Museu Oscar Niemeyer CAFÉ

Eu vou à Curitiba com certa frequência. Tenho amigos queridos na cidade. Já me sinto em casa, sempre que estou lá. Habitualmente em minhas visitas, faça chuva ou faça sol, eu não deixo de ir a determinados lugares. Um deles é o Museu Oscar Niemeyer Café.

Eu gosto de tudo nesse lugar: do ambiente bem decorado que nos permite vista externa, tanto do vão de fora no Museu, com belas obras de arte, como para o verde que o circunda.

Adoro tomar um expresso ristretto ali, sem pressa, olhando o movimento. Eu me sinto muito bem em ambientes de arte! Em nossa última visita estávamos tão confortáveis ali, que resolvemos experimentar o cardápio. O MON Café não nos decepcionou!

Descubra outro de meus lugares preferidos em Curitiba:

+ Saboreando um bom café

O Museu Oscar Niemeyer Café

MON Café

MON Café

Museu Oscar Niemeyer Café

Salada de legumes da estação

Museu Oscar Niemeyer Café

Croque Sinhá

Escolhemos salada de legumes da estação assados lentamente com grão de bico marinado, mix de folhas verdes com pão tostado com ricota da casa (R$21,50). Devo dizer que estava delicioso. O pão era especialmente gostoso. Ouvi dizer que esse sabor todo se deve ao fato da fermentação do pão ser natural.

Outro prato escolhido foi o Croque Sinhá: brioche, queijo coalho, presunto, molho bechamel e ovo poché (R$22,00) Acompanha salada com pesto de castanha do Pará. Estava saboroso também.

O interior do MON

Museu Oscar Niemeyer Café

Uma das salas do MON

Museu Oscar Niemeyer Café

MON – obra de Anita Malfati: “Saleta de Descanso” de 1925

Depois de passarmos no MON Café, sempre damos uma voltinha pela loja do museu que fica ao lado da cafeteria e tem objetos lindos (e caros) com a marca do MON.

Nem sempre entramos no museu. Depende muito do tempo disponível e das exposições apresentadas. Eu já tive o imenso prazer de ver maravilhosas obras de arte, criações de artistas diversos e fantásticos apresentadas no MON.

Perco-me entre seus diversos ambientes. São dez salas de exibição, mais o olho, com exposições temporárias e permanentes, com temas variados. O ambiente é frio,  até pouco acolhedor, eu diria, mas que faz todo sentido, uma vez que as obras são as estrelas máximas do MON. Este museu cabe em muitos gostos.

O Museu Oscar Niemeyer já foi escolhido como um dos mais bonitos do mundo e até apareceu em matéria internacional como um dos dez espetaculares museus do planeta.

“Quando se contempla uma obra, mesmo que não se saiba, abrem – se dimensões silenciosas em que artista e espectador se encontram. É um encontro subjetivo.”

Chanceler Airton Queiroz.

A última vez em que lá estivemos, eu gostei muito de alguns artistas cujas obras ainda não havia experimentado, como Valdir Cruz que me apresentou um Brasil que não conheço e Alfredo Andersen e sua forte sensibilidade. O MON é um dos melhores museus brasucas em minha opinião.

Isso sem contar que reencontrei artistas como Anita Malfati (1189 – 1964), talento nosso, que eu tanto gosto.

A face externa do MON

Museu Oscar Niemeyer Café

O famoso olho de Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyer é, com certeza um dos principais pontos turísticos de Curitiba, mesmo para que não é tão aficionado por arte, pois o seu famoso olho, que inclusive o apelida como Museu do Olho, é uma obra magnífica de nosso grande arquiteto Oscar Niemeyer. Eu acho esse lugar puro charme além de nos lembrar de que o Brasil é sim capaz de produzir gênios!

Cada vez que eu o vejo, parece a primeira. Sempre fico surpresa com a realidade daquela obra. Quem visita o museu, pode andar por dentro do olho, mas confesso preferir vê-lo em toda a sua magnitude pelo lado de fora.

Horário de funcionamento (Museu e Café):

Terça a Domingo: das 10h às 18h

Museu Oscar Niemeyer:

Venda de ingressos e acesso às salas de exposição até 17h30

Preços:
R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia-entrada para professores e estudantes com identificação, doadores de sangue, pessoas com necessidades especiais)

Entrada gratuita, mediante apresentação de documento comprovatório: menores de 12 anos, maiores de 60 anos, grupos pré-agendados de estudantes de escolas públicas do ensino médio e fundamental, guias turísticos acompanhados de grupos, jornalistas, taxistas credenciados à URBS, membros da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP), membros do International Council of Museums (ICOM).

O pagamento pode ser realizado em dinheiro, cartão de débito ou crédito e Vale-Cultura.

Dias e horários especiais:

Quarta gratuita

Toda quarta-feira, entrada franca das 10h às 18h, com programação especial.

Quinta com horário estendido

Toda primeira quinta-feira do mês, das 10h às 20h.  A partir das 18h a entrada é gratuita para todos os visitantes. Distribuição de ingressos e acesso às salas expositivas até 19h30.

O museu estará fechado nas seguintes datas:

  • Todas as segundas-feiras
  • 01 de Janeiro (Confraternização Universal)
  • Sexta-feira Santa
  • 24 de Dezembro após as 15h (Véspera de Natal)
  • 25 de Dezembro (Natal)
  • 31 de Dezembro após as 15h (Véspera de Ano Novo)

Lembrando sempre de conferir os calendários, pois tudo pode mudar.

