1° Corrida do Turismo no Parque Nacional do Iguaçu – Foz do Iguaçu, Brasil

Domingo, 24 de novembro de 2019, portão antigo do Parque Nacional do Iguaçu, na cidade paranaense de Foz do Iguaçu, Brasil. Antes das 7 horas de uma manhã não muito quente, Leo e eu nos juntamos a outros corredores de rua para participarmos da 1 ° Corrida do Turismo.

O percurso teve 11,5 quilômetros.

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Foz do Iguaçu, domingo, 4 horas da manhã

Eram mais ou menos 4 horas da manhã quando o despertador tocou. Tive dificuldades em abrir os olhos e pensei seriamente em virar para o lado e continuar dormindo, desistindo de correr. Leo, muito mais disposto que eu, me empurrou para fora da cama.

Ele já estava em plena atividade!

Na noite anterior fomos dormir tarde celebrando a iminente chegada do filho destes tão queridos amigos. A festa acontecia no quintal, com mangueiras, pés de jabuticaba e acerola, com os cachorros da casa, cheios de dengo, participando dos festejos, a família toda reunida, felizes. A temperatura em Foz estava agradável, a comida saborosa e a conversa animada e divertida. A decoração estava linda!

Assim que, na manhã seguinte, eu só queria continuar dormindo!

Um café e um nada no estômago

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Um café e cara de véspera

Com certo esforço pulei da cama, enquanto Leo descia para fazer um café. A vida só começa após um bom café, negro, forte, encorpado. Só o cheirinho já foi suficiente para me ajudar a despertar. Depois do primeiro gole, eu já estava pronta para correr!

Protetor solar, top, short, meias, tênis, óculos de sol… Usei meu Adidas Ultraboost que já estava com quase 700 quilômetros rodados, pedindo aposentadoria. Foi a despedida. Nos dois ou três últimos km, senti que ele já não aguentava mais o tranco. Com a poeira do Parque Nacional Iguaçu, mais um par de tênis aposentado.

Ele foi para doação.

Como eram apenas 11,5 quilômetros não levei carbogel, que uso para corridas de mais largas distâncias, acima de 12 km. Geralmente eu como banana in natura antes de qualquer treino ou prova, quando estou em casa. Viajando, levo bananada, mais fácil de carregar, permitido em todos os países que já visitei até hoje e, além disso, alimento não perecível.

Desta vez, esqueci!

Erro de amadora não planejar corretamente os itens necessários para treinos e/ou provas! Com as semanas antes da viagem agitadas e cheias de compromissos, não consegui me organizei direito.

Lamentável!

Resultado?! Não tinha nada para comer antes de correr. Leo só levou o que ele necessitava. Na casa dos amigos, nada de frutas ou qualquer outra coisa que pudesse me ajudar a sair deste aperto. Nunca havia corrido nenhuma distância em jejum para ter uma noção de como meu corpo iria se comportar.

Mas, só me restou arriscar e correr de estômago vazio. Então, lá fui eu!

Cadê o Uber?!

Em Foz, principalmente nos fins de semana cedo, é muito difícil encontrar carros de Uber rodando. Levamos mais ou menos meia hora esperando, até que um abençoado que estava deixando um passageiro no aeroporto apareceu e aceitou a corrida.

Seguimos pelas ruas desertas de Foz até o antigo portão do Parque Nacional Iguaçu. A largada estava prevista para às 07:30 da manhã e outros corredores já haviam chegado.

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Na concentração…

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

…da largada para a 1° Corrida do Turismo em Foz do Iguaçu

Entrega do kit da 1° Corrida do Turismo em Foz do Iguaçu

O kit da corrida, composto por número de peito com chip, camisa e viseira, foi entregue somente no sábado na World Tennis, loja localizada no Cataratas JL Shopping, em Foz do Iguaçu. Quando fomos pegar o nosso, o lugar estava super tranquilo e não demoramos mais que alguns minutos por lá.

Havia desconto na loja para os corredores, mas como não tinha tênis Adidas e nem Mizuno não compramos nada.

A camisa e a viseira era temática, em homenagem à onça pintada, animal que estava ameaçado de extinção, mas por conta do trabalho desenvolvido por biólogos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), através do Projeto Onças do Iguaçu, o número de animais cresceu de modo significativo.

