A MOVIMENTADA estação de TREM de Kyoto

Feita em vidro e aço a estação de trem de Kyoto é moderna. Não só isso, entretanto. Ela é muito movimentada e oferece muitos serviços além do transporte de pessoas.

Construída em 1997 ela foge do modelo mais tradicional das construções da cidade, mas nem por isso parece deslocada. Explorar o lugar pode ser divertido e interessante!

Posso dizer que é quase uma mini cidade.

A estação de trem de Kyoto e seus elementos

estação de trem de Kyoto

Estação de trem de Kyoto: movimentada e cheia de recursos

estação de trem de Kyoto

Estação de trem de Kyoto bem movimentada

Em primeiro lugar abriga um posto de informação turística. Se já considero estes postos como grandes amigos, no Japão então eles foram amigos inestimáveis.

Mercados, lojas especializadas em artigos de artesanato tradicionais e bancas de revista (é muito curioso ver os produtos em outras línguas e principalmente a arte de revistas e livros) fazem parte do cenário da estação de trem de Kyoto. Isso sem contar na quantidade de pessoas que circulam por ali o tempo inteiro.

É comum, por exemplo, vermos grupos de amigos com idades das mais variadas reunidos por ali, jogando conversa fora. Se eles tinham algum destino?! Impossível saber!

Os restaurantes na Estação de Trem de Kyoto

estação de trem de Kyoto

Almoço na estação de trem de Kyoto

A estação de trem de Kyoto é alta! Possui 15 andares. Para mim, as suas estrelas são os muitos restaurantes que estão espalhados por lá: tanto no térreo quando nos andares 10° e 11°. Na hora do almoço e fim do dia ficam especialmente cheios com longas filas de espera.

Não são exatamente baratos.

Todos os seus nomes, indecifráveis para mim.

Nós almoçamos um dia por lá. Tentamos jantar também, mas não tivemos paciência para entrar na fila.

Escolhemos o restaurante ao acaso.

A comida

estação de trem de Kyoto

A comida: sashimi de atum, arroz temperado, gengibre, chá verde e o saquê com cara de água

estação de trem de Kyoto

O almoço

Escolhi sashimi de atum – 5 peças (650 ienes – mais ou menos 6 dólares). Estava muito bom. Pedi ainda um arroz com vegetais (220 ienes – cerca de 2 dólares). Não estava nada bom!

Eu ainda acreditava que seria capaz de gostar do arroz japonês, em meus dias em Kyoto, mas foi impossível para mim. Consegui, lutando bravamente, comer metade do arroz deste almoço, abandonando o resto.

O sashimi veio acompanhado de gengibre, em quantidade, corte e sabor diferente do servido nos restaurantes japoneses no Brasil, wasabi, fortíssimo (adoro!) e um molho que parecia shoyo, mas de coloração e sabor desconhecido por mim.

Tudo veio lindamente arrumado em bandejas com uma louça maravilhosa. Eu tenho muito apreço por jogos de pratos e isso no Japão é um elemento de puro deleite.

O chá verde, muito forte, é quase sempre oferecido como cortesia. Eu demorei a gostar, mas depois passei a apreciar de verdade.

O saquê com cara de água: só a cara!

estação de trem de Kyoto

Estação de trem de Kyoto: Léo e o saquê com cara de água

Léo pediu, além de um empanado e outras coisas esquisitas, um saquê. Quando a simpática e sorridente garçonete trouxe a comida, ele percebeu que o saquê não tinha vindo.

Através de muitas mímicas, uma vez que ela não falava nada de inglês, ele explicou a situação.

Muitos minutos depois, entendendo o que se passava, ela apontou para um copo com o que parecia água dentro. Era o saquê, incolor. A bebida era absurdamente forte, até para Léo que gosta de saquê.

Quando os pratos são levados à mesa, é comum a conta já vir junto. Por isso, é uma ótima ideia já solicitar tudo o que se deseja de uma única vez, pois pedir de bocadinho como fazemos no Brasil parece não funcionar bem em muitos restaurantes no Japão.

