INSTITUTO Moreira Salles em SÃO PAULO

Localizado na icônica Avenida Paulista, o Instituto Moreira Salles em São Paulo funciona num bonito edifício e abriga exposições temporárias. O visitamos em um dia de Dezembro, com o ano já em ritmo de despedida, onde passamos algumas horas deliciosas.

Este endereço foi inaugurado em Setembro de 2017. O prédio de 7 andares abraça conceitos sustentáveis.

                  “Além das áreas para exposições, com mais de 1200 metros quadrados, o IMS Paulista conta também com um cineteatro – onde acontecem mostras de filmes, eventos musicais, seminários e debates –, uma biblioteca de fotografia, salas de aula, a loja/livraria IMS por Travessa e o café-restaurante Balaio.”. – diz o site do Instituto Moreira Salles em São Paulo.

Adentrando o Instituto Moreira Salles em São Paulo

Instituto Moreira Salles em São Paulo

A escada de acesso ao Instituto Moreira Salles – a biblioteca no topo

Chegamos e subimos as escadas rolantes. No primeiro pavimento vimos a linda biblioteca, com acesso irrestrito, com muitos livros sobre fotografia.

Não entramos, mas um amigo, fofo, que possui a fotografia como hobby disse que constantemente faz pesquisas ali.

No segundo piso, a recepção, um vão com vista para a Avenida Paulista, onde inúmeras pessoas tiravam fotos, uma pequena livraria com títulos ótimos a preços razoáveis e uma cafeteria.

Instituto Moreira Salles em São Paulo

A livraria com a recepção ao lado

Instituto Moreira Salles em São Paulo

A vista para a Paulista desde o vão de convivência

Tomando um café no Instituto Moreira Salles em São Paulo

A área de convivência do Moreira Salles é muito agradável. Pessoas circulavam pelo espaço, mas o silêncio foi respeitado. Nós fuçamos os diversos e variados livros.  Folheamos, namoramos e desejamos.

Eu ganhei de presente de uma amiga que nos acompanhou ao Instituto Moreira Salles em São Paulo um livro de Clarice Lispector intitulado Felicidade Clandestina. Claro que adorei: o presente e a amabilidade.

Instituto Moreira Salles em São Paulo

Degustando meu café e apreciando meu presente: Felicidade Clandestina de Lispector #leiamulheres

Confraternizando em torno de uma mesa com café e livros no Instituto Moreira Salles em São Paulo – bons momentos da vida

Um café e um momento no Instituto Moreira Salles em São Paulo

Paramos para tomar café, apresentar todos os amigos que estavam conosco e puxar o freio de mão para diminuir o ritmo do tempo, com boa conversa e momentos agradáveis.

Todo o staff do Moreira Salles foi gentil, delicado e eficiente.

Em seguida fomos ver a exposição de Robert Frank: Os Americanos + os livros e os filmes.

Os Americanos + os livros e os filmes do suíço Robert Frank

Instituto Moreira Salles em São Paulo

A exposição de Robert Frank: Os Americanos + os livros e os filmes

A exposição estava excelente: fotografias que mostram o way of life americano da década de 50, muitas delas em momentos íntimos que Frank fotografou em surdina, por isso há ângulos inusitados.

Pessoas imortalizadas em um átimo de tempo.

Pessoas com atitudes cotidianas, provocativas que ajudaram a mudar o mundo. Foto com travestis, de cowboys, enterros, a segregação no sul escravocrata… Não há linearidade nas fotos, não há uma só gente, mas as variadas gentes que compunham os Estados Unidos da década de 1950.

Pegar uma máquina fotográfica e sair pelo mundo fotografando pessoas e seus estilos de vida é um sonho.

Havia um mapa falando de sua rota. A desejei, confesso!

Os livros

Contudo, a parte da exposição que mais me atraiu foi a complementar: dos livros.

Imagens extraordinárias tiradas dos livros de Frank.

Black White and Things.

Um estado de espírito. França, Peru, Inglaterra e tantos outros lugares fotografados por Robert Frank. Amigos. Imagens tão diversas quanto distintas: um mundo inteiro entre o preto e o branco.

Na década de 40, Frank fotografou o Peru e sua gente. Selecionou algumas fotos e enviou para sua mãe na Suíça. Diante daquelas imagens eu só conseguia pensar no impacto que elas devem ter causado na velha senhora – curiosidade e espanto -, naquelas décadas em que a comunicação não era tão farta quanto hoje em dia.

