Resolvi praticar SNOWBOARD

Um dia, decidimos visitar Buenos Aires. Léo então propôs: vamos fazer uns dias de snowboard, já que estaremos na Argentina?!

Como eu adoro experimentar coisas novas, me entusiasmei e topei na hora. Como à época tínhamos amigos morando em Neuquén (capital da província de Neuquén, cidade mais importante da Patagônia), escolhemos a estação de ski da pequena San Martín de Los Andes, para minha estreia na neve e no esporte.

Esta é uma daquelas histórias antigas, tão antigas que parecem ter acontecido em outra vida.

De Neuquén até San Martín de los Andes

Snowboard

No Via Bariloche: café da manhã

Snowboard

Vendo neve pela primeira vez

Passamos o fim de semana com os amigos e na segunda-feira seguimos de busão para San Martín de Los Andes, localizada na mesma província, onde passamos uns dias. Saímos às 5:15 da manhã. Viajamos pela empresa de ônibus Via Bariloche. Foram 6 horas de viagem: estrada ótima, ônibus semi-leito e ainda nos serviram café da manhã! Novidade para mim.

Ao nos aproximarmos de San Martín, já comecei a ver neve. Ah! A primeira vez a gente nunca esquece!

San Martín de Los Andes

Snowboard

San Martín de los Andes lindamente sob neve

Snowboard

As fofas casas de madeira de San Martín de los Andes

Snowboard

As ruas de San Martín de los Andes

Snowboard

Lago Lácar

San Martín de Los Andes é uma cidade adorável, localizada às margens do lago Lácar e repleta de fofas casas de madeira. Andar pela cidade, tomar vinho, comer fondue… De fato, uma cidade atraente!

No mesmo dia que chegamos, subimos até o Cerro Chapelco para fazermos um reconhecimento, mas começaríamos a praticar snow somente no dia seguinte. Eu estava animada! Escolhemos aleatoriamente um local para aluguel de equipamentos e na manhã posterior a nossa chegada, bem cedinho, já estávamos no cerro.

O ano em que resolvi praticar snowboard

Snowboard

Sem equilíbrio

Como eu nunca havia praticado snowboard antes (ou andado de skate e muito menos surfado) o atendente, na loja onde alugamos a bota e a tabla, fez um teste comigo para determinar minha base e montar meu equipamento. Feito isso, subimos para as montanhas (supostamente) mais fáceis, para iniciantes.

Aqui, preciso registrar uma informação importante: o Léo é um snowboarder experiente, nível pista preta que atravessa as nuvens e quase alcança o céu. Achei que estava em boas mãos!

Léo me disse: coloque a tabla e vamos descer. Estávamos sentados na neve. Eu olhei a tabla, olhei para baixo e olhei para Léo. Eu não sabia como calçar a tábua de snow. O que eu vi montanha abaixo foram inúmeras árvores e uma pista estreita, quase imperceptível, correndo entre elas.

Levantei e sai andando pela montanha, batendo o pé na neve, de cara amarrada, com a tabla debaixo do braço. Léo veio atrás de mim, perguntando o que houve! Você quer me matar?! Perguntei! Dramática do jeito que eu sou, já via meu corpo estatelado, detonado, chocado contra aquelas árvores.

Por fim, fomos para uma pista de iniciantes (iniciantes de verdade) e cada vez que eu tentava me equilibrar, caía de cara no chão. Léo ria, mas pacientemente tentou me ajudar, enquanto sua tabla jazia largada de lado.

Passamos a manhã inteira nesta brincadeira. Ele insistiu que minha base estava errada e esta era a raiz do problema, mas como santo de casa não faz mesmo milagre, eu afirmava que o moço que trabalhava diariamente com isso não podia errado.

Frustração

Snowboard

Frustração na hora do almoço

Na hora do almoço, minha tromba estava dando uma volta ao mundo. Estava me sentindo tão frustrada diante de minha incompetência e inabilidade na neve! Eu não me conformava de ser uma esportista tão ruim! Então finalmente Léo me convenceu a tentar mudar a base. Pior do que estava definitivamente não podia ficar!

Na loja, o atendente ainda tentou me demover da decisão, insistindo que não havia erro com minha base. Ele havia testado! Mudamos assim mesmo. O resultado: euzinha descendo montanha abaixo!

