avançamos sem pressa alguma sorvendo lentamente todos aqueles bonitos elementos que em conjunto formavam um panorama interessante e atraente. Eu gostei de imediato desta paisagem, que me colocou dentro do original e inusitado. Do lúdico e agradável.

Assim como fiquei maravilhada com o cenário, encontrei-me surpresa e muito deliciada com o acervo do South African National Gallery: diverso, variado, contemplando artistas de distintos países africanos, de muitos tempos e temáticas. Verdadeiros tesouros habitam aquele magnífico local.

O museu abriga ainda arte europeia: inglesa, francesa, holandesa e flamenga.

Exposições temporárias e permanentes que envolvem as mais diferentes formas de expressão, antigas e mais recentes: pinturas, esculturas, cartoons, trabalhos em tecidos e fotografias. Foi uma viagem maravilhosa!

O que eu encontrei pelas salas do South African National Gallery

South African National Gallery na Cidade do Cabo

Uma das salas do South African National Gallery na Cidade do Cabo

Cartoons de protesto

Uma das exposições mais impactantes para mim, que mexeu fortemente com minha alma, impregnando-a de dor e desesperança foi a dos cartuns que me mostrou a África do Sul do Apartheid. Tenho sérias dificuldades de entender uma sociedade que aceita, compartilha e sistematiza o racismo ou qualquer outra forma de preconceito.

Fiz uma viagem intensa e demorada pelas diversas charges com sátiras políticas falando da África do Sul e do mundo, de seu lado feio, horroroso. Foi forte, foi sensacional. Foi duro e foi irônico. Foi um mundo inteiro de novos saberes adquiridos a respeito da trajetória sul africana.

A mídia sul africana nunca foi livre durante as regras minoritárias do Partido Nacional. Controles muito rígidos eram mantidos através de leis inventivas frequentemente indefensáveis nos tribunais.”.

Naturalmente os jornais e mídias da África do Sul eram atingidas diretamente por estas leis, através da censura que podia fechar jornais que o governo segregador considerasse propaganda subversiva. Ainda assim, homens de valor e coragem como Desmond Tutu, arcebispo de Cape Town e vencedor do Nobel da Paz, não desistiram e resistiram.

O cartunista sul africano – cujas charges eu vi aqui no National Gallery da Cidade do Cabo – Derek Bauer fez muitas charges polêmicas de protesto e denúncia que acarretou em consequências como o fechamento do The Weekly Mail, que as publicava.

Arte africana de luta e sobrevivência

Por intermédio da arte africana eu percebi uma conexão com o mundo através da abstração. Muitas delas estão envoltas em sofrimento e espírito de luta, de sobrevivência. Por meio de trabalhos tão lindos, coloridos e cheios de expressão e sentimentos, eu entrei em contato com um universo que eu absolutamente conhecia. Foi uma viagem profunda!

South African National Gallery na Cidade do Cabo

A forte e sentimental arte africana em suas variadas formas e tempos

A arte africana me colocou cara a cara com minha ignorância. Gostei disso, gostei desta salapecada que tomei e de tudo de novo que eu vi e aprendi percorrendo em silêncio e solitária as diversas salas do South African National Gallery.

Arte de mulheres ignoradas pelo sistema consideradas inócuas permitiram que elas seguissem com seus rituais possibilitando a criação de uma arte única cheia de força e identidade. Estavam expostos muitos trabalhos de antigos povos habitantes do continente, como eles se comunicavam e criavam.

Voltaria mil vezes ao National Gallery se vivesse na Cidade do Cabo.

Assim que entramos no South African National Gallery, uma senhora, voluntária do museu, nos abordou e disse que queria nos mostrar uns tesouros. Não tive a menor dúvida em aceitar ser guiada por ela por este maravilhoso novo mundo. Com entusiasmo ela realmente nos levou para ver e entender algumas joias da arte africana, antes de nos deixar a sós para apreciarmos em nosso tempo, permitindo assim que aquilo tudo se prendesse em nossa alma.

Além de muito bonitas e de interessantes técnicas, as obras que vi naquelas inúmeras salas representam em essência dor e orgulho. Força e esperança. Emocionante!!!

