Um NATAL em BOGOTÁ na Colômbia: CAFÉ, chuva e um doido em uma cidade FANTASMA

Fomos convidados pela família de uma amiga muito querida para passar o Réveillon no interior da Colômbia, na zona cafeteira. Aproveitamos para conhecer o país. Por uma questão de custo/benefício em relação ao preço das passagens, acabamos viajando no dia 24 de Dezembro e assim passamos o Natal em Bogotá, onde pousamos. Foi aqui que começamos nossa exploração pela Colômbia.

Passamos todo o dia 24 em conexão no aeroporto de Lima no Peru e a noite de Natal dormindo no hotel já na capital colombiana de tão cansados que estávamos.

Nossos passos pela velha, chuvosa e deserta Bogotá

Natal em Bogotá

Bogotá

O dia 25 amanheceu chuvoso, mas mesmo assim saímos para explorar a cidade. O problema é que não havia nada para ser explorado. Como país católico, tudo na capital estava fechado e a cidade estava quase deserta.

Aqui e ali encontrávamos pais com seus filhos andando de bicicleta, um outro alguém caminhando, mas praticamente o centro histórico de Bogotá pertencia a mim e a Léo.

Foi um Natal estranho aquele. A música reinante era o som de nossos passos no piso molhado da velha Bogotá.

Bela paisagem Bogotana

Natal em Bogotá

Carrera 7 quase deserta

Apesar de melancólica naquele dia chuvoso, a paisagem bogotana era bonita. Havia neblina nas montanhas e a temperatura estava deliciosamente fria. Caminhamos bastante naquele dia de Natal em Bogotá.

A cidade velha era só nossa e sem a interferência humana, eu pude deixar minha imaginação correr solta e pensar nos tempos coloniais, nas tantas vidas que passaram por ali antes de mim. Foi gostoso andar em ruas desertas, apesar de insólito e singular.

Nos dias seguintes veríamos uma cidade fervilhando de pessoas, a energia vibrante!

Natal em Bogotá

A cidade quase só nossa por algumas horas: montanhas neblinadas de um lado e a Catedral ao fundo

Natal em Bogotá

Subindo as ladeiras da Candelaria

Subimos e descemos as ladeiras, paramos diversas vezes para observar as montanhas e o belo casario colonial da cidade velha. Um lindo e bem conservado cenário.

Por toda a zona histórica havia muito policiamento, o que naturalmente nos deixou confortáveis para caminharmos pelas ruas, guardando contudo o cuidado de não nos afastarmos demais da Plaza Bolívar, onde está a Catedral de Bogotá.

Tudo fechado! Onde almoçar?!

Natal em Bogotá

Almoço de Natal: sanduíches e café

Quando a fome mostrou suas garras procuramos em vão um local para almoçar. Enquanto debatíamos em frente a Catedral se devíamos adiar a refeição ou voltar para o hotel, descobrimos que a Cafeteria Juan Valdéz, a mais famosa do país, estava funcionando.

Assim, nosso almoço de Natal naquele distante ano de 2012, foi recheado de sanduíches e do maravilhoso café colombiano.

Estava tudo gostoso e foi uma agradável refeição de Natal em Bogotá! Eu, Léo e mais nenhum desavisado na cafeteria naquele dia.

Uma llama, um maluco, Léo e eu

Natal em Bogotá

Uma llama em Bogotá?!

Sem mais nada para fazer naquele dia chuvoso resolvemos tentar ir ao shopping na Zona Rosa da cidade. Eu não gosto de shoppings, mas pelo menos era um lugar abrigado, já que a chuva estava engrossando.

O problema é que não tínhamos ideia de como chegar lá.

Gentilmente o atendente no Juan Valdez nos explicou onde e que ônibus deveríamos tomar para chegar até lá.

Encaminhamo-nos para o local indicado e era uma zona meio estranha, apesar de estar bem mais movimenta que a La Candelaria.

O ônibus, como previsto para um feriado, demorava de passar. Somente Léo e eu no ponto. Ficamos olhando a movimentação: uma molecada de skate, uns poucos ambulantes, um moço passeando com sua llama…

Um doido tocando o terror

De repente, um doido apareceu e começou a esmurrar todo micro-ônibus que parava na praça onde estávamos. Ele batia no ônibus, xingava e corria. Léo e eu ficamos observando a cena sem maiores sobressaltos, pois malucos tem de sobra em minha cidade.

A cena até nos distraiu, enquanto o ônibus não passava.

Até que o maluco entrou em um dos micros e cuspiu no motorista. O motorista ficou irado! Desligou o ônibus no meio da rua e saiu com um pau na mão para bater no doido que saiu correndo.

Ninguém nem piscou, nenhum passageiro se mexeu, como se aquilo fosse absolutamente normal, banal… Esse grau de maluquice eu confesso que me deixou apreensiva.

Neste momento comecei a me assustar. Além do que, o ônibus que queríamos não chegava nunca. Com receio de ser alvo de algum tipo de violência, pois, apesar do motorista não ter alcançado o doido e partido com seu businho, o nosso amigo maluco continuou por ali tocando o terror.

