ROTEIRO a PÉ por Lower Manhattan em NOVA YORK

Vamos caminhar por Nova York?! Proponho um roteiro a pé por Lower Manhattan, sentindo a pulsação desta cidade, observando suas camadas presentes e passadas, ouvindo os sussurros de quem pisou neste solo anos, décadas, séculos antes de nós.

Sugiro um roteiro a pé de mais ou menos 3,5 quilômetros, entre 40 e 50 minutos de caminhada sem pressa, afinal esta cidade pede calma para ser observada, absorvida, percebida.

Lower Manhattan

Foi aqui, na parte baixa de Nova York que a cidade nasceu, muitos séculos atrás, quando os holandeses montaram um assentamento nesta área, se estabelecendo nestas terras. Holandeses e judeus portugueses fugidos do nordeste do Brasil foram os primeiros habitantes, ou imigrantes, de Nova York. Aqui, portanto, será também o ponto de partida para começarmos nossa exploração por esta sedutora cidade.

Lower Manhattan em passos

Distância: 3,5 quilômetros

Tempo: 50 minutos, sem paradas

Início: Museu Nacional do Índio Americano

Término: Estação The Oculus

Iniciamos o nosso roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York pelo Museu Nacional do Índio Americano. Foi nesta região que os holandeses chegaram lá pelo século XVII dando início à Nova York que conhecemos hoje. Então nesta época a cidade foi batizada de Nova Amsterdam.

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

Museu Nacional do Índio Americano

O edifício onde funciona hoje o Museu do Índio Americano foi construído em 1907 para funcionar a Alfândega. Alguns anos depois, passou a abrigar o museu. Observe um instante a mistura de sobriedade e imponência discreta dele. Pare em frente a sua fachada. Notou que quatro imagens femininas ornam a entrada principal?!

Elas representam a Ásia, a Europa, a África e a América. São bonitas e interessantes não, caro viajante?! Elas simbolizam o pensamento vigente à época, assim que a Ásia representa as tradições, a Europa o passado embolorado, a África significa selvageria e por fim a América, pujante.

O acesso ao museu é gratuito e o acervo muito interessante conta a história dos povos nativos do solo americano. Horários de funcionamento: sexta a quarta das 10:00 às 17:00; quinta até às 20:00.

Quando estiver satisfeito de observar a bela fachada do Museu Nacional do Índio Americano vire-se completamente e encontre um pequeno parque que mais se parece com uma praça. Você está diante do Bowling Green, o parque público mais antigo da cidade de Nova York.

Acredite caro viajante: ele tem muita história para contar!

O Bowling Green Park

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

O Bowling Green Park

Entre e pare no centro do Bowling Green. Não temos pressa, certo?! Sente-se num dos bancos do parque e pense no tanto de coisa que já aconteceu neste pequeno pedaço de terra.

Já foi mercado de gado e grãos (século XVII). Neste solo, os holandeses compraram Nova York dos índios no mesmo século. Foi o local escolhido para perfurar o primeiro poço de água que abastecia a população que crescia rapidamente. A coroa britânica escolheu este lugar para mostrar simbolicamente sua força através da estátua de George III, época então das cercas que encontramos ainda hoje no Bowling Green (século XVIII).

Com a independência americana os revolucionários correram para o parque e decapitaram o rei. Virou então pista de boliche na grama e daí vem o nome. Passou por abandono e reparos mantendo sua aparência do século XVIII. O Bowling Green é tão encantador, cercado de modernos edifícios que rende lindas fotos.

Gostou?! Ficou satisfeito? Vamos então voltar ao presente e continuar nosso roteiro a pé por Lower Manhattan?!

O Touro de Wall Street e a menina destemida

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

A Menina destemida e o Touro de Wall Street

Atravesse o Bowling Green e saia do lado oposto ao que você entrou. Em poucos passos você estará diante do Changing Bull, o famoso Touro de Wall Street. Com sua cara furiosa e a espetacular sensação de movimento, ele é obra do italiano Arturo di Modica, esculpido em 1989.

O Touro de Wall Street nem sempre morou ai, onde ele está agora. No silêncio da noite preta ele foi deixado clandestinamente em frente à bolsa de valores de Wall Street, daí naturalmente veio seu nome. A prefeitura mandou tirar, o povo caiu de amores pelo touro feroz e ele acabou ganhando seu lugar atual.

