Do BRASIL para SUÍÇA tivemos um voo CANCELADO

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado e isso causou muito perrengue, intensificou o cansaço, aumentou o tempo de deslocamento, causou custos não honrados pela companhia aérea e ainda perdemos um dia em Genebra. Isso sem falar na enorme frustração de ter um voo cancelado e atrasada a viagem sonhada.

Voo Latam cancelado

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Em Guarulhos

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Fazendo um lanche em Guarulhos

Embarcamos e chegamos às 18:45 ao aeroporto de Guarulhos sem problemas ou sobressaltos. O voo com a Latam foi tranquilo. Em São Paulo, comemos esfihas no Adab, demos uma volta e fomos reembarcar. Foi então que descobrimos que nosso voo havia sido cancelado.

Seguimos para o balcão de atendimento da Latam, cuja fila estava enorme, onde fomos informados que o voo havia sido cancelado por motivo de manutenção não programada e que só poderíamos ser reembarcados em outro voo na manhã seguinte, às 10 horas.

A previsão inicial era chegarmos em Genebra às 17:30 do dia seguinte ao da saída de Salvador, mas, com o novo cenário, só chegaríamos às 11:30 da manhã do outro dia ou quase 48h depois da saída de casa. O impacto na viagem em uma situação como esse é significativo.

Impacto no cansaço, pois ficamos presos em São Paulo numa situação não prevista. Tivemos que entrar em contato com o hotel de Genebra para que nossa reserva não fosse cancelada (por sorte não pagamos antecipadamente).

Chegarmos em um destino no fim da tarde significa descansarmos depois de longas horas de deslocamento e já entrar no fuso, ao passo que chegando pela manhã, mesmo cansados, não poderíamos desperdiçar mais um dia dormindo, o que significa mais dias até entrar no ritmo por conta do cansaço acumulado.

Nosso destino final era Genebra, onde nosso voo pousaria, mas nem sempre é assim. Às vezes, chegamos ao país e no aeroporto mesmo já tomamos o trem para outra cidade. Neste caso, teríamos perdido os bilhetes de trem e todo o remanejamento poderia ser custoso.

A Latam nos ofereceu alterar a data de volta em 1 dia sem custo adicional para compensar o atraso na ida. No calor do momento, nós aceitamos, mas na verdade não foi funcional. Não conseguimos alterar as passagens de trem do ultimo trecho da viagem e acabamos não aproveitando este dia extra, pois ele foi quebrado.

Ouvi um zum zum zum, sem confirmação, que a Latam não queria pagar hospedagem para quem morava em São Paulo, orientando os passageiros a voltarem para suas casas, arcando com o tempo e custo do deslocamento.

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

O quarto do hotel Mônaco

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Não foi possível comer a carne

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Salão de refeições do Hotel Mônaco

A Latam nos acomodou num hotel em Guarulhos chamado Mônaco, com jantar e café da manhã no próprio hotel. Eu não gostei. Jamais escolheria aquele hotel para hospedar-me em minhas viagens.

Já chegamos lá quase 23:00 e o jantar, estilo buffet, já estava mexido e remexido. A carne, de péssima qualidade, deixei no prato, não consegui comer. As outras opções disponíveis seguiam a mesma linha.

O quarto estava limpo, com duas camas de solteiro e um banheiro com azulejos rachados e o chuveiro molhava tudo quando era usado.

Pelo voo cancelado, teríamos mais ou menos 2 horas de conexão em Madri, Espanha, durante o dia. Com o novo voo, essa conexão passou a ser de 7 horas, na madrugada!

Buscamos então, ainda em Guarulhos (o hotel tinha wi-fi no quarto), hotéis próximos ao aeroporto Barajas para descansarmos um pouco. A Latam disse que não se responsabilizaria por esta hospedagem. Tivemos que pagar.

Por conta desta operação de buscar hospedagem em Madri, reservar, confirmar, fomos dormir por volta de 1 hora da manhã. Às cinco estávamos de pé, para banho, café da manhã e pegar o primeiro busão da Latam de volta para Guarulhos.