Snowboarding

Snowboard

De cara na neve

Snowboard (

Finalmente, montanha abaixo

Claro, pista fácil, muita cara na neve, aprendendo a controlar a tabla… Mas peguei o jeito e seguiram-se a isso horas de pura diversão e contentamento (acompanhados de muita queda, claro!). Fiquei muito feliz e muito animada. Aliviada também, quero dizer! Claro que nunca cheguei ao nível de Léo e nunca passei das pistas intermediárias, mas me senti o máximo mesmo assim.

Pratiquei snow solitariamente o resto dos dias, enquanto Léo se divertia em suas pistas mais profissionais.

Gostei tanto desta experiência na neve, com snowboard, que dois anos depois passamos uma semana inteira no Cerro Catedral em Bariloche: chegávamos quando o cerro estava abrindo e saíamos com a última leva de pessoas.

Bariloche por Marcia

Quem também esteve em Bariloche foi a Marcia do blog Mulher Casada Viaja. Ela escreveu um texto muito detalhado e informativo sobre o Cerro Catedral, suas impressões, onde comer, onde se hospedar, pontos positivos e negativos.

Isso, claro, além de narrar toda a diversão, que não foi pouca. As fotos estão tão incríveis que dá vontade de pegar o primeiro avião e voltar a Bariloche para enterrar a cara na neve de novo.

+ Cerro Catedral: um templo para brincar em Bariloche

Experiência massa: valeu cada minuto na neve

Snowboard

Cerro Chapelco

Apreciei tanto, que ao voltar para casa resolvi que já que não tinha montanha de neve, iria surfar. Assim, descobri outro esporte que me causou muitos acidentes, mas que me deixava em estado de pura e máxima alegria cada vez que eu entrava no mar.

De San Martín de Los Andes, voltamos para Buenos Aires de avião.

+ Que tal empanadas e pizzas em Buenos Aires?!

Em tempo: gostei muito mais de fazer snow e de passear em San Martín de Los Andes que em San Carlos de Bariloche, por ser a primeira de menor porte, mas Bariloche também é linda e tem ótimas pistas.

Eu só conheci as estações da Argentina, mas um dia, quem sabe, eu visite as do Chile?! A Carol que escreve para o blog Vamos por aí me deixou cheia de vontade de voltar a fazer snow em alguma das belas estações chilenas:

+ Estações de Esqui do Chile

Gostou desta história de viagem?! Guarde-a em seu Pinterest!

Uma história antiga que fala de neve, snowboard e San Martín de Los Andes na Argentina

By |2018-03-07T01:06:23+00:0009/08/2017|Categories: Argentina|Tags: |26 Comentários

26 Comments

  1. Beneth Santana Torquato 11/08/2017 em 11:08 - Responder

    Que legal! Nunca pratiquei snowboard, apenas sandborad nas dunas de Florianópolis. Imagino que seja parecido né?

    Confesso que é muito mais difícil do que parece. haha

    • Analuiza Carvalho 14/08/2017 em 10:31 - Responder

      Oi Beneth… Acredito que o princípio seja o mesmo, mas nunca fiz sandboard. Acredito que o deslizar seja diferentes pois neve e areia tem atritos distintos. Além disso, não estou segura se as tábuas de ambas são iguais. De qualquer maneira acho que por ter feito sand, você deve se entender mais rapidamente com o snow. 🙂

  2. Edson Amorina Jr 12/08/2017 em 11:55 - Responder

    Pô, que legal! Eu tentei uma vez fazer ski e não tive tanto sucesso, mas foi divertido. Mas não tentei snowboarding… vou tentar.

    • Analuiza Carvalho 14/08/2017 em 10:27 - Responder

      Da próxima vez tenta o snow Edson! Quem sabe aí você obtém sucesso e descobre uma paixão?! ehehehe

  3. Gabriela Torrezani 12/08/2017 em 16:43 - Responder

    Já faz um bom tempo que quero visitar Bariloche e acho que também me arriscarei no snowboard quando eu for! Mas realmente nunca fiz nada parecido, então suas dicas foram ótimas!

    • Analuiza Carvalho 14/08/2017 em 10:26 - Responder

      Oi Gabriela… Praticar snow pode ser bem divertido! Se joga sem medo de enterrar a cara na neve! 🙂 bj

  4. Klécia Cassemiro 13/08/2017 em 23:23 - Responder

    Que bacana, Ana! Quero também! Tenho medo de esportes assim – nunca andei de patins, culpa da minha mae – entao tenho medo de snow, ice skating, etc Mas querooo! Sou dessas de que encara medo cedo ou tarde, entao preciso de uma temporada numa estação que tenho certeza que vou me arriscar!

