O que LEVAR na MALA ao visitar a Ilha de PÁSCOA?

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa? Quando estava arrumando a minha bagagem o que mantive em mente foi que a ilhota é um lugar de pura natureza. Além disso, não havia absolutamente nada. Qualquer traço de urbanidade passa bem longe de Rapa Nui.

Léo e eu estivemos lá no mês de Abril. Os dias não estavam lindos com sol intenso ou incrível por do sol e ainda pegamos pancadas de chuva em alguns dias, especialmente na parte da manhã, mas algumas vezes em outros períodos também. Não pegamos frio, mas o vento costumava passar com força.

A seguir a lista de coisas que levei para Rapa Nui

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa?

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa?

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa?

Proteção para segurar os cabelos contra os fortes ventos

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa?

Mochila para carregar itens necessários na caminhada

  1. Roupa confortável e de secagem rápida por causa do risco de pegar chuva. Eu escolhi levar as roupas que costumo usar para fazer atividade física e camisetas mais velhinhas, mais detonadinhas;
  2. Um ou dois tênis próprios para caminhar e pedalar;
  3. Casaco,de preferência corta-vento, pois venta muito por lá;
  4. Protetor solar (sempre! no verão ou no inverno);
  5. Para quem não gosta de ficar molhado, uma capa de chuva pode ser uma boa ideia. Eu não ligo, portanto não levei;
  6. Biquíni/sunga/shorte de banho: eu terminei não usando porque a água da praia de Anakena estava bem fria e não tive coragem de entrar, mas é sempre bom ter o acessório à mão; Leo, por exemplo, mergulhou;
  7. uma coisa super importante que eu sempre carrego comigo para todo lado, mas que na ilha foi salvador: prendedor de cabelo. Como o vento é absurdo, os cabelos ficam de bruxa e todo embaraçado, além de ficar chicoteando o rosto para quem tem longas madeixas;
  8. Protetor de lábios, por conta dos ventos que os ressecam;
  9. Uma mochila pequena para levar lanches para o dia, água e outras coisas porque quando saímos para explorar a ilha não encontramos nada além das belezas naturais. Não há nenhuma estrutura de apoio;
  10. Lanches: nós compramos algumas coisas nas vendinhas que ficam em Hanga Roa, a capital da Ilha de Páscoa, mas a variedade não é grande. Levamos algumas coisas do Brasil que foram providenciais em nossas caminhadas. Lembrando que nem todo produto entra no Chile;
  11. Repelente; eu não senti nenhum mosquito, muriçoca ou qualquer outro inseto por lá, mas eles não costumam gostar de meu sangue. Ainda assim seguro morreu de velho;
  12. Remédios habituais de cada um, além daquelas pomadas para pancadas, pois quedas podem acontecer (não é incomum); eu precisei pedir gelo na recepção da pousada;
  13. Por fim, meus itens habituais de viagem e higiene pessoal.

A natureza na Ilha de Páscoa

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa?

Roupas mais velhinhas e confortáveis

O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa?

Tênis e roupas confortáveis, além de casaco para proteger dos ventos

O vento é realmente impressionante em Rapa Nui. Às vezes eu acordava durante a noite achando que tudo ia ser derrubado. Quando o pegávamos de frente, era difícil deslocar, me sentia em um filme de ficção científica na lua. Ele não durava o tempo todo, mas era quase sempre muito agressivo.

A chuva não era menos intensa. Durante o dia e à noite aconteciam pancadas que não duravam muitas horas, mas que eram suficientes para deixar até os ossos ensopados. Na maior parte do dia o sol brilhava, embora não intensamente.

Nesta época do ano o sol nasce tarde, por volta de 08:00 da manhã. Enquanto ele não aparece, tudo fica mergulhado na escuridão quase absoluta. Os postes de rua são raros e como não há casas e hotéis por todo lado, o que vemos é mesmo o breu.

Este excesso de natureza selvagem, quase intocável, é estranho para quem vive em cidades iluminadas, cheias de trânsito, em que árvores e plantas são cada vez mais raras. Por vezes eu me sentia completamente abandonada diante daquela natureza vigorosa, impetuosa e veemente, mas ao final de um dia envolvida por toda esta energia, me sentia completamente renovada.

Quer viajar um bocadinho pela Ilha de Páscoa e descobrir um pouco mais sobre seu poderoso vento?! Então clica no link bem aqui abaixo!

Cais da Ilha de Genebra

+ O dia em que quase virei oferenda para os deuses em Rapa Nui

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

Saiba o que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa para não passar perrengues. #Chile #Viajar #Viajantesempressa #IlhadePascoa

 

Clicando na imagem ao lado o que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

 

 

Se você, meu caro viajante, gostou de conhecer O que levar na mala ao visitar a Ilha de Páscoa, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2018-03-07T00:58:12+00:0005/05/2014|Categories: Ilha de Páscoa|Tags: , |19 Comentários

19 Comments

  1. […] Como arrumar a mala para visitar a Ilha de Páscoa […]

  2. Aninha Lima 05/01/2018 em 10:07 - Responder

    Que post mais útil!!! Acabei de voltar de Bariloche no verão.. Estava sonhando com um post assim para me ajudar a definir a minha mala!!! Parece que é simples só olhar a previsão do tempo, mas não é! Vai ajudar muita gente

    • Analuiza Carvalho 05/01/2018 em 19:29 - Responder

      É verdade Aninha… dependendo do destino é mesmo difícil fazer a mala, né?! por isso gosto de ler textos que tenham fotos das pessoas, assim, quando não encontro textos específicos sobre malas, observo como as pessoas se vestem. rsrsrs bjus

  3. Leo Vidal 05/01/2018 em 10:38 - Responder

    Ótimas dicas. Não conheço a Ilha de Páscoa e não sabia que ventava tanto assim. Já ficarei atento para quando for conhecer. Você achou o mês de abril um bom mês para conhecer?