Informações adicionais

Horário de Funcionamento: diariamente das 09h00 às 17h00

Bilhetes: Adultos R30 // 6-18 anos R15 // SA Estudantes e pensionistas R15

Bilhete Família (2 adultos e 2 crianças) R75 // Menores de 5 anos entram de graça.

Quer conhecer outro lugar incrível na Cidade do Cabo?! Então clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

+ Como ir do aeroporto para o centro da Cidade do Cabo

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitter e Google+

O South African National Gallery na Cidade do Cabo, África do Sul guarda os mais variados tesouros feitos por artistas africanos que envolvem histórias e sentimentos. Um acervo lindo numa casa incrível! #cidadedocabo #africadosul #southafricannationalgallery #museu #africa #espiandopelomundo #viajantesempressa              O South African National Gallery na Cidade do Cabo, África do Sul guarda os mais variados tesouros feitos por artistas africanos que envolvem histórias e sentimentos. Um acervo lindo numa casa incrível! #cidadedocabo #africadosul #southafricannationalgallery #museu #africa #espiandopelomundo #viajantesempressa

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de Genebrao South African National Gallery na Cidade do Cabo, África do Sul  ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

South African National Gallery na Cidade do Cabo, África do Sul

Se você, meu caro viajante, gostou de passear comigo pelo South African National Gallery na Cidade do Cabo, África do Sul, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

By |2018-07-23T15:58:05+00:0023/07/2018|Categories: África, África do Sul, Cidade do Cabo|Tags: |10 Comentários

10 Comments

  1. Juliana Moreti 26/07/2018 em 17:37 - Responder

    Bacana, Ana
    Nao conheço nada da arte e cultura africana e achei o South African National Gallery bem interessante e achei bem interessante inserir no museu os quadrinhos políticos!

    • Analuiza Carvalho 26/07/2018 em 18:34 - Responder

      oi Ju… eu também não conhecia nada e mesmo depois de visitar o National Gallery não posso afirmar que conheça. Foi apenas um primeiro contato, mas me agradou bastante, porque o que vi está ligado à trajetória do continente. Sobre os cartoons, são símbolo da resistência ao absurdo apartheid e nos mostra de forma muitas vezes irônica a crueldade deste sistema. bjkas

  2. Nana 27/07/2018 em 11:10 - Responder

    Já fui 2x a cidade do cabo e não conheci o Museu! deve ser incrivel!! vou programar de ir na proxima viagem

    • Analuiza Carvalho 27/07/2018 em 13:20 - Responder

      Programe-se Nana; para quem gosta de arte e tem interesse por conhecer mais da África do Sul e da África deve mesmo visitar o South African National Gallery. bjs

  3. Paula 29/07/2018 em 01:19 - Responder

    Ana

    Eu tive a oportunidade de conhecer um pouco da arte africana, mas é tão pouco comparado ao resto que conhecemos, uma pena!

    • Analuiza Carvalho 29/07/2018 em 16:17 - Responder

      Eu conhecia arte de influência africana, mas trabalhos genuínos, políticos e artísticos de tantas era distintas só tinha visto uma vez no museu do BB em BH. Uma exposição linda e contemporânea, forte e variada. Achei marcante (tanto em Minas quanto na África do Sul) e concordo com você Paula, tão pouco comparado ao resto que conhecemos. Quero buscar mais e mais sempre que tiver oportunidade. bjs

  4. angela sant anna 29/07/2018 em 10:01 - Responder

    vi um pouco da arte africana no british museum e me surpreendi pois nunca tinha visto, deve ser realmente um mundo a parte!

  5. Paula Abud 01/08/2018 em 23:52 - Responder

    Que incrível, Ana! Ainda não tive oportunidade de conhecer a arte africana, mas imagino que deva ser muito legal de se conhecer, tenho bastante curiosidade. Abraços.

    • Analuiza Carvalho 02/08/2018 em 10:23 - Responder

      oi Paula… eu gosto de arte, gosto de saber o que as mentes criativas do mundo estão fazendo e gostei muito do que vi e conheci da arte africana. Quero ver e saber mais. 🙂 bjus

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.