Em Tóquio nós passamos um bom perrengue, uma vergonha monstruosa por conta disso. História para outro dia, outro momento.

Veja outro local para jantar em Kyoto:

+ A iluminada noite de Kyoto

Gostou de conhecer a estação de trem de Kyoto?! Se você clicar na imagem abaixo, ele será guardado em seu Pinterest! 🙂 

A estação de trem de Kyoto é moderna e cheia de atrativos: lojas especializadas em artesanato tradicional, mercados e muitos restaurantes. É um mini mundo!

By |2018-03-07T01:06:02+00:0025/09/2017|Categories: Quioto|Tags: , |12 Comentários

12 Comments

  1. […] estive em estações que até pareciam mini cidades, como a estação de Kyoto no Japão. Isso sem falar naquelas cuja estrutura é uma obra de arte como a Estação Oriente de […]

  2. Zelinda Arêas 02/10/2017 em 16:17 - Responder

    Como assim você curte muito wasabiiiii????? kkkk

    Uaaauuuu, Ana!!! Que estação é essa????? Parece até um aeroporto!!! Japão né, mores?! kkkk

    Adorei conhecer mais um pouquinho do Japão pela suas palavras! Muito bacana o post!!!

    • Analuiza Carvalho 03/10/2017 em 06:46 - Responder

      oi Zê… siiiimmm: amo wasabi! Quanto mais ardido, melhor. A minha sensação é de andar de montanha russa! rsrsr

      É, de fato, o Japão, bem é o Japão… tem coisas muito curiosas, diferentes, estranhas para nós por lá e a estação de Kyoto foi uma diversão! rsrsr

      Obrigada. Que bom que você gostou! rsrs bjus

  3. Camila Lisbôa 02/10/2017 em 17:10 - Responder

    É muito mais que uma estação de trem! Quase um shopping hahaha e ótima a dica de pedir tudo no restaurante… nunca imaginei que fosse assim!

    • Analuiza Carvalho 03/10/2017 em 15:08 - Responder

      oi Camila… é isso mesmo! Muito mais que uma estação de trem. É bem assim no Japão, pelo menos pelos lugares onde passei: se pedir de bocadinho corre o risco de ser expulso, como quase aconteceu conosco em Tóquio. Um dia eu ainda conto esta história aqui no EPM! rsrsr bjus

  4. […] Como chegar: está há cerca de 20 minutos de caminhada da Estação de Trem de Kyoto. […]

  5. Maíra Silveira 03/10/2017 em 06:21 - Responder

    Olha, se toda estação de trem fosse como essa de Kyoto estaríamos felizes demais! Adorei a review toda!

    • Analuiza Carvalho 03/10/2017 em 06:38 - Responder

      Não é verdade, Maíra?! rsrsrsrs A estação de Kyoto é mesmo uma mini cidade! ehehe Obrigada! bj

  6. Gabriela Torrezani 04/10/2017 em 14:55 - Responder

    Uma das coisas que mais me faz ter vontade de ir pro Japao é entrar nas estacoes de trem e metro! alem de ser um mar de gente tem muita coisa legal pra fazer, e como vcs mostraram, comer! esse saque que parece agua é perigoso, depois de um golinho ja estamos pra lá de bagdá hehehehe

    • Analuiza Carvalho 04/10/2017 em 21:53 - Responder

      oi Gabriela… com certeza esse saquê é um perigo. rsrsrsrs

      Menina, a estação de Kyoto é muito legal, movimentadíssima e tem muita coisa para fazer, mas as estações de metrô do Tóquio são impressionantes em termos de quantidade de pessoas! Quando você for, vai enlouquecer! rsrsrs bjus

  7. FLAVIA ZENKE 05/10/2017 em 10:47 - Responder

    Que bacana essa estação e fiquei surpresa de ter 15 andares! Uma baita infraestrutura. Amei as comidinhas!

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.