MERCADO do Porto de Montevidéu: um bom lugar para ALMOÇAR

Eu adoro mercados. Não importa que eles sejam fechados, de rua, de frutas ou de pulgas, tradicionais ou mais alternativos. Seja para almoçar, para comprar jantar ou somente para conhecer produtos locais, sempre que tenho oportunidade eu perambulo pelos mercados. Assim que, sempre que estou em Montevidéu, almoço no Mercado do Porto.

Há quem diga que por ser um lugar para turistas não vale à pena almoçar por lá. Eu discordo! Adoro o animado mercado da capital uruguaia. Talvez por não me importar de frequentar lugares tipicamente turísticos.

O que eu busco em um lugar é a qualidade e características que atendam às minhas expectativas e foi isso que encontrei por lá. Sendo assim, acho mesmo o Mercado do Porto uma delícia para almoçar.

O Mercado do Porto

Mercado do Porto

Mercado do Porto – fachada

A estrutura metálica foi montada como um jogo de quebra-cabeças em fins do século XIX.  Ele me lembra vagamente uma estação de trem. Quiça por isso, além do aroma constante de carne, eu goste tanto do Mercado do Porto.

Ponto negativo: a abordagem dos garçons à medida que percorremos os corredores. Me incomoda sobremaneira!

Ponto positivo: podemos ver as grelhas onde as carnes e verduras são assadas, o que enche o lugar com o aroma do preparo da comida e encanta os olhos com o colorido do alimento.

Sentar nos balcões é um clássico, mas para um pouco mais de conforto e menos fumaça nos cabelos, uma boa mesa é melhor.

Minhas experiências

Repleto de restaurantes eu já experimentei 4 deles.

El Palenque

Mercado do Porto

El Palenque: vinho tannat e brasero vegetariano

Foi uma das melhores refeições que fiz na cidade.  O atendimento foi impecável. Sentamos na varanda para observar a rua. A comida estava divina!

Nossas escolhas:

 cubiertos $80.00;

água sem gás $80.00;

morcilla salada (salgada) $90.00;

brasero de vegetales – $380.00 /2 pessoas;

baby beef $500.00/1 pessoa. Pedimos um para casa. Podemos escolher entre fritas, arroz ou salada para acompanhar.

Vinho da uva tannat, típica do país: $400.00;

La Chacra del Puerto

Mercado do Porto

La Chacra del Puerto

No cardápio carnes por $291.00, peixes por $280.00 e arroz de mexilhão por $330.00. Eu comi um arroz de mexilhões que estava maravilhoso!  Além disso, era enorme. Duas pessoas o comeriam facilmente!

Os garçons foram muito gentis e puxaram assunto conosco em diversos momentos. Um deles disse que conhecia a Bahia. Outro ficou cerca de meia hora conversando com Léo sobre futebol.

Sobre o balcão estão penduradas bandeiras de times de futebol dadas por torcedores-clientes. De times brasileiros havia do Botafogo do Rio, do Vitorinha da Bahia e do Palmeiras de São Paulo.

Roldós

Roldós

O balcão do Roldós

Provolone recheado

Brasero vegetariano – delicioso

Baby-beef com verduras do brasero vegetariano: tomates, batatas, berinjelas, entre outros

Talvez este seja um dos restaurantes mais tradicionais do Mercado do Porto. Está ali desde 1886!

Nós tivemos aqui um excelente almoço! O atendimento foi mais simpático que eficiente, mas não chegou a ser ruim. Em favor deles, o local estava lotado.

Nossas escolhas foram: provolone recheado $390 e morcilla salada $120, como entrada.

Brasero Vegetariano $990 – comemos 4 pessoas e ainda sobrou. Verduras variadas: berinjelas, tomates, batata doce, cebola, entre outros.

As carnes foram: bife vacio para 2 ($890) e baby-beef ($690) para 1 pessoa. Podemos escolher entre fritas, arroz ou salada para acompanhar.

Uma curiosidade: aqui eles não perguntaram o ponto da carne. O dono nos explicou que o ponto ideal é sempre o jugoso (mal passado). Qualquer coisa diferente disso, o cliente deve pedir.

Pedimos ainda uma botella de medio y medio ($250) e uma garrafa de tannat da bodega Los Cerros de San Juan ($650).

Não nos cobraram o cubierto.

El Peregrino

Mercado do Porto

El Peregrino – salão dos comensais

Mercado do Porto

El Peregrino – onde as carnes são feitas

Mercado do Porto

Brasero completo para 2 – carnes e entranhas

Mercado do Porto

Peras al tannat com sorvete de canela e café

Mercado do Porto

Vinho Maderos de uva tannat da bodega Los Cerros de San Juan – um dos vinhos mais interessantes e surpreendentes que provei nos últimos tempos

Esta foi uma experiência um pouco desagradável.