    • Analuiza Carvalho 05/01/2018 em 12:36 - Responder

      oi Leo… Eu também não tinha ideia de como os ventos eram fortes na Ilha de Páscoa. Como eu só estive lá uma única vez, não tenho como comparar com outros meses, mas o que posso dizer é que gostei muito de visitar a ilha em Abril, pois não estava lotada, as temperaturas estavam agradáveis, o que facilitou as longas caminhadas e as pancadas de chuva não chegaram a atrapalhar. 🙂 bj

  4. Karine Porto 05/01/2018 em 16:37 - Responder

    Fiquei imaginando a dificuldade de seguir caminhando contra um vento tão forte. Que bom que a beleza do lugar compensa o sacrifício!rs

  5. Luis Felipe 05/01/2018 em 20:08 - Responder

    Boas dicas! Principalmente por se passar grande tempo rodeado apenas pela natureza selvagem. Viagem desse tipo exige bem mais planejamento, pois não há muita solução para esquecimentos…

    • Analuiza Carvalho 09/01/2018 em 16:54 - Responder

      É bem isso, Luis… A Ilha de Páscoa está distante 5 horas de voo do continente mais próximo, então em essência devemos levar tudo aquilo que achamos que vamos precisar. Pensar com cuidado o que é essencial, pois, bem isso, não há solução para determinados esquecimentos. 🙂

  6. Edson Amorina Jr 06/01/2018 em 08:20 - Responder

    Post bem útil. Acabamos que não fomos para a Ilha de Pascoa em nossa viagem ao chile, uma pena. Precisamos voltar.

    • Analuiza Carvalho 09/01/2018 em 16:45 - Responder

      oi Edson… A Ilha de Páscoa é um lugar interessante. Natureza bruta, mistérios. Para quem gosta de caminhadas, então é um lugar mesmo a ser visitado. Tomara vocês vão um dia. 🙂

  7. Marcia 07/01/2018 em 13:09 - Responder

    Ana, sempre me divirto em lugares que têm muito vento, porque é algo incomum pra mim. Dois lugares em que eu ria sem parar por causa da velocidade do vento foram Torres del Paine e no passeio de barco pela baía de São Francisco. Não sabia que ventava assim na Ilha de Páscoa. Boa a dica da faixa de cabelo, mas eu nem ligo de ficar descabelada ahaha.

    • Analuiza Carvalho 09/01/2018 em 16:43 - Responder

      oi Marcia… sou bem o oposto de você! Não gosto de ventos. Eles costumam me incomodar em locais mais urbanos (especialmente no outono/inverno quando formam aqueles corredores de vento) e confesso que na Ilha de Páscoa me assustaram algumas vezes. rsrs

      Incomum para mim é alguém achar os ventos divertidos. rsrsrs

      Eu não ligo de ficar descabelada – nem poderia, já que estou sempre descabelada – mas o problema maior é que os cabelos ficam batendo no rosto (à época estava com eles bem longos) e depois não tem pente que dê jeito no nó! Nem cremes! Nem paciência! rsrsrsr bjus

  8. Cleber Yamamoto 09/01/2018 em 19:43 - Responder

    Que post completo! Achei bacana essa lista, sempre tem algo que esquecemos quando não fazemos uma lista assim. Ainda não conheço a Ilha de Páscoa e é o sonho da minha esposa. Já deixei tudo anotado. Obrigado por compartilhar.

    • Analuiza Carvalho 10/01/2018 em 17:03 - Responder

      oi Cleber… na torcida para que ela consiga visitar logo, logo e realizar este sonho! 🙂 Listinhas assim podem mesmo ajudar muito em locais inóspitos como Rapa Nui. 🙂

  9. Flávia Donohoe 22/01/2018 em 09:23 - Responder

    esse lugar deve ser um desses locais incríveis, ainda tenho muita vontade de conhecê-lo, portanto é imprescindível saber o que levar na mala, adorei o post e já está anotado para uma futura visita! Beijos

    • Analuiza Carvalho 23/01/2018 em 13:49 - Responder

      oi Flávia… Ilha de Páscoa é mesmo um lugar maravilhoso! Saber o que levar na mala ajuda muito a não passarmos perrengues por lá. 🙂 Fico feliz em saber que gostou! 🙂 bjus

  10. A Ilha de Páscoa é um lugar que tenho muita curiosidade de conhecer, mas acha que as crianças iriam gostar? Além dessa lista que você fez, o que também seria indispensável com crianças? Sei que não é o seu caso, mas depois dessa experiência acho que poderia dar uma dica, rs.
    Beijos.

    • Analuiza Carvalho 03/02/2018 em 11:10 - Responder

      oi Fabíola… acho que as crianças vão adorar a Ilha de Páscoa! Tem muito para encher o universo delas de histórias, encantamentos, entusiasmo, aprendizado… Além disso, é natureza, onde elas podem, andar, correr, pedalar, tomar banho de mar…

      Acho que a lista contempla adultos e crianças, mas reforçaria a questão da alimentação. Como a ilha é distante do continente, não há exatamente fartura no quesito alimento nos mercadinhos. Como há muitas trilhas, a gente passa o dia perambulando pela ilha, a fome bate e é bom ter lanches na mochila. Minha sugestão é aquele biscoitinho, chocolate, que as crianças adoram, levar do Brasil.

      Lembrando de checar que alimentos não entram no Chile: geralmente são alimentos naturais. Os industrializados entram. Eu, por exemplo, já levei cocadinha da Bahia e banana desidratada – ambos industrializados, mostrei na alfândega e eles liberaram a entrada.

      beijocas

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.