O café da manhã do Mônaco era de qualidade ruim: frutas murchas, pão francês tão branco que parecia cru e o café era péssimo.

Voo atrasado e orelhão

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Esperando Latam para voar de Guarulho a Barajas na Espanha

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

No aeroporto Barajas – Espanha

De Guarulhos o voo saiu com 40 minutos de atraso.

Chegamos em Madri sem problemas, em um voo Latam tranquilo, com tripulação simpática. Em Barajas, Espanha, tivemos que ligar de um orelhão para o hostel que reservamos – Viky – nos buscar no aeroporto, que estava frio e vazio.

Ninguém merece passar 7 horas nessas condições.

Apesar do cancelamento do voo, as malas seguiram diretamente para Genebra. Ou seja, mais uma vez banho, dormir e vestir a mesma roupa.

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Hostel Viky em Barajas, Espanha, voltando para o aeroporto

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Novamente em Barajas para voar, finalmente, para Genebra

Chegamos ao Hostel Viky por volta de 02:30 da manhã. A essa altura estava absolutamente exausta! Mais ou menos 5 horas depois, já estávamos em Barajas novamente para embarcarmos para Genebra.

Tomamos um delicioso e forte café expresso (mais uma despesa não prevista) e embarcamos pontualmente, de Iberia, que fazia code share com a Latam.

Enfim, Genebra

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Finalmente sobrevoando Genebra

Pousamos finalmente no aeroporto de Genebra, Suíça. Eu estava absolutamente exausta depois dessa jornada longa. Estava ainda e principalmente aliviada porque ela tinha terminado e estávamos enfim, na Suíça.

Na volta para o Brasil mais problema com a Latam

Café da manhã 

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Exausta

Do Brasil para Suíça tivemos um voo cancelado

Almoço em Guarulhos – despesa extra

Passamos 15 dias na Suíça e então retornamos ao Brasil. O voo Genebra – Londres (code share Latam com British Airways) foi tranquilo e sem nenhum transtorno. Ao chegarmos em Guarulhos: a (mais uma) desagradável surpresa: nosso voo havia sido alterado.

Em vez de um voo direto Guarulhos – Salvador, de Latam, no colocaram em um voo da Passaredo com conexão em Vitória da Conquista.

Nenhum funcionário Latam conseguia explicar o que tinha acontecido, qual a razão daquela alteração. Uma das atendentes insistia que os dois voos chegariam a Salvador na mesma hora, ainda que disséssemos repetidas vezes que não queríamos fazer conexão em Conquista. Compramos um voo direto!

Depois de algumas horas de conversação e várias atendentes depois, nos colocaram em um voo que saía 12:30 direto para Salvador, sendo que chegamos em Guarulhos por volta de 5 AM para reembarcamos inicialmente às 09:30.

Ficamos à toa no aeroporto, tivemos gasto com café da manhã e almoço e chegamos em casa já no fim do dia, quando a previsão era chegarmos na hora do almoço. Foram 24 horas desde a hora que chegamos no aeroporto de Genebra até pousarmos em casa.

Veja informações importantes sobre a Suíça:

+ Suiça

By |2018-03-07T01:06:31+00:0022/07/2017|Categories: Europa, Genebra, Suíça|Tags: |18 Comentários

18 Comments

  1. Klécia Cassemiro 24/07/2017 em 13:55 - Responder

    Isso tudo foi tão louco, Ana!
    Eu acompanhei a agonia de vocês pelas redes sociais e só pensava que, se fosse comigo, eu não teria ideia de como me comportaria. Planejar, imaginar, sonhar, gastar ($) com uma viagem e ver tudo isso atrapalhado por coisas que não podemos controlar é muito inquietante. Pelo menos a maratona de agonias acabou na maravihosa Genebra <3

