GENEBRA de INDUBITÁVEL beleza

Nossa viagem à Suíça começou por Genebra, uma cidade de indubitável beleza, onde chegamos no centro da cidade de trem, depois de pousarmos no aeroporto. Assim que pisei os pés fora da Gare, eu me encantei por esta bela cidade.

Eu já sabia que todo o país era sinônimo de venustidade, mas não esperava o tipo de beleza que encontrei em Genebra.

Um pouco de passado

INDUBITÁVEL beleza

Genebra

A segunda cidade mais populosa da Suíça é antiga: aparece em registros da época de Júlio Cesar e a história dá conta de que floresceu sob o Império Romano. Fez parte ainda de outro império poderoso: o de Carlos Magno.

O líder protestante João Calvino morou na cidade por 28 anos no século XVI (1536-1564), à exceção de um período de 3 anos que viveu no exílio. Morreu por aqui. Neste ano de 36, os Genebrinos se declararam protestantes, proclamaram Genebra uma República e Calvino tornou-se seu guia espiritual. Longa história essa!

Genebra é a capital do cantão Genebra. A cidade é muito internacional: quase metade da população é de estrangeiros e cerca de 180 nacionalidades vivem por lá.

Genebra em alguns detalhes

INDUBITÁVEL beleza

Genebra em alguns detalhes

Indubitável beleza

O belo Lac Lèman

Cercada pelos Alpes, adornada pelo Lac Lèman, que aqui os Genebrinos chamam de Lago de Genebra, faz fronteira com a França.

Entretanto eu desconfio, não sei se terei certeza algum dia, que além do conjunto da obra ser belíssimo, o que me conquistou de vez e de imediato, foi a arquitetura genebrina. Ela ganhou o meu coração assim que eu pus os olhos em seus primeiros edifícios, ainda nas cercanias da Gare.

Genebra, sob meu olhar, não é cidade de muitas faces. Por onde eu caminhei, eu vi classe e elegância. Ela tem um tom bege, com poucas variações, embora não carregue absolutamente nenhum rasgo de monotonia, mesmo que os seus traços sejam quase constantemente retos, quadrados.

Genebra de indubitável beleza

 

INDUBITÁVEL beleza

Genebra: elegância, charme e beleza

Achei Genebra moderna. Não moderníssima, atual ou florescente. Moderna, apenas. Olhar para ela me colocava em tempos contemporâneos, correntes, hodiernos.

A sensação que tive é que inovações não cabiam muito bem em seu contexto, apesar de receber diariamente influências diversas de seus novos e velhos habitantes, de raízes fincadas em locais diversos deste vasto planeta.

À primeira vista Genebra poderia parecer séria, austera, sóbria. Não é. O genebrino se mostrou gentil, educado, conversador, risonho, acolhedor, simpático.

De personalidade forte, apesar de abrigar tantos povos, não desapareceu sob outras culturas. Embora elas sejam visíveis, Genebra tem identidade, é forte. Em qualquer parte que estejamos, em qualquer rua que caminhemos, sabemos exatamente onde estamos: na mui nobre Genebra.

Para olhares mais atentos esta bela cidade é uma miscelânea de pequeninos e sutis contrastes e talvez por isso eu tenha me apaixonado tanto, perdidamente. Senti-me muito bem vinda nestas terras. Caminhei até que as pernas não mais aguentassem. Respirei. Senti.

Parte de meu coração ficou por lá. Minha alma ainda recusa-se a voltar completamente. Um dia, Genebra, nos encontraremos novamente.

Conheça outras de minhas amadas cidades por este mundão. Quem sabe eu não te inspiro?!

+ Cidades Preferidas Mundo Afora

Gostou dessa Genebra que eu te apresentei?! Que tal salvá-la em seu Pinterest?!

Genebra é uma cidade elegante, uma miscelânea de pequeninos e sutis contrastes. Possui identidade e personalidade. Possui indubitável beleza!

By |2018-03-07T01:06:10+00:0002/09/2017|Categories: Genebra|Tags: |19 Comentários

19 Comments

  1. Adoro a Suíça. Genebra é uma delicia especialmente no verão, mas para mim na época que conheci a cidade, como estudante bolsista, era um destino mega caro. Fiquei apenas 1 dia. Adoraria voltar com calma para explorar mais a cidade.

