Mais uma vez MADRI – a capital da ESPANHA revisitada

Mais uma vez Madri! Cá estamos nós, em terceira visita à capital espanhola. Não pensei que voltaria um dia àquela que tinha sido uma das minhas frustrações de destinos. Mas, eis que, mais uma vez Madri. Cá estamos nós com transformados olhos, outra visão do mundo, uma bagagem de viagens bem mais gorda, carregada de muitas outras experiências desde que visitamos a cidade pela última vez.

Cada uma de nossas visitas à Madri está carregada de distintas, marcantes e mesmo inesquecíveis memórias. De risos e aprendizados. De decepções e amores: finitos e infinitos também. Cada temporada, como costuma ser aliás em quase tudo que vivemos, foi única, independente, cheia de suas próprias histórias.

Madri é uma cidade muito cultural, fácil de se estar, de se locomover. Ela pode caber em muitos bolsos e muitos gostos. Museus fantásticos e lindas igrejas. Restaurantes, bares, parques e praças, a vida ao ar livre pode ser animada e intensa. Cafeterias e livrarias. Histórias, muitas e variadas histórias cercam esta bonita cidade. Um destino atraente. Ou não. Tudo depende do olhar de cada viajante!

Mais uma vez Madri!

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Fim do dia em Madri

Mais uma vez Madri! Inesperadamente, mais uma vez Madri!

Cá estamos nós, de novo, na capital espanhola. O que nos trouxe até aqui desta feita, foi a final da Champions League. Nesta recente visita, como já tínhamos conhecido muito dela em ocasiões anteriores, decidimos explorar mais a atmosfera da cidade, sem muitos planos definidos, sem rotas marcadas, permitindo que a cidade desta vez pudesse nos surpreender.

Resolvemos permitir ampliar nossa capacidade perceptiva e simplesmente estar em Madri. Sem expectativas, sem diálogos, apenas em estados observativos e silenciosos. Fui então, seduzida. Não arrebatadoramente. Não irrevogavelmente. Não definitivamente. Não intensamente. Sim, conquistada.

Mais uma vez Madri! Mas, uma Madri percebida e explorada de outras maneiras.

Os dias em Madri

Foram dias alegres e quentes os que passamos na cidade. Revisitamos o Thyssen-Bornemiza com seu pequeno, mas excelente acervo, voltamos a dois mercados, velhos conhecidos – o tradicional San Miguel e o charmoso San Antón – e conhecemos um outro – San Fernando, para variadas experiências em cada um deles. Perambulamos por suas ruas, praças, parques, mercados e igrejas. Sem pressa. Sem pressa alguma!

Fiz inesquecíveis treinos de corrida! Tomamos um incrível banho árabe! Vimos a final da Champions League!

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Gran VÍa em Madri – onde bate forte o coração da capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Fiz três treinos de corrida inesquecíveis em Madri, ambos passando pela Gran Vía

A Gastronomia em Madri

Bebemos excelentes cafés e tomamos ótimos vinhos. Infelizmente, contudo, a gastronomia madrileña e eu não nos entendemos no passado e isso não mudou. Gorda, pesada e sem sabor. Assim é para mim a comida na capital. Nas duas primeiras ocasiões em que lá estive eu ainda comia carne e mesmo assim eu sofri para encontrar algo que agradasse minimamente meu paladar. Vivi basicamente de 100 Montaditos!

Agora, lacto-vegetariana em transição (talvez) para o vegetarianismo, sofri ainda mais! Madri para vegetarianos é uma terra de dificuldades. Em muitas refeições tudo o que tinha para mim era vagem e pão. Algumas vezes tive que comer ovos, que já havia retirado de minha alimentação há algum tempo. Era assim ou ficar com fome. Meus instintos primitivos de autopreservação falaram mais alto. Emagreci.

Raros foram os momentos em que encontrei alguma coisa lacto-vegetariana próxima a uma refeição e com sabor. Nestes momentos eu era a mais pura gratidão.

Em todos os lugares que nós almoçamos ou jantamos, os garçons foram absoluta e absurdamente gentis e se esforçaram imensamente para adaptar ou até mesmo fazer alguma coisa que eu pudesse comer. Nunca me abandonaram sem tentar várias possibilidades. O problema é que a comida em Madri é essencialmente com carne e gordura.

Mais uma vez Madri! Mais uma vez eu sofri com sua gastronomia!

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Uma das poucas refeições deliciosas que encontrei em Madri: burger vegano de grão de bico

O verão, a cidade e os amigos

Coincidentemente sempre estivemos na cidade durante o verão. Justo eu, que não sou nada amiga do calor. Os dias por lá nesta época do ano são bem quentes. Eles nascem frios e a temperatura vai subindo, deixando os dias desagradavelmente quentes e por vezes sufocantes. Duas vezes estivemos por lá no mês de setembro. A última, em Junho.

