A IGREJA Saint GERMAIN de Genebra

Após deixarmos a Basílica de Notre Dame, seguimos caminhando pelas ruas genebrinas quando nos deparamos, inserida no tecido urbano da cidade velha, a Igreja Saint Germain (Église Saint-Germain de Genève). Esta pequena igreja católica data do século XV.

Ela me chamou a atenção especialmente por seu formato e aspecto rural, com suas paredes caiadas. Construída em estilo gótico, Saint Germain é uma das mais antigas igrejas de Genebra.

Era um domingo, aquele em que estávamos passeando por esta maravilhosa cidade suíça, e aqui e acolá vimos feirinhas de rua, coloridas e aromáticas, montadas em esquinas diversas, com moradores fazendo suas compras.

Um vislumbre prazenteiro do cotidiano local.

O prístino da pequena Saint Germain

Igreja Saint Germain

Igreja Saint Germain

A história da Igreja Saint Germain é rica e tumultuada. Já serviu a muitas funções: templo protestante e armazém de açougueiro. Já foi uma fundição para canhões e cedeu seu espaço interno para reuniões do governo.

No início do século XIX, Napoleão Bonaparte a devolveu aos católicos.

A Igreja Saint Germain foi construída sobre os escombros de uma antiga igreja cristã do século IV, a partir de uma igreja romântica do século XII, renovada no século XIV após um incêndio. O fogo destruiu metade da cidade velha.

No século XX o campanário pegou fogo.

Essa região no prístino genebrino era o quarteirão dos açougueiros e padeiros. A Rue Saint-Germain era conhecida como Rua dos Padeiros.

Era ainda o bairro dos judeus e conta a história que aqui teria existido o primeiro gueto judeu com muros e portões que eram fechados à noite.

Na Igreja Saint Germain aconteceu a primeira pregação protestante de Genebra. O reformador, um dos fundadores da Igreja Reformada, Guillaume Farel (1489 – 1565) palestrou aqui inúmeras vezes. Relatos dizem que sempre de forma veemente e apaixonada.

É bom saber que, estar em Genebra, um dos centros da Reforma Protestante, ocorrida cinco séculos atrás, significa esbarrar a todo instante em lugares representativos deste movimento religioso que tanto impacto causou nos cantões que hoje fazem parte da Suíça.

As religiões sempre estiveram ligadas às trajetórias das populações e por aqui a história não foi diferente.

Somente no século XX estado e igreja finalmente se separam e a pequena e bonita Igreja Saint Germain passa a ser propriedade da Igreja Católica.

Fechada

Igreja Saint Germain

Igreja Saint Germain – detalhes externos

Infelizmente só pudemos apreciar a face externa da Igreja Saint Germain, pois, para minha imensa frustração, ela estava fechada. Para acessar seu interior somente nos horários de missa ou dos concertos gratuitos que acontecem entre aquelas paredes seculares. Estes, contudo, somente no verão.

É Genebra, você está me atiçando ainda mais a voltar qualquer dia desses para mais andanças e descobertas.

Endereço: Rue des Granges 11

Seguimos então caminhando pela cidade, descobrindo sua beleza e seus personagens: antigos e presentes.

Igreja Saint Germain

Caminhando pelas ruas de Genebra, conhecendo-a, sentindo-a…

Venha espiar este mundão lindo comigo:

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil no Pinterest

Se gostaram do texto, compartilhem em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Clicando na imagem abaixo a Igreja Saint Germain ficará guardada em seu Pinterest. 🙂

A #Igreja de Saint Germain é uma das igrejas mais antigas da cidade de #Genebra na #Suíça, é pequenina e muito bonita. #viajante #viajar #viagemestadão #europa

 

By |2018-03-07T01:05:33+00:0026/11/2017|Categories: Genebra|Tags: , |0 Comentários

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.