O MALECÓN de Havana:

Uma das coisas que mais fizemos quando estivemos em Havana foi caminhar. Não usamos nenhum tipo de transporte, além de nossas pernas. Não foi fácil enfrentar o fortíssimo calor e sol intensos, e por isso sempre que dava, Léo e eu desviávamos para andar pelo Malecón, a avenida beira-mar, para sentir a brisa e amenizar a temperatura. Passear pelo Malecón de Havana é um dos programas mais deliciosos para se fazer na capital cubana.

Passear pelo Malecón é uma delícia. Não há muito trânsito na rua, a calçada é bem larga e o ventinho é constante. Durante o dia vemos pessoas andando, meninos brincando no mar cheio de pedras (não há areia), um ou outro praticando corrida, enfrentando corajosamente o calor cubano.

No fim do dia, a orla fica bem mais interessante. A medida que o sol vai se pondo, por volta de 21:00, as pessoas vão chegando ao Malecón: muitos pescam, os namorados caminham de mãos dadas, a molecada joga conversa fora, sentados nos muros, outros bebem. Todos apreciam o tempo passar.

A Arquitetura no Malecón:

O MALECÓN de Havana

Malecón pela manhã

O MALECÓN de Havana

O Malecón no início da manhã

O MALECÓN de Havana

Pouco trânsito no Malecón

O MALECÓN de Havana

A arquitetura no Malecón

O MALECÓN de Havana

a bela e antiga arquitetura do Malecón de Havana

O MALECÓN de Havana

belos prédios observam o Malecón

O MALECÓN de Havana

caminhando pelo Malecón

O Malecón de Havana

Crianças brincando nas pedras

O MALECÓN de Havana

O Malecón visto do alto

A arquitetura que toma conta da avenida beira-mar é formada por prédios antigos, muitos deles caindo aos pedaços. Ficamos em frente a alguns deles imaginando que força era aquela que os mantinha de pé. Prédios dos anos 30, 40, 50 davam um ar melancólico a tudo e identidade a esta cidade parada no tempo.

O Malecón, com seus edifícios antigos e personagens, foi tema constante no excelente livro “Trilogia Suja de Havana”, do jornalista cubano Pedro Juan Gutiérrez, que mostra Havana na década de 90. Na verdade, o Malecón termina transformando-se em personagem da história, obscuro, observador, atento a tudo o que se passa por ali.

O Malecón de Havana:

O MALECÓN de Havana

o dia começa a dizer até mais

O MALECÓN de Havana

o Malecón começa a mudar de cor

O MALECÓN de Havana

os deuses começam a fazer arte

O MALECÓN de Havana

as cores do céu e a reunião de pessoas

O MALECÓN de Havana

Uma pintura.

O MALECÓN de Havana

o sol se pondo sobre o mar, com a cidade ao fundo.

O MALECÓN de Havana

O sol começa a ir embora

O MALECÓN de Havana

romance ao por do sol

O MALECÓN de Havana

pescadores ao por do sol

O MALECÓN de Havana

os deuses estão inspirados e pintam o céu

O MALECÓN de Havana

o pescador solitário

O MALECÓN de Havana

Moradores matando o tempo enquanto o dia se despede

O MALECÓN de Havana

cada por do sol em Havana é único

Mas o melhor de tudo no Malecón de Havana é o por do sol. É um espetáculo exuberante, sensacional. O céu vai mudando de cor aos poucos, até chegar a um vermelho intenso, como se Deus, pessoalmente, estivesse pintando o cenário com cores fortes e vivas. É impossível não ficar extasiado, maravilhado.

Além disso, cada por do sol é único: a cada noite, uma exibição diferente com cores distintas, mas todas elas carregadas nas tintas e na extravagância. Os moradores da cidade se misturam aos turistas e nós nos misturamos a eles: vida ao ar livre e como pano de fundo, a natureza em harmonia com a arquitetura decadente e charmosa da bela Havana.

Durante todos os dias que passamos em Havana fomos ao Malecón ver o sol se por e até hoje sinto saudades.

By |2018-03-07T00:58:08+00:0003/08/2014|Categories: Américas, Cuba, Havana|Tags: , |20 Comentários

20 Comments

  1. Mariana Bueno 12/06/2017 em 21:17 - Responder

    Eu também adorei a forma como os cubanos curtem o Malecon! E com certeza foi o pôr do sol mais bonito que já vi! Adorei relembrar tudo isso nesse post! =)

    • Analuiza Carvalho 12/06/2017 em 21:46 - Responder

      Que bom que pude te levar em uma viagem de volta ao Malecón e a este por do sol incrível, Mariana!! 🙂

  2. Amanda Saviano 13/06/2017 em 01:09 - Responder

    Que luz linda, o por do sol deve ser sensacional mesmo!!

  3. angiesantanna 13/06/2017 em 04:33 - Responder

    fusca azul!!!! bahh dava facil pra brincar do jogo do soquinho aheuahe adorei as dicas e aquele por do sol maravilhoso!

    • Analuiza Carvalho 14/06/2017 em 21:44 - Responder

      Que bom que gostou Angie, mas me conta menina, que fiquei cheia de curiosidade: o que é jogo do soquinho?! rsrs

  4. Alessandra Fratus 13/06/2017 em 14:25 - Responder

    Ai que delícia! Tenho tanta vontade de me perder pelas ruas de Havana fotografando. Suas fotos fizeram a vontade aumentar!!!

  5. itamarjapa 13/06/2017 em 23:18 - Responder

    Demais! Na primeira vez que fui a Cuba fiquei em uma casa ao lado do Malecón, porque sempre tinha ouvido falar da magia do lugar, que realmente é demais! Durante a noite é o melhor lugar de Cuba pra interagir com os cubanos! 🙂 Adorei o post!

    • Analuiza Carvalho 14/06/2017 em 21:46 - Responder

      Agora você me matou de muita inveja!!!! Ficar em uma casa ao lado do Malecón é mesmo estar metido nas entranhas de Havana, ser personagem (ainda que distante ) de Pedro Juan Gutierrez… rsrsrsrsrs

  6. itamarjapa 13/06/2017 em 23:19 - Responder

    Ah esqueci de falar! O por do sol realmente é incrível!!! Sem duvida um verdadeiro espetáculo! 🙂

  7. Ana Coutinho 13/06/2017 em 23:39 - Responder

    Que belo lugar! E as fotografias estão de tirar o fôlego 🙂 Havana parece mesmo ser surpreendente. Abraços

  8. […] O por do sol de Havana é um dos mais bonitos que já pus os olhos […]

  9. […] O por do sol no Malecón de Havana […]

  10. […] + Malecón de Havana […]

  11. […] O pôr do sol no Malecón de Havana […]

  12. Alberto Coutinho 01/02/2018 em 15:35 - Responder

    Amo esse país, ainda volto aí

    • Analuiza Carvalho 01/02/2018 em 19:36 - Responder

      oi Alberto… eu gostaria de voltar um dia a Cuba também. Gostaria de ver de perto as mudanças que o país está sofrendo. 🙂

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.