Em compensação, os dias são mais longos. Lembro de começar a correr às 7 horas, quando então a manhã ia despontando, clareando tudo, iluminando ruas e edifícios. O dia se prolongava até 21:30, 22:00 quando a noite invadia a cidade e as luzes artificias se acendiam, mudando todo o clima, os sons e a cadência local.

Curiosamente, já que Leo e eu costumamos viajar sozinhos, sempre estivemos com amigos em Madri. Na primeira ocasião encontramos por lá com Diógenes e Marcelo. Risos garantidos. Na segunda, com Nanda, sinônimo de acolhimento e prolongada ótima conversa. Na terceira, Jorge e Nilda foram nossos companheiros de viagem e garantimos maravilhosas memórias.

Jorge e Nilda – amigos e companheiros de viagem

O casamento de meu amigo

O casamento de um amigo meio mexicano, meio americano com uma sul coreana em Málaga, no sul do país, foi o que nos levou a visitar a Espanha pela primeira vez. A fascinante Andaluzia entrou naturalmente no roteiro e como o voo chegava e partia de Madri, ficamos uma semana na cidade.

Apesar do espetacular Museu do Prado, do incrível Museu Thyssen-Bornemiza, da sensacional Casa de Lope de Vega e do emocionante Convento das Reales Descalzas. Apesar de tanta coisa cultural incrível que vimos na cidade e de sua história antiga e forte, eu não me apaixonei por Madri como eu esperava. Careço de uma explicação definitiva que elucide esta falta de amor pela cidade espanhola.

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Nós em Madri – primeira vez na cidade

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Em Málaga, no casório do amigo

A Rússia nos levou à Madri

A Rússia nos levou à Madri pela segunda vez. A caminho de Moscou, tínhamos uma longa conexão na cidade espanhola e então resolvemos que valia à pena perambular por ela. Assim, pegamos o metrô no aeroporto Madrid-Barajas e seguimos para o centro de Madri.

Lembro que o calor estava acachapante. Tomamos café da manhã nos arredores da Calle Fuencarral, um dos meus locais favoritos por lá, numa cafeteria chamada Elcano. Fuçamos aí uma maravilhosa galeria com designers alternativos que infelizmente já não existe mais. Visitamos o ótimo Museo del Romanticismo e comemos tapas no recém-inaugurado San Antón. O fim de tarde foi na casa de uma amiga, Nanda, para conversas e happy hour.

Madri, então, continuou a não conseguir me cativar.

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Café da manhã no Elcano – tostada com molho de tomate (bem tradicional) e chá

Mais um vez Madri!

Mais uma vez Madri! Voltamos então para assistirmos a final da Champions League – Liverpool (vencedor) x Tottenham, porque tanto Leo quanto eu, adoramos futebol e estádios de futebol. Este reencontro com Madri nos proporcionou momentos agradáveis e novas experiências. A capital da Espanha, ainda, não entrou na minha lista de cidades favoritas, mas se tiver oportunidade eu volto um dia.

Volto sim, para rever o Prado, Lope de Vega e ver Sorolla. Para mais café, vinho e quem sabe ser surpreendida com uma nova cozinha. Para perambular novamente por seus bairros alternativos e ser feliz, assim, me permitindo só e somente só, estar na cidade. Quiçá até, quem sabe, correr uma meia maratona por lá, sentindo Madri de outra maneira, do jeito que só as corridas permitem. Acho que talvez aí, talvez, Madri me conquiste definitivamente!

Mais uma vez Madri. Agora, conseguimos nos entender um pouco mais!

Mais uma vez Madri

Quer conhecer um clássico de Madri?! Então clica nos links bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

 A cervejaria 100 Montaditos

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitter e Trip Advisor

Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem              Mais uma vez Madri – novas experiências e novas vivências na capital da #Espanha. #Madri #Madrid #espiandopelomundo #viajantesempressa #ruas #viagem

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de GenebraMais uma vez Madri, Espanha ficará guardado em seu perfil no  Pinterest🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

Mais uma vez Madri, Espanha

Se você, meu caro viajante, gostou de conhecer comigo Madri na Espanha, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2019-08-06T10:43:53+00:0006/08/2019|Categories: Espanha, Europa, Madri|Tags: , |2 Comentários

2 Comments

  1. Angela C S Anna 29/08/2019 em 13:18 - Responder

    notei essa dificuldade na alimentação em madri, poucos eram os lugares que não tinham carne no menu. até nos pintxos e tapas tinha carne ou queijo, imagino o quanto deve ser complicado!

    • Analuiza Carvalho 29/08/2019 em 15:30 - Responder

      Oi Angela… pois foi sim, bem complicado. Uma região difícil, mas tem sim alguns lugares com opções vegetarianas/veganas, mas como não estava sozinha, tive que me virar como pude, às vezes dando graças por ter vagem e pão para comer. rsrsrs bjus

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.