Esta exposição já não está em cartaz no Instituto Moreira Salles em São Paulo, mas se um dia, caríssimo viajante, topar por aí com alguma mostra de Robert Frank, visite!

Sobre Robert Frank

Ele nasceu em 1927 em Zurique na Suíça. É considerado ainda hoje um dos nomes mais importantes da fotografia mundial.

Além de fotógrafo, Frank produziu e dirigiu filmes entre eles o documentário sobre a turnê mundial dos Rolling Stones de 1972 chamado Cocksucker Blues (1979).

Sobre o Instituto

Achei o Instituto Moreira Sales um dos lugares maravilhosos da velha São Paulo. Rapidamente e sem muito esforço virou um de meus locais queridinhos na cidade. Sempre que voltar a Sampa possivelmente vou querer visitar o Moreira Salles.

Infelizmente só conseguimos ver esta exposição. A velha questão do tempo: nos perdemos entre as imagens do Frank e os instantes voaram sem que nos déssemos conta.

De lá, saímos novamente pela Paulista em busca de um lugar para almoçarmos. Não foi fácil, pois neste fim de ano São Paulo, a cidade que nunca dorme, estava preguiçosa nestes dias e ainda dormiu profundamente no último dia do ano velho e no primeiro dia do novo ano.

Informações adicionais

Endereço: Avenida Paulista, 2424

Horários de funcionamento: Terças a domingos e feriados (exceto segundas), das 10h às 20h. As quintas, exceto feriados, das 10h às 22h. Última admissão 30 minutos antes do horário de encerramento.

Entrada gratuita para o centro cultural e exposições.

Consulte a programação: https://ims.com.br/unidade/sao-paulo/

Como chegar de metrô

As estações Consolação (Linha 2 – Verde), na Avenida Paulista, e Paulista (Linha 4 – Amarela), na Rua da Consolação, ficam a menos de 5 minutos a pé do Instituto Moreira Salles em São Paulo.

Nós fomos de metrô e foi muito fácil e tranquilo.

Bilhete: R$3,75 – só vende unitário.

A foto de abertura deste texto foi retirada do site do Instituto Moreira Salles e foi feita pelo Pedro Vannucch.

No Rio de Janeiro também tem uma sede do Instituto Moreira Salles, um espaço lindo. Quem o visitou foi a Klécia que escreve lindamente para o Fui Ser Viajante. Quer viajar com ela pelo IMS carioca?!

Então clica no link bem aqui abaixo!

Cais da Ilha de Genebra

+ Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro

Vamos caminhar pelas ruas de São Paulo?! Então clica no link bem aqui abaixo!

Cais da Ilha de Genebra

+ Pelas ruas de São Paulo

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

O Instituto Moreira Salles em São Paulo abriga exposições temporárias. O lugar é lindo, tem cafeteria, livraria e o acesso é gratuito. Tem como não amar?! #sampa #viajantesempressa #Brasil #viajar #institutomoreirasalles

 

Clicando na imagem ao lado O Instituto Moreira Salles em São Paulo ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

 

 

Se você, meu caro viajante, gostou de conhecer o Instituto Moreira Salles em São Paulo, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2018-03-07T01:05:10+00:0009/01/2018|Categories: Américas, Brasil, São Paulo|Tags: , |2 Comentários

2 Comments

  1. Klecia 09/01/2018 em 20:05 - Responder

    Aninha,
    1) que foto incrivel a de capa! Perfeita para um lugar que respira arte fotográfica;
    2) sempre me pergunto onde te levarei quando vieres ao Rio. Sempre mudo de ideia entre um canto e outro, mas acho que está decidido. vamos ver fotos e tomar um café gostoso no meu IMS – https://www.fuiserviajante.com/gastronomia/emporio-jardim-instituto-moreira-salles/
    3) Não conheço o de SP, ainda! Mas ja posso dizer que quero muito? Lugar incrivel! E Robert Frank, um gênio!

    • Analuiza Carvalho 10/01/2018 em 17:01 - Responder

      Oi Klécia… tenho certeza de que este é um lugar que você vai gostar muito. Acabou de ser inaugurado, então dei muita sorte! rsrs Uma amigo que nos avisou! Já tinha visitado com você o IMS do Rio e já tinha ficado doida de vontade de visitar. Acho uma ótima ideia irmos juntas quando eu estiver ai no Rio! Imagina que delícia! rsrsrs 🙂

      A foto de capa é linda né?! Está no site deles e eu também achei incrível!!!! Autoria de Pedro Vannucch. 🙂 bj

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.