Música emocionante no Chicago Cultural Center

Naquela manhã de primavera, encontramos música no Centro Cultural de Chicago: puro sentimento e muita, verdadeira emoção. Cenas que marcaram minha memória, minha alma e meu coração. Essa foi das vivências mais bonitas que tivemos na cidade.

Por Chicago

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Pelas ruas inebriantes de Chicago

Primeiro e antes de tudo, naquele dia, nós visitamos a belíssima Union Station, passeamos livremente pelo River Loop e seguimos enfim, para conhecer o sensacional Cultural Center em tão lindo prédio, cheio de personalidade.

Antes de chegarmos ao centro cultural, pausamos para um café. Fazemos isso com frequência, segurando o tempo com as duas mãos e deslizando nele lentamente. Hiatos, intervalos, sempre… Antes de tudo, acima de tudo e depois de tudo, entre um tudo e um nada, apenas para absorver e sorver.

Se não pudermos sentir e vivenciar, além de visitar, qual o sentido?!

Um expresso forte, por favor!

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Intelligentsia Coffee Millennium Park Coffeebar

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Intelligentsia Coffee Millennium Park Coffeebar e sua decoração

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Um expresso, uma pausa no tempo…

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Tava bom, muito bom, mas é hora de partir

Escolhemos a rede de cafés Intelligentsia Coffee, que tem vários endereços na cidade de Chicago. As unidades possuem decoração super charmosinha, atraente. Entramos na Millennium Park Coffeebar, localizada na 53 E Randolph St.

Estava bem cheia, com aquele delicioso ruído tão típico das cafeterias.

Sentamos no balcão, bebemos calmamente nossos fortes expressos e então, caminhamos até o Cultural Center, que estava ali pertinho, para a nossa visita.

Música em Chicago

Não esperávamos encontrar música no Centro Cultural de Chicago. Decerto foi uma surpresa, um inesquecível e fantástico presente inesperado.

Antes havia o jazz. Antes era o blues. Chicago foi a síncope do Ragtime. O Ragtime é um negócio difícil de descrever. Música complexa simultaneamente fora da batida e na batida. O Ragtime chegou a Chicago por meio dos vários músicos de diversas experiências e origens”.

Síncope na música significa deslocamento da acentuação rítmica.

Displace the beats or accents in (music or a rhythm) so that strong beats become weak and vice versa”.

O Ragtime é um gênero musical que teve seu auge em fins do século XIX e primeiras décadas do século XX.

Foi assim, bem assim, conhecendo, lendo, descobrindo, que começou nosso precioso passeio pela música no Centro Cultural de Chicago. Uma viagem sensorial extraordinária!

Exposição sobre a música no Centro Cultural de Chicago

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Imagens da música em Chicago

Depois das explicações, o nosso visual foi presenteado com uma exposição de fotos e ilustrações dos grandes mestres da música em Chicago: Scott Joplin, considerado o Rei do Ragtime, Joe Jordan, figura mais importante na transição do ragtime para o jazz.

Imagens dos artistas, cartazes de apresentações e fotos dos lugares onde tocavam, ajudaram a compor um pouco dessa história musical tão forte, de música que mexe que nossas entranhas, nossa alma, que certamente se confunde com a trajetória de Chicago.

Locais como Pekin Theatre fundado em 1905. Foi o primeiro teatro de vaudeville, de propriedade de pessoas negras nos Estados Unidos. Assim que este tornou-se um lugar de muitas apresentações, ensaios e criações teatrais e musicais propostas e compostas por diversos artistas negros.

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Lendas da música negra em Chicago

Um telefone antigo e muita música

Mas, meus caros, o que é uma exibição de música, sem música?! Ah! Chegamos com certeza, na parte mais divertida e encantadora nesse nosso encontro com a música no Centro Cultural de Chicago.

Um telefone de 1932. O-RI-GI-NAL!

Entramos na cabine telefônica, escolhemos um número na set list e discamos no velho telefone retirado do Grand Terrace Café, um dos mais importantes clubes de Jazz de Chicago e do país naqueles velhos tempos, e então, é só deixar a música entrar e embalar nossos sentidos, nossos pés, nosso corpo inteiro.

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Entramos na cabine telefônica

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Discamos o número da música que queremos escutar e aí, é só se deixar invadir pela melodia…

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Set list

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

As portas antigas que davam acesso aos artistas

Ah! Um show de Blues AO VIVO!

Depois que passamos um bom tempo embalados pela música nas vozes dos incríveis fantasmas de Chicago, onde o passado virou presente, chegamos até a parte mais emocionante dessa viagem pela música no Centro Cultural de Chicago: o som ao vivo!