Este texto não é resultado de nenhuma troca ou parceria, sendo ao contrário produto de nossas escolhas e gostos pessoais. 

Gostou desse texto?! Salve-o em seu Pinterest

O Museu Oscar Niemeyer Café tem um ambiente muito agradável, abrigado no vão de um dos melhores museus do Brasil, com ótimo café e muito bom cardápio, em Curitiba.

By |2018-03-07T01:06:29+00:0026/07/2017|Categories: Curitiba|Tags: , |20 Comentários

20 Comments

  1. Nana me leva 27/07/2017 em 10:59 - Responder

    Que legal! Ainda não conheço Curitiba, mas já sei um programa legal quando for 🙂

  2. Sonia 27/07/2017 em 17:29 - Responder

    quando eu fui acabei só comendo um salgado, agora que eu já sei que tem esses pratos quero encher a cabeça de arte e a pança! haha

    • Analuiza Carvalho 27/07/2017 em 19:15 - Responder

      Duas coisas maravilhosas hein, Sonia?! Alimentar o corpo e a alma! O MON é ótimo para isso! rsrsrs

  3. Mapa na Mão 27/07/2017 em 21:16 - Responder

    Gostei. Já fomos a Curitiba algumas vezes, mas já faz um tempinho que não aparecemos por lá. Nunca fomos a este museu, mas tenho muita vontade. Gostei das informações e da saladinha básica do café. Beijos.

  4. Ruthia 28/07/2017 em 03:50 - Responder

    É o cartão postal da cidade. Felizmente, desta vez, não é daqueles cartões postais que passamos apenas para registar num clique e seguimos adiante. Que privilégio poder desfrutar desse lugar regularmente, apreciar esse pratos delicados e ainda conhecer novos artistas, tudo embrulhado num olho projetado por um génio. Sou fã do Niemeyer.
    Beijinho Analuiza.

    • Analuiza Carvalho 31/07/2017 em 12:14 - Responder

      Eu não poderia ter descrito o que é estar no MON de maneira mais exata Ruthia! Obrigada por deixar aqui sua poesia e olhar sensível sobre todas as coisas! 🙂 bjus

  5. maytescaravelli 28/07/2017 em 04:39 - Responder

    Caraca, sério mesmo que o um dos dez espetaculares museus do planeta fica na minha terra e eu não conheço? Que vergonha! Sim, eu aprendi a valorizar o Brasil só depois que eu fui embora do país, não me orgulho de falar isso, mas sempre falo pq sei que a maioria é assim e precisamos mudar isso!

    Eu já fui para Curitiba algumas vezes, a maioria delas a trabalho e o turismo sempre ficou em segundo plano, quando consegui fazer turismo na cidade o Museu Oscar Niemeyer não entrou nos planos, mas percebo que perdi muita coisa.

    Mas acredito que tudo tem o momento certo, hoje com outra cabeça terei uma visão completamente diferente desse lugar! Será que falta muito para eu voltar para Curitiba? =D

    • Analuiza Carvalho 29/07/2017 em 21:44 - Responder

      oi Maytê… verdade! Tudo tem seu tempo e um dia você voltará a Curitiba, com outro olhar e poderá aproveitar muito mais esta cidade fofa. 🙂

  6. Laís 28/07/2017 em 13:26 - Responder

    Ana, que maravilha ler seu post, particularmente sou apaixonada por Curitiba e se não fosse pelo frio da cidade, gostaria de morar lá! Rsrss. Excelente seu post, já fui algumas vezes no MON mas ainda não experimentei o café, vai ficar anotado pra próxima visita =) Bjs

    • Analuiza Carvalho 29/07/2017 em 20:18 - Responder

      oi Laís, eu tb adoro Curitiba e sempre passo dias ótimos lá. Quando voltar ao MON passe no Café que é uma delícia. 🙂

  7. Patricia Zaina 28/07/2017 em 15:30 - Responder

    Que encanto de post, estive uma vez em Curitiba e desconhecia este Museu e ao Mon Café. Adorei a dica do prato no café e vistas entorno. Lendo seu texto tive a sensação de estar no passeio com vocês. 🙂 Obrigada por compartilhar! Abçs

    • Analuiza Carvalho 29/07/2017 em 20:16 - Responder

      oi Patrícia… adoro quando consigo levar as pessoas comigo em passeios e sensações. O MON é um dos lugares mais legais de Curitiba e vale muito a visita! 🙂 bj

  8. Flávio Borges 28/07/2017 em 21:28 - Responder

    Olá Analuiza! Toda vez que passo por aqui encontro uma dica de passeio super interessante.
    Já passei por Curitiba, mas nunca pude aproveitar a cidade. Da próxima vez, me esforçarei para poder ficar um pouco na cidade e curtir um tempinho neste Museu também!

    Abraços

    • Analuiza Carvalho 29/07/2017 em 20:14 - Responder

      oi Flávio… obrigada por me deixar saber que o EPM é útil e sempre deixa dicas boas para outros viajantes. 🙂 Faça isso: aproveite Curitiba que é uma graça de cidade e o MON um dos lugares mais bacanas de lá. 🙂

  9. Turisteiro 28/07/2017 em 22:50 - Responder

    Adorei Curitiba e esse Museu é um dos pontos altos da cidade. Sem dúvida, uma ótima dica!
    Abs

  10. Lulu Freitas 30/07/2017 em 11:44 - Responder

    Vontade de voltar em Curitiba só para conhecer esse museu. O visual é lindo. Adorei a dica do Café.

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.