GUIA prático da Maratona de NOVA YORK

Este é um guia prático da Maratona de Nova York, uma das maiores e mais bem organizadas corridas de rua do mundo! Cheia de particularidades, ela é grande e alguns detalhes devem ser observados de modo que o Maratonista tenha sucesso nesta prova tão especial!

Por Leo, Maratonista de alma!

Corrida de rua

Se você pratica corrida de rua, não pare.

Se você ainda não pratica, comece.

Se você parou de correr, recomece.

E se inscreva no sorteio de vagas para a Maratona de Nova York, corrida que acontece no primeiro domingo de novembro desde 1970.

Por que a inscrição da Maratona de Nova York é feita mediante sorteio

O sorteio é necessário quando existem mais corredores interessados do que vagas. É o que acontece com as World Marathon Majors: Tokyo, Londres, Boston, Chicago, Berlin e Nova York, que costumam ter mais de 300.000 inscritos para cerca de 50.000 vagas.

E mesmo que você não se sinta pronto para correr uma Maratona, se inscreva em NYC, pois haverá tempo hábil para se preparar. As inscrições para o sorteio ocorrem entre janeiro e fevereiro, enquanto o resultado do sorteio é divulgado em março. Além disso, como vou te contar mais para frente, você não precisa ser esse Maratonista todo para correr em NYC…

Comecei a correr no fim de 2009 e fui evoluindo aos poucos, acrescentando cerca de 1km por mês. Em 2011, corri minha primeira meia-maratona e em 2012 comecei a me preparar para a Maratona. Obviamente NYC era opção.

Naquela época, já era difícil ser sorteado na primeira tentativa. Mas a organização da Maratona de NYC garantia sua inscrição na 4ª. tentativa consecutiva caso não fosse sorteado antes. Decidi então me inscrever no sorteio para a Maratona de 2013!

O furacão Sandy

Mas Sandy resolveu atrapalhar meus planos em 2012… os meus e os de uma galera! Explico: Sandy foi o nome do furacão que atingiu os Estados Unidos e causou sérios danos, impedindo a realização da Maratona naquele ano…

Passada a data da prova e recuperados alguns danos, a organização da Maratona pôs fim à vaga garantida após a 3ª. tentativa sem sucesso. Isto é: como não houve Maratona em 2012, todos os inscritos poderiam escolher correr nos anos seguintes. Logo, a organização não teria como garantir vaga para a 4ª. tentativa…

Mas pensei o seguinte: uma hora vai! Então em 2013 me inscrevi pela primeira vez para o sorteio. Foi quando começou a Maratona de NYC para mim…

A inscrição para a Maratona de Nova York – ritual

A inscrição para a Maratona de NYC tem todo um “ritual”, que começa com a criação de um perfil pessoal no ótimo site do New York Road Runners (NYRR), o clube de corredores local. Depois, basta acompanhar o calendário de provas para descobrir quando abrem as inscrições para o sorteio de vagas da Maratona.

Abertas as inscrições, você preenche um formulário e fornece vários dados, dentre eles seu tempo previsto para término da prova e um cartão de crédito para pagamento da inscrição caso você seja sorteado. Aí começa a torcida pelo resultado positivo.

Mesmo que ele não seja positivo – só fui sorteado na 5ª. tentativa –, você já começa a se imaginar correndo pelas pontes, ruas e avenidas de NYC. Por que quase todo corredor que sonha um dia correr uma Maratona já ouviu falar da Maratona de Nova York e de suas estórias…

Quando o resultado é negativo, você se frustra, xinga, acha que é tudo arranjado para ter de contratar uma agência de viagem – existe um grande mercado de turismo para corridas pelo mundo que garante inscrição nas provas – e se entristece. Mas a vida tem de seguir. Então você respira fundo e procura outra prova…

Mas a Maratona de NYC não sai da cabeça. Você pode correr várias provas pelo mundo, mas vai ter sempre NYC como sonho…

Assim foi comigo até março de 2017.

Sorteado para a Maratona de Nova York

Em janeiro de 2017, me inscrevi mais uma vez no sorteio de vagas para a Maratona de NYC. Seria minha 11ª. Maratona, considerando que eu estava inscrito para correr a 10ª. em Genebra, no mês de maio.

Confesso que, 9 Maratonas depois, comecei a não me importar muito com NYC, onde o sorteio de vagas é condição para correr – a não ser que você pague o que cobram as agências de turismo. Poxa, eu já tinha Amsterdam, Barcelona, Omsk, Padova, Rio de Janeiro, Medellín, Florença, Münster e Porto… todas muito especiais para mim, para as quais eu havia me inscrito sem qualquer necessidade de sorteio. Eu já havia corrido provas com muitos corredores, com feiras excelentes, com trajetos bonitos, com torcida animada… será que valia a pena “sofrer” por NYC? O tempo diria.