Um gentil policial

Dirigimo-nos então a um policial para saber se o ônibus passaria mesmo. Ele então nos advertiu que não deveríamos estar ali que aquela era uma área perigosa.

Pediu que aguardássemos ali ao lado dele e nos indicou outro ônibus que passava próximo à Zona Rosa e que lá, segundo ele, era mais tranquilo caminhar um pouco.

Quando o tal ônibus apareceu, ele o parou para nós e pediu ao motorista que nos indicasse a parada. Achei este gesto de uma gentileza sem tamanho!

O shopping na Zona Rosa

Natal em Bogotá

Zona Rosa – também estava deserta

A Zona Rosa também estava um pouco deserta, mas logo nós chegamos ao shopping, onde tudo também estava fechado, salvo algumas lanchonetes onde comemos alguma coisa antes de tomarmos um táxi de volta ao hotel.

Já estava bom de aventuras naquele dia.

Aprendemos uma lição valiosa com este Natal em Bogotá: sempre ficarmos atentos às datas festivas de um país para não encontrarmos uma cidade fantasma.

Quer saber um bocadinho mais sobre a Colômbia?! Então clica no link bem aqui abaixo!

Cais da Ilha de Genebra

+ Declaração de Amor a um País de Nome Colômbia

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo Mundo pelo FacebookInstagramTwitter e Google+

Passamos um Natal em #Bogotá na #Colômbia. Foi uma estranha experiência: cidade fantasma, chuvosa, sanduíches, #café, llama e um maluco... #viajar #viajantesempressa #históriasdeviagem

 

Clicando na imagem ao lado este estranho Natal em Bogotá ficará guardada em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

 

 

Se você, meu caro viajante, gostou de passar este Natal em Bogotá, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2018-03-07T01:05:16+00:0024/12/2017|Categories: Bogotá|Tags: |10 Comentários

10 Comments

  1. Itamar Japa 03/01/2018 em 14:12 - Responder

    Bogotá é uma cidade muito linda de fato. Mesmo com chuva e meio deserta, tenho certeza que deve ter gostado! Achei o clima da cidade muito parecido com o clima daqui de Curitiba.

    Deu saudades de Bogotá agora. 🙂

    • Analuiza Carvalho 04/01/2018 em 08:45 - Responder

      Sim, gostei muito de Bogotá e da Colômbia. Passamos dias sensacionais nas 2x em que visitamos o país. Se tiver oportunidade eu volto com certeza! rsrs Mesmo com este estranho Natal na cidade! rsrs bjus

  2. Cristina 20/06/2018 em 11:28 - Responder

    Que loucura de natal, hein? Pelo menos vocês conheceram um cidade diferente, rs. Outro lado positivo foi ver Bogotá vazia. Seria até bom se sempre fosse assim. Que bom que vocês conseguiram aproveitar. Bjs

    • Analuiza Carvalho 03/07/2018 em 09:28 - Responder

      oi Cristina… de fato vimos um outro lado de Bogotá, com a cidade vazia. Eu gosto das cidades vazias, bem como gosto delas repletas de vida cotidiana! rsrs Aproveitamos sim, bastante e este dia é uma boa lembrança! 🙂

  3. Klecia 20/06/2018 em 19:52 - Responder

    Se eu te disser que Bogotá também é um dos meus próximos destinos? Não vai ser uma passagem longa, mas espero nao encontrar nenhum doido batedor de ônibus por lá hahahah
    Natal longe de casa já passei, em cidades desertas e cheias também. Eu gosto de estar fora do ‘convencional’ nessa data 🙂

    • Analuiza Carvalho 08/07/2018 em 11:02 - Responder

      oi KLécia… que delícia ter BOG no radar como próximo destino. Eu gosto muito e quero voltar um dia. O problema é que este mundo é muito grande né?! Tanto lugar para ver que às vezes rever não dá! Com os devidos cuidados, não vai encontrar nenhum doido não. ehehe bj

  4. angela sant anna 24/06/2018 em 08:12 - Responder

    aehaueh gente que treta dentro do busao! o cara devia ter bebido muito no no natal e n tava felizc auehauh

    • Analuiza Carvalho 04/07/2018 em 12:23 - Responder

      Acho que ele tava mais para bebeu muito no Natal e estava com vontade de quebrar tudo! rsrsrsrsrsrs

  5. Flávio 07/07/2018 em 17:45 - Responder

    Haha que loucura esta história do cara enfurecido esmurrando os ônibus!!! Por mais que a gente esteja acostumado com gente maluca, não é todo dia que vemos uma cena como essa!
    ps: Ainda quero conhecer Bogotá!

    Abçs

    • Analuiza Carvalho 09/07/2018 em 09:54 - Responder

      Foi tenso e divertido ao mesmo tempo assistir àquela cena! rsrs Bogotá é uma cidade que vale mesmo visitar. Já fui 2x e adoro!! 🙂

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.