Na área de chegada da corrida havia um stand do ICMBio, com uma exposição, incluindo crânios de onças, contando sobre o animal, o monitoramento para garantir a sobrevivência não só da onça-pintada como de outros animais que vivem na mata nativa da região.

Valeu muito à pena conhecer um pouco mais de nossa fauna.

A largada

A corrida atrasou mais ou menos meia hora. Um problema no cronometro, eles disseram. Fiquei ainda mais preocupada, porque começava a ficar com fome e não tenho o hábito de fazer qualquer atividade física sem comer nada.

Esperando a largada que estava atrasada

Finalmente, largamos! Eram cerca de 400 corredores apenas, então desde o início já corremos bem folgados. Leo logo acelerou e saiu de meu campo de visão. Só tornei a vê-lo na linha de chegada. Eu mantive meu ritmo.

Os corredores ocuparam o lado esquerdo da Rodovia das Cataratas. O lado direito ficou livre para os ônibus de turismo e do Parque Nacional Iguaçu que já estavam circulando àquela altura e passavam de tempos em tempos por nós.

Sabendo que estava em jejum e sem ritmo de prova desde que voltamos dos Estados Unidos onde corremos a Meia Maratona de Detroit (prova espetacular!), larguei num ritmo confortável. Não queria quebrar, então decidi adotar uma estratégia conservadora.

O percurso

O percurso da 1 ° Corrida do Turismo Parque Nacional Iguaçu é bem monótono. Nos primeiros quilômetros é encantador correr numa pista sem trânsito de carros, espaçosa, com a mata margeando os dois lados da rodovia. Durante todo o trajeto escutamos apenas os cantos dos pássaros, os ruídos não identificados da natureza, os passos e a respiração dos corredores.

Não demorou muito, sem grandes distrações externas, o tédio se instalou.

Então, eu comecei a me concentrar em minha corrida: ritmo, passada, respiração, coração… Segui metro a metro avaliando minhas condições físicas de estômago vazio, a fome mostrando as garras, ameaçando ficar feroz…

Mantive o ritmo conservador, acelerando em apenas alguns trechos para sentir meu corpo mais vivo.

Suor, movimento, prazer… Gosto muito de percursos entediantes porque assim aproveito muito mais as sensações que a corrida de rua me proporciona. Me volto muito mais para mim, do que quando o trajeto é atraente e cheio de informações.

O percurso foi todo com esta paisagem e com este asfalto

Sobe, sobe, sobe mais um pouco

O percurso da 1 ° Corrida do Turismo dentro do Parque Nacional Iguaçu é quase todo de subida. Outro aspecto desafiante! Encontramos algumas poucas descidas. Entre uma subida e outra, havia trechos mais planos o que ajudava na recuperação.

Eu gosto de correr em percursos com ladeiras. Até hoje eu não sei a razão, mas costumo correr muito bem em provas que tem ladeiras no percurso. Principalmente se elas me permitem a recuperação entre uma subida e outra como foi o caso da 1 ° Corrida do Turismo.

Uma prova desafiante. Adoro um desafio!

A hidratação

A prova teve 3 pontos de hidratação, com água à vontade, localizados do lado direito da Rodovia das Cataratas. Não entendemos muito bem a razão, já que estávamos correndo na pista da esquerda. Tivemos que olhar se não vinha ônibus, atravessar a rua, pegar água e voltar.

Terminou não sendo um complicador porque passaram poucos ônibus durante toda prova, mas ainda assim, um pequeno desvio que pode comprometer a corrida de quem planejou tempo, RPs e afins.

Não havia ninguém para dar água em nossas suadas mãos. Cada um pegava seu copinho. Como não havia muitos corredores, não houve engarrafamento, trombadas ou qualquer situação desta natureza quando eu passei pelos pontos de hidratação. Foi super tranquilo pegar a água.

Estávamos numa área de preservação ambiental, então segurei meu copinho até encontrar uma lixeira para descartá-lo. Sei que a organização depois limpa o parque, mas não queria arriscar de algum dos copinhos que peguei fosse parar na mata, causando danos ambientais.

Não me custou assumir a responsabilidade de jogar o copo no lixo.

Entretanto, a organização da prova poderia ter colocado latas de lixo nas proximidades dos pontos de hidratação, facilitando bastante o descarte e ajudando a desenvolver uma conscientização ambiental nos corredores, afinal o Parque Nacional Iguaçu é uma unidade de preservação.

