EMBRENHAMO-NOS pela noite de Florença

Quando deixamos a Galleria degli Uffizi, já estava escuro e fazia muito frio. Ainda assim, havia muitas pessoas circulando pelas ruas de Florença. Misturamo-nos aos transeuntes, infiltramo-nos entre os fortes ventos e embrenhamo-nos pela noite de Florença.

Viramos à esquerda na galeria e chegamos à Piazza della Signoria, um dos clássicos desta magnífica cidade que merece todos os superlativos a ela atribuídos. Os ventos que corriam ali congelaram a minha alma.

A Piazza della Signoria

A praça é umas das principais de Florença, onde está situado o Palazzo Vechio e a Fontana di Netuno, além de uma das réplicas do Davi de Michelangelo e a Loggia dei Lanzi.

A iluminação noturna dava uma tonalidade amarelada ao lugar e os ventos um ar de tristeza. Lembro que estas foram as minhas primeiras impressões da famosa praça florentina, naquela quinta-feira de novembro. Ali, poucas pessoas encaravam, naquele momento, os ares gelados da cidade.

Havia um grupo de orientais tirando fotos de todos os ângulos possíveis e apesar de achar a cena divertida, nós não nos demoramos muito na piazza desta vez. Nenhuma das esculturas presentes nela me chamou particular atenção. Em verdade, naquela noite gelada eu só queria sair dali e ir para um lugar aquecido.

Via dei Calzaiuoli

Cansados e famintos, saímos em busca de um lugar para jantar, mas a maioria dos lugares em Florença só abre a partir das 19 horas. Sendo assim, como ainda faltava muito tempo para os restaurantes e cafeterias abrirem, fomos passear na Via dei Calzaiuoli, que começa na Piazza della Signoria.

Estávamos a poucas semanas do Natal, então havia razoável número de pessoas fazendo compras. Ali havia lojas para muitos gostos e muitos bolsos, incluindo barraquinhas de rua.

O que me chamou particularmente a atenção em Calzaiuoli foi o contraste: de prédios antigos com os muito antigos. Do sagrado e do profano com lojas de roupas muito modernas coladas com igrejas seculares. Lojas como Chanel dividindo a mesma rua com ambulantes.

Florença e alguns detalhes

embrenhamo-nos pela noite de Florença

Pylones – loja conceito

Entramos na Pylones, uma loja de acessórios diversos, que eu gosto muito. É uma loja conceito com um design muito bacana, colorido e divertido para coisas comuns e cotidianas, como saleiros, porta-retratos, fones de ouvido e mil outras coisas interessantes.

Passamos então em frente ao complexo que envolve o Duomo, o Campanário e o Batistério: são três estruturas belíssimas! Também ali, apenas passamos sem nos determos mais que alguns minutos, porque a fome e a friaca haviam apertado.

Seguimos entrando e saindo de rua, buscando o conforto de um lugar aquecido, com um bom cardápio de comidas e vinhos até que nos deparamos com o Caffe Amerini. Este lugar, que muito me agradou, é conversa para outro dia.

By |2018-03-07T00:57:42+00:0012/02/2016|Categories: Florença|Tags: , |20 Comentários

20 Comments

  1. Michela Borges Nunes 22/06/2017 em 16:24 - Responder

    Ah, que saudade de Florença. Também saímos caminhando por lá e passamos por alguns destes lugares. Linda demais! Abraço!

    • Analuiza Carvalho 22/06/2017 em 17:26 - Responder

      Oi Michela… também sinto imensa saudade dessa cidade! Os 15 dias que passamos por lá não foram suficientes! 🙂 bj

  2. Francisco Piazenski 22/06/2017 em 17:11 - Responder

    Adorei o relato, Florença é um destino que ainda desejo conhecer, e suas dicas ficaram muito bacanas. As fotos ficaram muito bonitas!

  3. Rayane Azevedo 22/06/2017 em 17:19 - Responder

    Sou louca pra conhecer Florença! Adorei o relato e deu mais vontade ainda de ir.. Parabéns!

  4. Ruthia 22/06/2017 em 22:44 - Responder

    Vocês são corajosos. Enfrentar o Inverno europeu não é para todos os habitantes do hemisfério sul! Mas confesso que adoro as semanas que precedem o Natal, apesar do frio, por causa das iluminações e da música nas ruas.
    Beijinho

    • Analuiza Carvalho 23/06/2017 em 22:45 - Responder

      oi Ruthia… agora imagine que eu vivo em uma cidade cujo temperatura mais baixa fica em torno dos 23 graus. eheheeh Mas eu adoro o frio e gosto muito de viajar no outono. Já viajei no inverno, mas dependendo do lugar, se as temperaturas ficam abaixo de zero, aí já considero desconfortável. Gosto até uns 5 graus. ehehehe beijos

  5. Laís 22/06/2017 em 23:08 - Responder

    Ana Luiza, meu sonho é conhecer a Itália, pense em um país encantador! Florença está nos meus planos e agora que me deu mais vontade ainda! Adorei seu relato =)

    • Analuiza Carvalho 23/06/2017 em 17:42 - Responder

      oi Laís… A Itália é mesmo um país incrível! Melhor ainda é que cada região têm características próprias, o que significa que é um país de múltiplos destinos. 🙂 bj e obrigada pela mensagem.

  6. Keul Fortes Ana Raquel 23/06/2017 em 02:04 - Responder

    Que delicia de destino! Sou louca para conhecer. Dicas excelentes! Parabéns. =)

    • Analuiza Carvalho 23/06/2017 em 17:39 - Responder

      Obrigada Keul! Florença faz a alegria de todo tipo de viajante. Eu sou uma apaixonada por esta cidade! 🙂

  7. amamelo 23/06/2017 em 02:47 - Responder

    Que cidade linda, seja frio, faça calor. Adorei! Muito bom o relato…

  8. quartodeviagem 23/06/2017 em 16:00 - Responder

    Florença está na minha lista em breve, adorei o seu novo layout Aninha, ficou muito mais fácil de navegar! Beijos

    • Analuiza Carvalho 23/06/2017 em 17:37 - Responder

      oi Flávia! Obrigada pelo feed back a respeito do layout! Fico feliz que tenha gostado! Mudar é bom né?!

      Acho que você vai amar Florença. É uma cidade apaixonante! Além do mais ela atende a diversos tipos de viajante! bjuuusss

  9. dhebora 25/06/2017 em 22:39 - Responder

    Seu relato só me deixou com mais vontade de conhecer esse lugar incrível! A cidade fica linda todo iluminada a noite!

    • Analuiza Carvalho 26/06/2017 em 00:41 - Responder

      Oi Dhebora… Florença é exatamente isso: incrível! As luzes desta cidade, naturais ou artificiais, são mágicas!

  10. Angie 26/06/2017 em 01:42 - Responder

    Bahh um ar de tristeza na primeira visita eu quero muuuito conhecer florenca, acho q vou chorar de alegria ahushs espero que seja mês que vem!

    • Analuiza Carvalho 26/06/2017 em 16:46 - Responder

      oi Angie… é bem possível (e permitido) chorar em e por Florença, porque esta cidade é inexplicável! ehehe bj

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.