De súbito fomos arremessados para outro mundo, onde o Blues embalava todos nós, dava o tom da atmosfera. Não havia nada além do ritmo cheio de energia, da voz cheia de vida, força, intensidade… Blues, cheio de sentimento, inundando aquele espaço, preenchendo todo o meu íntimo.

Lágrimas. Coração batendo forte! Ahhhhhhh… Foi lindo! “Oh, noooo! Do you want love?!”

Quase 1 hora de música maravilhosa! Teve até um casal mais assim, na flor da idade avançada, que não se aguentou: ele com certo problema de locomoção, ela com os olhos fechados, se levantaram, dançaram, trocaram beijinhos e olhares apaixonados.

Naquele momento eu tenho certeza: só havia os dois no mundo e o blues. Coisa mais linda de ver! Eu me senti num filme!

Viva a vida!

No momento em que aquela lindíssima apresentação acabou, fomos percorrer o Centro Cultural de Chicago, numa excelente visita guiada.

Música no Centro Cultural de Chicago #chicago

Blues no Centro Cultural de Chicago ao vivo e gratuito

Quer saber um pouco sobre a história negra de Chicago?! 

Então clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

Fotografia em Chicago – fragmentos da cidade

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagram e Twitter e Trip Advisor

Múscia no Centro Cultural de Chicago #chicago              Múscia no Centro Cultural de Chicago #chicago

Múscia no Centro Cultural de Chicago #chicago              Múscia no Centro Cultural de Chicago #chicago

Clique em qualquer uma das quatro imagens logo aqui acima Cais da Ilha de Genebra para que a Música no Centro Cultural de Chicago  fique guardada em seu perfil no  Pinterest de modo que você possa consultar sempre que quiser. 🙂
Além disso, para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

Música no Centro Cultural de Chicago

Por fim, se você, meu caro viajante, gostou de saber um pouco sobre Town Moor em Newcastle upon Tyne na Inglaterra, compartilhe em suas redes sociais a fim de que os amigos e conhecidos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

8 Comments

  1. Leo Vidal 03/09/2020 em 08:11 - Responder

    Música e viagem tem tudo a ver para mim. Gosto de ter a “trilha sonora da viagem” gravada sempre na minha mente. Peguei tanto frio em Chicago que confesso que a vontade de ficar perambulando na cidade foi bem pequena, por isso não cheguei a conhecer o Centro Cultural de Chicago. Uma pena. Quem sabe voltando no verão, consigo curtir música por lá.

    • Analuiza Carvalho 09/09/2020 em 12:07 - Responder

      Bacana essa coisa de ter uma trilha sonora para cada viagem. Deve deixar tudo mais intenso e marcante! Se eu passei MUITO frio no outono, nem espero conhecer essa cidade no inverno! rsrsr Se voltar Leo, visite o Centro Cultural de Chicago. Vale muito a visita! 🙂

  2. VICTORIA M FARINA 04/09/2020 em 16:46 - Responder

    Chicago é cheia de surpresas, não é? Não sabia que tinha o Chicago Cultural center e nem que tinha tanta coisa interessante para ver! Adorei a dica de viagem e quando for aos EUA cada vez mais tenho vontade de visitar Chicago.

    • Analuiza Carvalho 09/09/2020 em 12:23 - Responder

      Chicago me conquistou à primeira vista. Os dias foram passando, fui visitando lugares e gostando cada vez mais. Essa visita ao Cultural Center, onde nos deparamos com esse show incrível de Blues foi desses momentos marcantes. É preciso tempo para se estar nas cidades. Assim, podemos desfrutar de lugares e situações assim! 🙂

  3. Vanessa Orfao 09/09/2020 em 11:05 - Responder

    Tem coisa melhor que viajar, curtir a cultura local e ouvir música? Acho que não!!! Seu post está muito bem escrito e tem lindas fotos. Parabéns!!! Nunca fui para Chicago e sem dúvida, será uma ótima pedida realizar esse tipo de passeio.

    • Analuiza Carvalho 09/09/2020 em 12:39 - Responder

      oi Vanessa! Foi uma visita muito legal mesmo e ainda fomos premiados com esse show! Visitar o Centro Cultural é uma das boas atrações dessa Chicago tão sensacional! Fico feliz em saber que você gostou! 🙂 bjus

  4. Maria C 11/09/2020 em 01:42 - Responder

    Que relato bonito sobre sua experiência no Chicago Cultural Center. Apesar de toda a atmosfera, certamente a música teve lugar de destaque. O poder dos acordes é incontestável! Amei o relato do casal de idosos.

    • Analuiza Carvalho 11/09/2020 em 10:31 - Responder

      Ah, Maria!!! Aquela música tocou nossa alma, nossos corações. Foi intenso, foi lindo, foi inesquecível! 🙂

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.