A temperatura

Não estava calor. Pelo menos não para mim, que treino em Salvador, com um calor deselegante, desumano, intenso… Na largada desta corrida em Foz do Iguaçu, a temperatura marcava entre 22, 23 graus. Contudo, escutei muita gente reclamando, afirmando que estava bem quente e que sofreu com isso.

Percepções!

Mesmo não sentindo calor, achando a temperatura até amena, por conta do ar seco, (lembrando que corro em Salvador, cuja umidade é altíssima), dei goles d´água nos dois primeiros postos de hidratação e bebi mais água depois que concluí a prova para evitar qualquer tipo de desidratação.

A chegada

Concluí a prova com 1h31min e Leo chegou cerca de 5 minutos à minha frente. Fiquei bem feliz com minha prova e teria feito tudo exatamente igual durante o percurso. Se tivesse me planejado melhor, não teria corrido em jejum. Teria sido então outra prova, naturalmente.

Dentro daquele cenário, afirmo que minha prova foi perfeita.

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Leo me esperava na chegada

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Levando mais uma medalha para casa

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Feliz da vida com minha prova

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

A medalha é linda!

Na linha de chegada

A chegada da 1 ° Corrida do Turismo Parque Nacional Iguaçu aconteceu no Espaço Porto Canoas, de onde temos acesso às Cataratas do lado brasileiro. Tinha frutas e iogurte, além de muita água para os concluintes. A medalha é linda, uma das mais bonitas que eu já ganhei, com uma bela onça-pintada ornamentando.

Para voltar ao ponto de partida, basta pegar um dos ônibus do Parque Nacional Iguaçu que faz este trajeto e nos deixa no espaço para visitantes, na bilheteria do parque. É gratuito.

Ficamos um tempo por ali, resenhando com outros corredores, tirando fotos e fazendo stories para o instagram.

Depois fomos turistar!

As famosas Cataratas do Iguaçu em Foz do Iguaçu

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

As espetaculares Cataratas do Iguaçu – Foz do Iguaçu, Brasil

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Cataratas do Iguaçu

Todos os corredores que concluíram a 1 ° Corrida do Turismo Parque Nacional Iguaçu tiveram acesso às Cataratas do Iguaçu. Já tínhamos visitado duas vezes, mas elas são tão impressionantes que fomos olhar novamente uma das 7 maravilhas do mundo moderno. A força das águas, a beleza imponente e gloriosa da natureza, tudo estava ali…

Pela primeira vez eu vi as Cataratas do Iguaçu lotadas! Na ponte que nos leva sobre as águas havia engarrafamento de pessoas! Tenho impaciência de lugar assim, mas respirei fundo e procurei aproveitar o imenso privilégio de estarmos diante daquele cenário incrível mais uma vez!

E com medalha no peito, ostentando!

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Ostentando minha linda medalha nas Cataratas do Iguaçu

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Leo, sua medalha e as Cataratas do Iguaçu

Quer mais informações sobre como visitar as Cataratas do Iguaçu em dias regulares?! Então clica no link bem aqui abaixo, que a Lulu te conta tudo!Cais da Ilha de Genebra

Cataratas do Iguaçu pelo Let´s Fly Away

Valeu muito à pena correr a 1° Corrida do Turismo Parque Nacional Iguaçu, vencer os desafios e finalizar nas Cataratas do Iguaçu, podendo desfrutar desta maravilhosa paisagem. Afirmo ainda que todo viajante deveria conhecer esta beleza tão brasileira!

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Cataratas do Iguaçu lotada de turistas

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

As Cataratas do Iguaçu repletas de gente

Quer saber de outra corrida de rua muito legal no Brasil?! Então clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

A Corrida do Bonfim em Salvador na Bahia

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagram e Twitter e Trip Advisor

1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua              1° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu #corridaderua

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de Genebraa 1 ° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, Brasil ficará guardada em seu perfil no  Pinterest🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

1 ° Corrida do Turismo Parque Nacional Iguaçu – Foz do Iguaçu, Brasil

Se você, meu caro viajante, gostou saber sobre a 1 ° Corrida do Turismo Parque Nacional do Iguaçu, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

By |2019-12-12T12:01:46+00:0012/12/2019|Categories: Quer Correr Comigo?|Tags: , |0 Comentários

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.