Demasiados HÉROES

O livro Demasiados Héroes da colombiana Laura Restrepo, conta a história de Lorenza, Forcás e o filho dos dois, Mateo.

Buenos Aires, cidade onde se passa parte da história do livro, nos carrega pela busca ansiosa e apavorada de Mateo pelos ecos de um passado que lhe pertence, mas que não foi ele quem o escreveu.

Mãe e filho saem de Bogotá para que Mateo possa domar estes fantasmas, se apoderar deles para então conseguir viver o presente e escrever seu futuro. Fantasia, realidade e imaginação são elementos deste passado que Mateo quer (ou precisa?) visitar para se empoderar de sua vida e tirá-la das mãos de outras pessoas.

De seu mundo de sonhos e pesadelos, inclusive.

Colômbia X Argentina

Demasiados Héroes

Neste intercâmbio, Colômbia X Argentina, dois países que ocupam lugares cativos em meu coração, por razões variadas e diversas, onde Restreppo traça um paralelo através das militâncias de Lorenza e Forcás, percebemos as diferenças culturais e linguísticas entre eles, que ao invés de afastar, une, fortalecendo e estreitando relações com muita naturalidade e alguma pilhéria.

Mateo me aborreceu em vários momentos de sua trajetória, assim como a benevolência e paciência de Lorenza, apesar de ser absolutamente compreensível a sua insegurança, irritabilidade e medo diante daquele pai de sombras, que sumiu no mundo e que ele conhecia apenas através das histórias de sua mãe, de seus sonhos e desejos.

Um pouco sobre lugares

Quando eu busquei a história destes três personagens estava de viagem marcada para a região colombiana de Antioquia e estava sedenta por informações. Aquela não seria minha primeira visita ao país.

O livro Demasiados Héroes não me colocou, com eu pretendia, na região de Antioquia e não me deu nenhuma outra pista sobre aquela região montanhosa e tão interessante, além do que eu já sabia, mas me colocou no contexto colombiano, de uma maneira pálida, é verdade, mas que sempre ajuda de uma maneira ou de outra a entendermos um pouco sobre lugares.

O livro eu ganhei de um casal de amigos: ela colombiana e ele argentino. Quando os visitamos o intercâmbio cultural é sempre forte, seja de momentos passados ou atuais da trajetória de cada um dos dois países, seja pela comida que compartilhamos em sua casa, um pouco de cada uma de suas raízes ou pelo divertido momento em que cada um deles me diz em seu respectivo espanhol como se fala esta ou aquela palavra e o acento concernente a cada origem.

Muito os une. Muito os torna distintos.

Demasiados Héroes

Autor: Laura Restrepo (Colômbia)

Editora: Alfaguara

Números de Páginas: 260

Venha espiar este mundão lindo comigo:

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil no Pinterest

Clicando na imagem abaixo o livro Demasiados Héroes ficará guardado em seu Pinterest! 🙂 

A história do resgate do passado de Mateo. O cenário é a cidade de #Buenosaires #Argentina e tem como pano de fundo parte da história do país, bem como da #Colômbia. #literatura #livros #Demasiadosheroes #laurarestrepo

By |2018-03-07T01:05:42+00:0011/11/2017|Categories: O Mundo nos Livros|Tags: , |2 Comentários

2 Comments

  1. Klécia Cassemiro 13/11/2017 em 17:40 - Responder

    Achei tão engraçado você ter ganhado o livro de um casal da mesma procedência geográfica que o livro te trouxe. Proposital, talvez?
    Eu me empolguei ao ver que a autora era colombiana, mas me desanimei com a história em Buenos Aires. Ainda não tenho livro desse país no Legendi Mundi, mas depois de experiências tao profundas com os países em Argentina e Paraguai, acredito que vou procurar um pouco mais para achar a Colombia pelas letras de uma outra mulher 🙂

    • Analuiza Carvalho 23/11/2017 em 06:59 - Responder

      Em minhas andanças pelo mundo da literatura eu achei este livro e coincidiu com a época que estes amigos queridos vinham ao Brasil, então eles me presentearam com Demasiados Héroes. 🙂

      Eu também preferia que a história se passasse em Bogotá, mas de qualquer maneira foi uma trajetória interessante a de Mateo e me ensinou um pouco mais sobre estes dois países que eu tanto amo! 🙂 bjus

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.