    • Analuiza Carvalho 14/08/2017 em 10:25 - Responder

      Eu tive que vencer meu medo de altura para enfrentar as pistas intermediárias! ehehe Tento não deixar que o medo me barre! 🙂 Se joga na neve e no snow e me conta depois! rsrsr bjus

  5. Aline Dota Naganawa 14/08/2017 em 09:21 - Responder

    Que experiência legal!! Ainda não fiz, mas pretendo experimentar um dia!! Que sorte que você escutou o Leo e finalmente conseguiu 🙂

  6. itamarjapa 14/08/2017 em 17:05 - Responder

    Até hoje não tive esta oportunidade, mas ainda tenho muita vontade de fazer! Adorei a foto de cara na neve! heheh 🙂

  7. quartodeviagem 15/08/2017 em 10:13 - Responder

    que aventura Ana, deve ser demais praticar esse esporte, sempre tive muita vontade de praticar skate, mas tenho medo, e acho que o snowboard deve ser bem mais seguro! Adorei!

    • Analuiza Carvalho 15/08/2017 em 12:54 - Responder

      oi Flávia… eu tenho medo de altura então praticar snow foi superar medos. ehehe Tenho vontade ainda, depois do snow e do surf, de experimentar o skate! ehehe bjs

  8. Thiago 15/08/2017 em 10:54 - Responder

    Muito legal seu relato. Nunca praticamos snowboard e temos a maior vontade. Adoramos as dicas e parabens pelo post. salvamos aqui nos favoritos

    • Analuiza Carvalho 15/08/2017 em 11:16 - Responder

      oi Thiago… Se tem vontade, digo que vá, asap e se jogue neste esporte. É divertido! 🙂 Obrigada pelo elogio. Fico feliz em saber que gostou! 🙂

  9. Deisy Rodrigues 16/08/2017 em 02:39 - Responder

    Adorei seu relato, eu não tenho pratica alguma com esporte de neve, sei que quando me arriscar vou cair bastante, mas o que vale é tentar não é mesmo? Sua cara de frustada tá muito engraçada hahahaha.

    • Analuiza Carvalho 16/08/2017 em 12:32 - Responder

      oi Deisy… rsrsrsrsrs estava muuuuuitoooo frustrada!!! A gente aprende a não ligar de tanto que caímos… faz parte né?! ehehehe Que bom que gostou da narração de minha cara na neve! ehehehe bjuus

  10. maytescaravelli 17/08/2017 em 04:15 - Responder

    Ana, ri muito com o seu relato imaginando a cena rsrsrsrs…

    Eu aprendi no esqui e tenho vontade de me bandiar para o snow, mas dizem que é 10x mais difícil e ai decido que vou ficar na minha zona de conforto mesmo rsrsrs… Já você não só encarou a neve como partiu para o mar, aí sim garota. 😉

    Agora receber café da manhã no ônibus? Nunca vi isso tbm!!!!

    • Analuiza Carvalho 20/08/2017 em 16:27 - Responder

      rsrsrsrsrsrs Gosto de experimentar. Mesmo que isso me cause, digamos assim, alguns muitos danos!!!! Um dia, com um bom café, te conto algumas dessas histórias que por muito pouco não fizeram minha mãe morrer de infarto ao longo da vida! eheheheh bjuuusss

  11. Adoro ler sobre brasileiros (principalmente as meninas) tentando esquiar ou fazer snowboarding, sempre rende posts divertidos. Parabéns, eu nunca tive coragem, que sabe um dia…

  12. angiesantanna 22/08/2017 em 06:19 - Responder

    hauehaue aquela foto braba parece eu depois das minhas tentativas…n eh facil no inicio, ai descobri q tenho mais facilidade com a base esquerda

    • Analuiza Carvalho 04/09/2017 em 12:08 - Responder

      Quando a gente descobre nossa base, um mundo inteiro se abre para nós ne?! Mas cara na neve faz parte! ehehehe bjus

  13. […] + Histórias de neve […]

  14. […] Para esta cidade, tem posts de duas colegas: A Analuiza do Espiando pelo mundo conta sobre como ela e o Léo resolveram praticar snowboard. A  Cori do Meu ponto de Partida também escreveu sobre: San Martin de Los Andes: uma cidade […]

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.