Eis que numa manhã de março abro a caixa postal do correio eletrônico e vejo dentre as diversas mensagens uma enviada por TCS New York City Marathon cujo assunto era “See You in New York City”!

Aí você para. Respira fundo. Olha em volta. E clica no e-mail…

Lembra daquele programa de TV no qual Silvio Santos dizia “VAMOS ABRIR AS PORTAS DA ESPERANÇA”?! E as portas se abriram.

No corpo do e-mail, uma tela mudava a cada segundo formando a frase:

“It will

free / dare / impress / challenge / excite / suprise / rock / humble / lift / inspire / test / hypnotize / overwhelm / move / motivate / change / reward / welcome / connect / push / unite / challenge

you”.

Logo após, estava escrito:

CONGRATULATIONS, LEONEL!

It’s official: This November, you’ll be running the 2017 TCS New York City Marathon alogside thousands of runners from around the world.

The race will test you. It will excite you. It will surprise you, challenge you, and change you. But most of all, it will move you.

Congrats again from all of us at New York Road Runners. Stay tuned for more details next week.

Então você fica vermelho, azul, branco. Perde o ar. Olha para os lados. Olha para os seus pés. Olha para a tela do computador. Respira fundo. E grita.

5 anos depois da minha primeira inscrição para o sorteio da Maratona de NYC, eu era escolhido. Parecia que ia correr a primeira prova da minha vida. E, como percebi depois, NYC é diferente de tudo; existe o antes e o depois de NYC.

Quando então você volta a respirar e os batimentos cardíacos voltam para perto do normal, você percebe que tem de renovar o visto americano vencido há 25 anos, que tem de comprar passagem, reservar hotel, etc. Mas isso é outra estória.

A Feira da Maratona de Nova York e entrega do kit: eficiência e organização

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na manhã da quinta-feira 2 de novembro, chegamos na Feira ou Expo da Maratona de NYC para retirada do kit de corrida (número de peito + camisa + revista da prova). Parece que todo mundo, das ruas próximas, está indo para o mesmo lugar.

O lugar é imenso e todo decorado com imagens da prova. Comecei a cantar “I want to be a part of it”, trecho de “New York, New York”.

A organização da prova, que desde março enviava diversos e-mails com todas as informações necessárias sobre a Maratona, surpreende ainda mais. São mais de 50.000 kits sendo entregues, mas tudo dura 3min. Você, que já sabe seu número de peito, se dirige ao guichê respectivo, apresenta um documento com foto e recebe o número.

Depois, passa por um local onde 6 voluntários têm camisas da Maratona para você provar o tamanho; escolhido o tamanho, basta passar em outro guichê e pedir sua camisa oficial. Pronto. Você já tem todos os itens necessários para correr. Mas a Feira ainda tem muuuito a oferecer…

Este slideshow necessita de JavaScript.

New Balance – patrocinadora oficial e variados expositores na gigante feira da maratona

Depois desse local, você entra no stand oficial de uma das patrocinadoras da Maratona, onde a New Balance vende centenas de produtos: camisas para treino sem mangas, com mangas curtas ou longas, shorts, bermudas, calças, bonés, tênis, camisetas alusivas à prova… e lá se vão alguns US$…

Escolhidas e pagas algumas camisetas e bonés New Balance, você passa para outro recinto… com mais lojas! São diversas marcas, serviços e produtos: mais camisetas, barras de proteínas, géis de carboidratos, frequencímetros, um telão passando ininterruptamente o mapa da prova, óculos de corrida, tênis, bonés, ONGs, expositores de outras provas, comidas, bebidas, etc, etc, etc… comprei uma calça descartável e óculos escuros por US$10 cada!

Guia prático da Maratona de Nova York

A gigante Feira da Maratona de Nova York

Maratona fria, roupas descartáveis

(Como estaria frio no dia da Maratona e eu tinha muitas horas de espera desde que saísse do hotel, eu deveria ir agasalhado e só me despir das roupas quentes antes de começar a correr. Mas, nos meses que antecedem a prova, você tem de escolher se quer receber um poncho na chegada ou vai utilizar o guarda-volumes na largada.

Como escolhi o poncho, não poderia utilizar o guarda-volumes. Logo, como meus agasalhos não seriam guardados para mim, eu deveria vestir roupas a serem “doadas”, ou seja, deixadas na largada, o que é muito comum nas provas em lugares frios, onde muita gente comparece para recolher essas roupas usadas. Então eu levei do Brasil uma antiga blusa de moletom para doar, mas, como não encontrei nenhuma calça no meu armário, tive de comprar uma calça descartável na Feira).