    • Analuiza Carvalho 24/07/2017 em 15:19 - Responder

      Klécia… parece bobagem, mas eu juro que é uma frustração sem tamanho! Teve muito impacto esse adiamento, pois chegamos mais cansados, perdemos praticamente dois dias de viagem e gastos não previsto… E a gente sabe que tempo e dinheiro são dois dos itens mais fundamentais na vida de um viajante né?! No final chegamos e sim, Genebra é muito linda! 🙂 beijos

  2. Martinha Andersen 28/07/2017 em 05:20 - Responder

    Meu Deus que transtorno. Nunca passei por isso, e nunca quero passar. Imagino o tanto que deve acabar com uma viagem. Lamentável. Beijos =)

    • Analuiza Carvalho 28/07/2017 em 06:19 - Responder

      Martinha… desejo mesmo que ninguém passe por esse perrengue!!! Tem impacto significativo e negativo em nossa viagem, tão planejada e tão programada! bjs

  3. Adriana Magalhães 28/07/2017 em 08:12 - Responder

    Que droga, esse tipo de perrengue compromete toda a viagem, né? Que saco!

  4. rui batista 28/07/2017 em 16:15 - Responder

    INCONCEBÍVEL o tipo de comportamento da companhia aérea. Certamente, a mim não me apanharão. É demasiado mau o voo falhar e depois fugirem às suas mais básicas responsabilidades. Na Europa as regras são bem mais apertadas. Ainda assim, há companhias que fazem o mesmo, tentando furtar-se às suas responsabilidades. Quem tiver paciência e persistência para reclamar, acaba por ver os seus direitos garantidos. Boa partilha. Para que todos saibam o “lado b” de uma viagem e perceber o comportamento de certas companhias aéreas.

    • Analuiza Carvalho 31/07/2017 em 14:09 - Responder

      oi Rui… as coisas no Brasil são mesmo mais frouxas e frequentemente estas questões precisam ser resolvidas judicialmente. Caso contrário, as companhias de fato furtam-se de arcar com suas responsabilidades. bjs

  5. Thiago 28/07/2017 em 22:21 - Responder

    Caramba que história ein! Nunca passei por um perrengue desses ainda! Mas que bom que no fim deu tido certo

    • Analuiza Carvalho 29/07/2017 em 18:46 - Responder

      Deu certo porque chegamos e a viagem foi ótima. A Suíça nos recebeu muito bem e vimos coisas lindas, mas com a LATAM foi perrengue na ida e na volta!!!!!

  6. Diego Arena 29/07/2017 em 10:09 - Responder

    Caraca, imagino como devem ter ficados nervosos com tudo isso… horrível quando a viagem que tanto sonhamos começa desse jeito. Tomara que tenha conseguido aproveitar bastante lá!
    ps: Já viajei de passaredo e… ninguém merece haha

    • Analuiza Carvalho 29/07/2017 em 12:41 - Responder

      Pois é Diego… é uma sensação muito frustrante!!!! Umas poucas horas de atraso já é ruim, mas cancelamento é difícil! E na volta, cansados de muitas horas de viagem nos deparamos com esta história da Passaredo!!! Inacreditável! 🙁

  7. RoadTrio 29/07/2017 em 13:54 - Responder

    Que situação chata. Nunca passamos por isso, mas deve ser muito frustrante. Tem coisas inacreditáveis mesmo

  8. bstorquato 30/07/2017 em 21:12 - Responder

    Caramba que perrengue hein? Eu passei um sufoco assim com a COPA Airlines, pra voltar de Chicago. Tive que ficar 5 dias a mais nos Estados Unidos até conseguir resolver.

    • Analuiza Carvalho 31/07/2017 em 10:06 - Responder

      WOW! Em seu caso foi ainda pior o perrengue! 5 dias é muita coisa e pode acarretar uma série de grande problemas!!!

  9. […] + Do Brasil para a Suíça tivemos um voo cancelado […]

  10. […] + Do Brasil para a Suíça tivemos um voo cancelado […]

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.