O Colégio CALVINO em Genebra – um dos símbolos da TRAJETÓRIA da cidade

Passeando pelas ruas de Genebra encontramos o Colégio Calvino, um dos símbolos da Reforma Protestante na cidade. A chuva que caíra pesada durante quase toda a tarde havia finalmente passado. Pudemos então deambular novamente pelas ruas de Genebra, seguindo com a exploração pela cidade, voltando a mergulhar em sua beleza clássica, atraente, evidente e milenar.

Genebra nunca cansou os meus olhos ou a minha alma. Quanto mais eu a via, mais eu a desejava.

Passamos boa parte do dia imersos na vida antiga de Genebra caminhando por eras e terras distintas em visita ao Museu de Arte e História de Genebra, cuja crônica dos mundos contada por ali através dos inúmeros objetos expostos é larga e vasta.

Depois disso, já no fim da tarde, saímos novamente para o ar livre.

Le Collège Calvin

Colégio Calvino

O Colégio Calvino

Andamos atentos pela urbe, observando seus detalhes que são muitos. Genebra é uma cidade de minúcias. É preciso tranquilidade para absorvê-la. Pressa definitivamente não combina com este lugar. Foi bem assim, perambulando pelas ruas de Genebra, sem qualquer apressuramento, que nos vimos face a face com o Colégio Calvino, fundado no século XVI, muito representativo para a história da cidade.

Genebra tornou-se protestante em 1536, mas somente em 1559 o Colégio Calvino, antigo Colégio de Genebra, esteve pronto para receber os alunos, meninos desde a idade dos 7 anos, que tinham dez horas de aula, 6 vezes por semana.

Dizem que não era fácil!

Os protestantes acreditavam que os fieis deveriam ser capazes de ler a bíblia, de maneira a construírem suas próprias considerações. Assim, a educação passou a ser obrigatória, além de gratuita para os pobres. O ensino foi então reformulado de maneira a ensinar as línguas e as matérias humanistas – latim, grego antigo, gramática, lógica e retórica, além de autores clássicos e o catecismo calvinista.

Mais ou menos à mesma época foi fundada a Academia (hoje Universidade) de Genebra, cujo sucessor de Calvino, Theodore de Bèze estava à frente.

Somente no século XVIII as ciências entraram para o currículo do Colégio de Calvino. Em 1969 passou a receber meninas, modernizou o ensino e segue hoje com mais ou menos 800 alunos.

Além de ser um marco da história genebrina, este antigo colégio possui uma belíssima estrutura que mescla um ar campestre com modernidade antiga, sem claro, perder a tão característica elegância da cidade.

Em minha opinião, querido viajante, um lugar que merece uma nesga de sua atenção quando estiver na bela Genebra, caminhando por suas antigas ruas.

Se gostou de conhecer o Colégio Calvino, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam e se deliciem também! 🙂 

Quer conhecer outro lugar interessante da velha Genebra?! Então clica nos link bem aqui abaixo!

Cais da Ilha de Genebra

+ Muro dos Reformadores

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais:

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

O Colégio Calvino é um dos símbolos da Reforma Protestante de #Genebra na #Suíça e tem uma linda #arquitetura! Para quem adora conhecer a #história das #cidades não pode deixar de dar uma espiadinha nele. #viajar #viajantesempressa

 

Clicando na imagem ao lado o o Colégio Calvino ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

 

By |2018-03-07T01:05:21+00:0014/12/2017|Categories: Genebra|Tags: , |0 Comentários

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.