Palestras e centro de apoio aos Maratonistas e torcedores

Há também na Expo um palco para palestras com programação excelente (dicas da prova, aulas de médicos e atletas, etc) e um centro de informação para Maratonistas e torcedores. É isso mesmo: eles se preocupam com todos os detalhes, distribuindo mapas e ensinando os melhores locais para assistir a prova ao longo dos 42K, como chegar na largada, como vai ser a dispersão, linhas de metrô e ônibus, etc.

Ainda havia muito para ver na Feira, mas Analuiza achou que 4h eram mais do que suficientes e me arrancou de lá. Com diversas sacolas nas mãos e sorriso bobo no rosto, restava aguardar o grande dia.

Por Ana: a feira da Maratona de Nova York é mesmo sensacional e impressiona: pela quantidade de produtos à venda e pela eficiência e rapidez na entrega dos kits. Confesso, contudo, que o mais surpreendente foi ter um centro de apoio para informar e auxiliar os torcedores. Uma das voluntárias me ajudou com todas as informações necessárias, para que eu pudesse ver Leo passar correndo, desde a saída do hotel, até locais mais apropriados para tal. Ela foi simpática, precisa e eficiente ao me orientar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O dia da Maratona – informações importantes: wave e curral

No dia 5.11.17, acordei muito cedo em Long Island City, uma região dentro do Bairro do Queens. Eu ia correr a Maratona de Nova York com o número 29709. Eu largaria na onda (wave) 2, curral laranja (orange corral) E.

Eu ía até a largada de ferry boat.

Veja, repare, avalie: a Maratona de NYC orgulha-se de passar pelos 5 Bairros de NYC, nesta ordem: Staten Island, Brooklyn, Queens, The Bronx e Manhattan, com chegada no Central Park. Você vai para a largada de ônibus ou ferry boat.

Guia Prático da Maratona de Nova York

Acordando cedo e enfrentando o frio para correr uma das maiores maratonas do mundo – detalhe da calça descartável

Considerando que somos mais de 50.000 corredores, a organização divide os Maratonistas por ondas conforme tempo previsto para término da corrida: os mais rápidos largam primeiro às 9:50h (onda / wave 1), depois 10:15h (onda / wave 2), 10:40h (onda / wave 3) e 11h (onda / wave 4). Dentro da cada onda e para que não haja aperto ao cruzar a ponte Verrazano-Narrows logo no início, os acessos à ponte são divididos em 3 currais: verde, laranja e azul; e dentro de cada curral existem 6 entradas independentes, com letras de A a F.

Guia Prático da Maratona de Nova York

Em frente ao curral de largada

O número da onda, o tipo e o horário de transporte escolhidos e a letra e a cor do curral são impressas no número do peito e é impossível mudar o transporte (depois de escolhido) e o curral. Em relação à onda, você pode largar uma onda depois, mas não pode largar uma onda antes. O controle é rígido.

Acho que não se pode escolher o curral, mas a hora da largada (onda) depende do tempo previsto para término da prova, informado quando você preencheu o formulário do sorteio. A organização conta com a sinceridade e a honestidade dos Maratonistas, colocando o corredor na onda do tempo respectivo.

Guia Prático da Maratona de Nova York

Informações no número de peito

Como chegar na linha de largada

Considerando que eu estava na onda 2, com largada prevista para 10:15h, escolhi pegar o ferry das 7h. Explico:

Depois da confirmação da inscrição e até o dia anterior à largada, a organização manda diversos e-mails sobre a prova: informações, propaganda, patrocinadores, outras provas, etc. Um dos e-mails trata do transporte até a largada, que pode ser de ônibus ou ferry boat (balsa), à sua escolha e incluídos no preço da inscrição.

Existem ônibus saindo de New Jersey e de Midtown Manhattan, mas eu havia lido que o transporte mais tradicional era o Staten Island Ferry, que sai do Whitehall Terminal, na parte sul de Manhattan. Escolhi então pegar o ferry das 7h, que me deixaria na largada por volta das 8:30h (eles estimam em 90min o tempo de deslocamento desde o terminal e até a largada).