Informo aos desavisados: o Touro de Wall Street é disputadíssimo, resultado das lendas que o envolvem. Para quem apertar as bolas, sucesso profissional e financeiro. Para quem alisar os chifres, sorte na vida pessoal. Na realidade, o touro simboliza a capacidade norte-americana de superar catástrofes.

Em frente ao touro, em posição de desafio está a Menina Destemida. Ela apareceu muitos anos depois, obra da uruguaia Kristen Visbal. Um grito das mulheres que clamam respeito e representatividade no mundo corporativo.

Endereço: Broadway & Morris St.

Depois da esfregadinha nas bolas do touro e da pequena reflexão a respeito das mulheres e do mundo, é hora de seguirmos em frente com nosso roteiro a pé por Lower Manhattan, certo?!

A Trinity Church

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

Os cemitérios da Trinity Church

Siga então pela Broadway Street e uns 400 metros à frente estará diante de uma das mais famosas igrejas de Nova York: a Trinity Church ou Igreja da Trindade no bom e velho português. Cheia de propriedade e dignidade, esta imponente igreja está mergulhada num cenário contrastante de prédios modernos.

Quase tão velha quanto a cidade de Nova York, ela data do século XVII. A Trinity era um dos primeiros prédios que as pessoas que desembarcavam no porto, cheias de expectativas e esperanças de uma nova vida, avistavam. O edifício que encontramos hoje é a terceira versão da Trinity: a primeira pegou fogo e a segunda pereceu diante de uma nevasca. Tanto seu interior quando sua fachada são carregadas de detalhes. Aprecie sem moderação.

Se não tiver medo de fantasmas caminhe pelo cemitério, cheio de notáveis enterrados, e observe o contraste que ele faz com a cidade: silêncio e barulho.

A Wall Street

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

A famosa Wall Street com o Morgan Building de um lado e a Bolsa de Valores de outro

Quando estiver satisfeito de percorrer os caminhos da Trinity Church, entre na esquina da Broadway com a Wall Street. Em poucos metros estará no pequeno quarteirão que abriga três importantes edifícios da famosa, icônica e simbólica Wall Street: a bolsa de valores de Nova York (New York Stock Exchange), o Federal Hall e o Morgan Building.

Personagens e histórias enfeitam e muito esta pequena rua que tem aroma de dinheiro, poder, sangue e pólvora.

Seu nome se deve a um muro construído pelos holandeses para separar colonos e indígenas. Foi derrubado pelos ingleses, quando estes tomaram posse de Nova York rebatizando-a quando a cidade ganhou então a designação atual. Entretanto, o nome Rua do Muro (Wall Street), pegou e ficou.

A bolsa de valores tem uma cerca que a protege de atentados terroristas. Só podemos olhar o prédio por fora e de certa distância. Observe melhor este emblemático edifício se posicionando do outro lado da rua.

Símbolo do poder financeiro por décadas, foi em frente ao House of Morgan que aconteceu o primeiro atentado terrorista em solo americano que matou 36 pessoas e deixou mais de 100 feridos. No Federal Hall, George Washington tomou posse como o primeiro presidente dos Estados Unidos.

É possível visitar o Federal Hall. O prédio é lindo, o acesso é gratuito e fatos e fotos sobre o passado americano são contados e expostos ali.

Onde comer

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

Comida de rua em Wall Street

Se for hora do almoço ou bater aquele fome, há muitos restaurantes e comida de rua por aqui. Fica bem movimentado durante a hora do almoço, lugares cheios, a cidade vibrando de trabalhadores misturados aos turistas, ótimo local e horário para ver a dança cotidiana da Wall Street. Se quiser tomar um café do tipo bom, barato e forte, eu recomendo o Pret a Manger, localizado na Broad Street.

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

A Broad Street

Até aqui, meu caro viajante, o itinerário terá alcançado quase 1 quilômetro ou mais ou menos 10 ou 12 minutos de caminhada sem contar as paradas. Pronto para prosseguir com nosso roteiro a pé por Lower Manhattan?! Então vamos em frente!

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova YorkQuarteirão histórico

Cruze a Western Union, continuando na Broad Street. Ali, busque no piso por ruínas encerradas e protegidas por vidros. Estará então, querido viajante andarilho diante dos restos mortais de uma taverna do século XVII quando Nova York ainda era Nova Amsterdam. É preciso um pouco de imaginação aqui, mas é possível ficar impressionado por estar diante de tão longínquo passado!