Foi sugestão do taxista, sinal de que nem sempre uma indicação local é boa.

O funcionário do El Peregrino que nos abordou me disse que havia brasero vegetariano (amo), pois era o que gostaria de almoçar naquele dia. Confiamos e entramos. Não havia e me senti enganada, sentimento amargo.

Não fomos embora, pois estávamos acompanhados de um casal de amigos com mais de 70 anos que já estavam cansados e andar e com fome.

O atendimento foi eficiente e no quesito simpatia, apenas mediano.

Nossas escolhas:

Cubiertos: $85 cada;

Paella para 2, mas que comeriam 4 com folga. Estava bem gostosa.

Brasero para 2: aqui vem carnes e as entranhas da vaca. Eu só como as carnes tradicionais, mas Léo gosta de tudo. Para quem não curte, melhor pedir as carnes individuais como fizemos no Roldós. A quantidade é muito grande.

Vegetais salteados: $220 – sem graça

Dois vinhos da uva tannat: Juan Carrau Reserva ($490) e Maderos da bodega Los Cerros de San Juan($690), um dos vinhos mais interessantes e surpreendentes que bebi nos últimos tempos.

De sobremesa: peras al tannat com sorvete de canela ($60), delicioso!

Café: podia ser expresso ($110) da marca italiana Illy ou coado ($60).

Informações adicionais:

  • Nos dois primeiros restaurantes eu estive respectivamente em 2011 e 2010. Os dois últimos recentemente em 2017.
  • Bebidas tradicionais: vinhos da uva tannat, cerveja Patricia e o medio y medio – mistura de espumante com vinho branco, já engarrafado desse jeito.
  • Chegamos ao Mercado do Porto de táxi. Fomos aconselhados a não caminhar muito por aquela área por conta de assalto. Em todas as vezes em que lá estivemos era fim de semana.
  • É praxe o garçom deixar na mesa o cubierto (couvert), mesmo que não solicitemos. Custa em médias 85 pesos uruguaios por pessoa e geralmente é composto por pão com algum acompanhamento discreto como maionese temperada. Quem não o desejar, deve avisar e pedir que o leve de volta.
  • A melhor forma de pagamento é o cartão de crédito internacional, pois turistas recebem de volta o imposto que corresponde a 18% mais ou menos. Pergunte sempre, pois as regras mudam constantemente.
  • Para saber os valores aproximados em reais citados neste texto, divida por 10.

Conheça outros mercados pelo mundo:

+ Florença;

+ Kyoto;

+ Suíça

Gostou desse texto?! Muito?! Saboroso né?! Guarde-o em seu Pinterest! 

 

 

O Mercado do Porto em Montevidéu no Uruguai está repleto de restaurantes com ótimas opções para carnívoros, amantes dos frutos do mar e vegetarianos, além de boa seleção de vinhos tannat.

By |2018-03-07T01:06:11+00:0030/08/2017|Categories: Uruguai|Tags: , |4 Comentários

4 Comments

  1. Aurélio 08/09/2017 em 10:58 - Responder

    Também já almocei no Mercado de Montevideu e onde fui iniciado no vinho da casta Tannat. Passou a ser uns dos meus vinhos preferidos.
    Também bebi o medio-medio, mas não fiquei fã.
    Existe uma quinta a norte de Lisboa que plantou uma vinha com a casta Tannat mas ainda não provei.
    Tannat era o deus da morte, o que implica que este vinho dá vida aos mortos?
    Em Espanha as casas mortuárias chamam-se Tanatórios.

    • Analuiza Carvalho 21/09/2017 em 07:54 - Responder

      Oi Aurélio… Eu não sabia sobre o deus da morte! Eu não sei se o vinho uruguaio dá vida aos mortos, mas que dá muita vida, prazer e alegria, ah, isso dá sim! rsrsrsrs O tannat também é um de meus vinhos favoritos! 🙂

      Quando voltar a Portugal, vou tentar experimentar o tannat português!

      Também não gostei do medio-medio, pois não gosto de espumante e afins.
      bjs

  2. Klécia Cassemiro 29/09/2017 em 11:23 - Responder

    Adoro esse mercado, e adoro especialmente a parrilla uruguaia! Já provei o El Palanque, e foi da mesma forma uma das minhas melhores experiências gastronômicas no Uruguai! Que vontade de voltar para o pequeno país mais querido <3

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.