    • Analuiza Carvalho 15/09/2017 em 08:15 - Responder

      oi Oscar… a cidade continua muito cara! Ainda assim, Genebra tornou-se uma de minhas cidades preferidas no mundo. Sua beleza clássica me conquistou! 🙂 Eu estive lá na primavera e ela estava deliciosa! 🙂 bj

  2. Fábio Junior Alves 15/09/2017 em 09:49 - Responder

    genebra é um destino lindo demais, adorei este post e as dicas, na verdade, adoro o jeito que você escreve Analuiza, sua forma de contar histórias é fascinante.

    • Analuiza Carvalho 15/09/2017 em 15:13 - Responder

      oi Fábio… muito, muito obrigada por este gentil comentário. Fico feliz em saber que gostas das minhas contações de histórias, de sentimentos e das emoções que encontro por aí! 🙂 bjs

  3. viagenseviagenseviagens 15/09/2017 em 13:42 - Responder

    Genebra é uma cidade linda!!! Quando fui, passei somente o dia por lá, mas me apaixonei por tudo o que consegui ver… Agora quero voltar para contornar o lago todo…

    • Analuiza Carvalho 15/09/2017 em 15:12 - Responder

      oi Eliana… Eu passei alguns dias em Genebra e a cidade não só é linda como muito interessante e atraente. Vale mesmo você voltar, contornar o Lac Léman e apreciar a bela Genebra! 🙂 bj

  4. ana flores 15/09/2017 em 18:37 - Responder

    Ainda não conheço a Suiça, mas ela nao sai dos meus destinos que quero visitar. O que me preocupa é também o fato de nao ser muito barato. A acomodação é bem cara

    • Analuiza Carvalho 15/09/2017 em 19:03 - Responder

      Ana… a Suíça é um destino muito caro. Não só a hospedagem, como alimentação, deslocamento e a maioria dos lugares a serem visitados… Entretanto, com planejamento é possível passar ótimos dias no país, até porque sua beleza nos convida a longos passeios pelas ruas e isso é totalmente gratuito. bjs

  5. Deisy Rodrigues 16/09/2017 em 00:53 - Responder

    Genebra é uma cidade que está na minha bucket list, adorei saber um pouco mais da história da cidade com seu texto e suas impressões tão apaixonantes, espero conhecer a cidade logo.

    • Analuiza Carvalho 16/09/2017 em 09:21 - Responder

      oi Deisy… eu adorei Genebra! Cidade bonita de uma maneira que não poderia imaginar. Na torcida para que você a conheça logo, logo… Feliz que tenha gostado. bjus

  6. Rayane 16/09/2017 em 09:00 - Responder

    Que delícia de roteiro, Ana! A Suíça é encantadora demais! Mas sempre opto por visitar outros países por achar bem caro. É verdade? Adorei o post!

    • Analuiza Carvalho 16/09/2017 em 09:24 - Responder

      oi Rayane… A Suíça é mesmo um belíssimo país! Sim, é verdade! Eu sabia que tudo por lá era muito caro, mas não esperava que fosse tão caro! De qualquer maneira, com planejamento e organização é possível gastar uns dias no país. Além do mais, as cidades são tão bonitas que nos convidam a longos passeios à pé e isso é totalmente gratuito. 🙂

  7. […] + Genebra de indubitável beleza […]

  8. Francisco Piazenski 17/09/2017 em 12:03 - Responder

    Genebra deve ser um brinco realmente, e essas fotos não deixam dúvida. Adorei o relato, e adoro esses passeios a pé pela cidade. Parabéns pela dica!

    • Analuiza Carvalho 17/09/2017 em 13:00 - Responder

      Obrigada Francisco… eu também adoro estes passeios a pé, que nos colocam em contato mais íntimo com as cidades. Genebra é uma cidade ótima para isso e é tão bonita!!! 🙂 bjs

  9. Pedro Henriques 17/09/2017 em 14:34 - Responder

    Por acaso a Suiça ainda não entrou na minha lista de viagens, talvez por ser um país tão caro. Mas gostei muito de ver estas fotos de Genebra, principalmente do Lago. Muito bonito!

    • Analuiza Carvalho 17/09/2017 em 15:31 - Responder

      De fato Pedro, a Suíça é muito cara! Entretanto, com planejamento conseguimos visitar o país, que vale muito à pena. 🙂

  10. Paula Abud 20/09/2017 em 07:32 - Responder

    Como não se apaixonar por Genebra? Com um texto tão perfeito como esse é impossível! Mais um destino que você traz pra nós e eu fico encantada e louca pra conhecer o quanto antes!

    • Analuiza Carvalho 20/09/2017 em 15:02 - Responder

      Obrigada Paula… a intenção do Espiando Pelo Mundo é bem essa: inspirar outros viajantes! beijocas

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.