Guia Prático da Maratona de Nova York

O visual incrível do ferry para Staten Island

Guia Prático da Maratona de Nova York

Na entrada da barca para Staten Island – fazendo amizade no percurso

Por cautela, eu deveria sair do hotel às 6h para ir de metrô até o terminal do ferry. Logo, deveria acordar 4:30h para dar tempo de me arrumar com calma. E assim fiz. Só me esqueci que naquele domingo terminava o horário de verão norte-americano…

Ou seja: acordei 3:30h e às 5:00h da manhã lá estava eu na recepção do hotel, plantado em frente à TV esperando o tempo passar… Mas o tempo passou, eu caminhei até o metrô e embarquei para o terminal do ferry. Diversos Maratonistas já estavam nos vagões e fui conversando com 2 bolivianas até a largada.

Ao descer na estação do metrô que dá acesso ao terminal do ferry, uma multidão já tomava as ruas. Eram corredores, torcedores, policiais, agentes de segurança, etc… o embarque no ferry foi tranquilo e antes do previsto. Obs.: esse ferry é gratuito e serve Staten Island diariamente. Logo, não havia apenas corredores na balsa, mas também moradores e turistas.

Me chamou a atenção o número de agentes de segurança a bordo. Eram policiais, agentes da guarda costeira, fuzileiros navais… a preocupação com segurança em NYC é enorme e, num evento como esse, é elevado à potência máxima.

A viagem foi tranquila, mas fria. O ponto máximo é passar na frente da Estátua da Liberdade. Um barco da guarda costeira com uma metralhadora na proa acompanhou todo o trajeto.

Guia Prático da Maratona de Nova York

Emoção: passar ao largo da Estátua da Liberdade

Chegando em Staten Island, desembarcamos do ferry e fomos colocados numa fila para pegarmos ônibus da organização para o Forte Wadsworth, onde está a Vila dos Corredores com todos os serviços: currais de acesso à largada, banheiros, vestiários, postos de hidratação com café e isotônico, postos médicos, etc.

Ao descer do ônibus, revista com detector de metal e clima total de festa. Bastava localizar o curral e aguardar a largada. Um sistema de som a todo momento passava diversas informações.

Os acessos aos currais têm horário de abertura e fechamento conforme a onda de largada. Por exemplo: os currais da onda 2, onde eu estava, abriam às 9:15h e fechavam às 9:45h. Depois das 9:45h, eu só acessaria meu curral no horário de abertura dos currais da onda 3, às 10h. Lembre-se: são mais de 50.000 corredores que precisam ser organizados.

Atento à isso, me desloquei para a porta E do curral laranja e aguardei. Em cada entrada, existem voluntários multilíngues orientando e informando. Na porta E do meu curral, 2 moças falavam português.

Faltando então 5min para o fechamento do meu curral, entrei. No meu curral, havia diversos banheiros químicos e muito espaço, sendo possível alongar, trotar e até deitar no chão.

Um locutor passa informações em cada curral: quanto tempo falta para a largada, se está na hora da última ida ao banheiro, se está na hora de se livrar dos agasalhos, etc.

Faltando 20min para o começo da prova para aquela onda, os corredores são chamados para mais perto da largada. Há então deslocamento de alguns metros até onde começam os 42K.

Largou… começou a Maratona de Nova York: uma das maiores corridas de rua do mundo

Novos avisos pelo sistema de som sobre o tempo, a quantidade de pessoas presentes, mensagens dos patrocinadores, etc. O locutor então avisa que será tocado o hino nacional norte-americano, haverá 1min de silêncio, ele dirá “on your marks” e haverá um tiro de canhão.

Com isso, até o vento para. As vozes silenciam. As pessoas param de pular para se aquecer. O hino começa e acaba. 1min de silêncio. Uma voz diz “on your marks”. Tiro de canhão. O sistema de som toca os primeiros acordes de “New York, New York” e Sinatra canta “Start spreading the news”. Então você percebe que a Maratona de NYC não é apenas uma corrida, mas é uma festa de 42K. Aliás, é a maior festa de 42K do mundo.

Guia prático da Maratona de Nova York

Momentos antes da largada

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitter

A #maratona de Nova York é uma das maiores corridas de rua do mundo. Cheia de particularidades ela é grande! Através deste guia prático você terá acesso às mais importantes e necessárias informações desde o momento da inscrição, passando pela retirada do kit e como chegar na linha de largada, além de outros dados fundamentais. #espiandopelomundo #quercorrercomigo #corridaderua #corrida #atividadefisica #esporte #run #running #novayork #guia

Salvando a imagem ao lado este Guia Prático da Maratona de Nova York  ficará guardado em seu perfil no  Pinterest🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

Guia prático da Maratona de Nova York

Se você, meu caro viajante, gostou das informações contidas neste guia prático da maratona de Nova York, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

By |2018-11-05T15:39:14+00:0003/11/2018|Categories: Quer Correr Comigo?|Tags: , , , |0 Comentários

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.