Nesta região sopram os ventos tanto da Nova Amsterdam quanto da velha Nova York. Também por aí estava a Queen´s Head Tavern e a despeito do nome, os revolucionários, aqueles que clamavam pela independência americana no século XVIII, se reuniam aqui. Escute, escute os gritos e brados entusiasmados, aqueles que pedem por nova ordem política, por liberdade!

Entre os bebuns e ativistas estava, dizem as más (ou boas, vai de perspectiva) línguas, o futuro primeiro presidente americano George Washington. Reza ainda a lenda que foi neste local que aconteceu a comemoração pela independência dos Estados Unidos! Fico só a imaginar o tamanho da euforia. O lugar então já se chamava Fraunces Tavern e hoje funciona como restaurante e museu.

O atual edifício não é original, mas tem a mesma cara do primeiro, é lindo e conta como era a vida em tempos passados em Nova York. O Fraunces Tavern Museum está localizado na 54 Pearl Street.

Tem mais um curiosidade que eu quero te contar a respeito desta rua, Rua da Pérola em português: as águas da Baía de Nova York chegavam até aqui muito e muito tempo atrás, antes das muitas transformações urbanísticas que Nova York sofreu ao longo dos séculos.

Gostou desta volta ao passado?! Escutou os sussurros daqueles que passaram por aqui antes de nós?! Sigamos em frente com nosso roteiro a pé por Lower Manhattan porque há ainda muito o que ver!

Fraunces Tavern Museum

Horários de funcionamento:

Segunda a Sexta: 12:00 – 17:00 // Sábados e Domingos: 11:00 – 17:00 //O museu fecha no Dia de Ação de Graças, no Natal e no Ano Novo.

Ingressos:

Adultos (acima de 18 anos) – $7 //Crianças – $4 (6 a 18 anos) e entrada gratuita até 5 anos.

O Battery Park e o Castle Clinton

Entre agora na Bridge Street e caminhe até a State Street quando estará no Battery Park, um agradável parque cuja área verde faz um contraste sensacional com os edifícios modernos e muito urbanos de Lower Manhattan. Aproveite para apreciar a paisagem. Misture-se aos turistas e moradores que passeiam pelo parque.

No Battery Park está o Castle Clinton. De formato roliço este castelo, um forte em verdade, foi construído nos anos 1800 para defender o porto da cidade, mas nunca chegou a exercer sua função defensiva, bem ao contrário disso, caro viajante, o Clinton exerceu função bem mais acolhedora. Foi local de triagem para os milhares de imigrantes que chegaram à cidade em fins do século XIX.

Entre e observe os restos do antigo muro que sustentava a artilharia que deveria defender o porto de Manhattan. Alias, tem nela a origem do nome do parque. É no Castle Clinton que os ingressos para visitar a Estátua da Liberdade são vendidos.

A Estátua da Liberdade na Baía de Nova York

Depois de observar e passear por ele, deixe o Castle Clinton, vire à esquerda, contorne-o e estará diante da Baía de Nova York e dela, da velha senhora, ícone máximo da cidade, a Estátua da Liberdade. Presente do povo francês em 1886, este cartão postal nova yorkino simboliza a liberdade do povo americano. Sugiro fortemente meu caríssimo viajante que você fique, esteja, permaneça aqui, diante da bela baía para assistir ao por sol que costuma ser muito, muito bonito.

Observe a famosa estátua, imagine a quantidade de imigrantes que chegaram por ai, carregando sonhos e esperanças, veja as balsas que navegam para lá e para cá levando turistas e moradores. Pare o tempo e apenas fique.

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

A Baía de Nova York com o símbolo maior da cidade: a Estátua da Liberdade

Quando estiver satisfeito, se é que isso é totalmente possível diante de tão belo cenário, volte pelo Castle Clinton e entre na Liberty Street. Antes de dar continuidade a este roteiro a pé por Lower Manhattan, observe um instante a diferença arquitetônica do entorno e mais ao fundo, se destacando na paisagem, o One World Trade Center.

Até aqui o percurso total terá quase 2 quilômetros ou mais ou menos 25 minutos de caminhada sem nenhuma parada.

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

O One World Trade Center ao fundo

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova YorkO Memorial do 11 de Setembro

No número 124 da Liberty Street encontramos o FDNY (Fire Department of New York) Ten House, algo como o 10° Batalhão de Bombeiros de Nova York. Eles foram os primeiros a prestar socorro às vítimas dos atentados do 11 de Setembro. Cinco homens desta unidade morreram nas operações e mais de 300 bombeiros pereceram. Em frente à Ten House há um painel mostrando os bombeiros em ação.

É comovente!

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

FDNY (Fire Department of New York) Ten House

Logo ali em frente está o Memorial e o Museu do 11 de Setembro. Os mais sensíveis verterão lágrimas, com certeza. Duas grandes piscinas, negras, com águas correntes como pequenas cachoeiras que caem para o infinito, um escoadouro no centro. Elas estão onde antes se localizavam as torres gêmeas que desabaram com o choque dos aviões em 11 de Setembro de 2001. Simbolizam a esperança.

Foram plantadas por ali 400 mudas de carvalho.

Observe o conjunto, caro viajante, sinta a energia. Os nomes das vítimas dos dois atentados – 1993 e 2001 – estão escritos em bronze nas bordas das piscinas.

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

Memorial do 11 de Setembro

Ao lado do memorial está o Museu do 11 de Setembro, cujos valores dos bilhetes para visitar o museu são: $24 para adultos, $15 para jovens de 7 a 12 anos e $20 de 13 a 17 anos; Gratuito às quintas das 17 horas até o fechamento. Funciona de domingo a quinta das 9 da manhã até às 20 horas, sendo que a última entrada acontece às 18 horas. Já nas sextas e sábados o museu abre das 9 da manhã até às 21 horas, com a última entrada às 19 horas.

A estação The Oculus

Sigamos em frente. Ande um pouco pela praça do memorial e encontre a estação de trem e metrô The Oculus (World Trade Center Transportation Hub), a impressionante obra do artista e arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Com seu design original ela se destaca na paisagem, chama a atenção, parece ter vida própria.

Ela lembra uma grande pomba de asas abertas! Um símbolo de paz?

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

A estação The Oculus

Entre! Seu interior é ainda mais magnífico e impressionante que sua face externa, absolutamente branco. Com o vai e vem de pessoas, a The Oculus é hipnotizante! Parece que estamos em alguma estação interplanetária de filmes de ficção científica!

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York

Aqui caríssimo viajante, encerramos nosso roteiro a pé por Lower Manhattan, totalizando mais ou menos 3,5 quilômetros ou 40 minutos de caminhada.

Se estiver com fome tenho duas sugestões: o The Oculus é também um shopping center que atende pelo nome de Westfield Mall com muitos e variados restaurantes. Além disso, aí perto, no Fulton Center, tem uma unidade do Shake Shack que faz deliciosos burgers a preços razoáveis.

Espero que tenha apreciado este roteiro a pé por Lower Manhattan e aproveitado bem o passado e presente desta atraente cidade.

Para chegar ao Museu Nacional do Índio Americano utilize as linhas 4 ou 5  do metrô até Bowling Green.

Roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York III

Quer saber como funciona o metrô de Nova York?! Então clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

+ Como funciona o metrô de Nova York

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitter e Google+

Roteiro a pé por Lower Manhattan explorando o passado e o presente da cidade de Nova York visitando alguns de seus mais famosos pontos turísticos. #novayork #estadosunidos #usa #roteiroape #cidade #espiandopelomundo #viajantesempressa              Roteiro a pé por Lower Manhattan explorando o passado e o presente da cidade de Nova York visitando alguns de seus mais famosos pontos turísticos. #novayork #estadosunidos #usa #roteiroape #cidade #espiandopelomundo #viajantesempressa

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de Genebraeste  roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

Roteiro a Pé por Lower Manhattan em Nova York

Se você, meu caro viajante, gostou desse roteiro a pé por Lower Manhattan em Nova York , compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

By |2018-07-24T16:50:52+00:0024/07/2018|Categories: Roteiros à pé|Tags: |2 Comentários

2 Comments

  1. Marcia Picorallo 16/08/2018 em 12:26 - Responder

    Aninha, que post legal, e quantas informações que não estão em muitos guias de viagem! Em nossa primeira viagem a NY fiz exatamente o roteiro inicial, foi uma delícia estar lá de novo, obrigada.

    • Analuiza Carvalho 16/08/2018 em 13:50 - Responder

      Fico taaaaao feliz que tenha gostado deste roteirinho básico por Nova York. Terão outros assim. Fico ainda mais feliz de ter te levado de volta a Nova York… Eta cidade interessante esta!!!! 🙂 bjinhos

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.