Centro CULTURAL Vila FLOR em Guimarães, PORTUGAL

Deixamos o Porto cedo naquela manhã de sábado cinza e chuvosa. O destino? Guimarães. Passamos o dia na cidade em busca de mais fragmentos da história portuguesa e de parte de seu passado e de seus personagens ilustres. A primeira personalidade que encontramos foi o Centro Cultural Vila Flor.

Desembarcamos na estação de trem da cidade antes de 10 horas da manhã. O tempo também estava meio nublado, mas não chovia. A estação estava vazia e a temperatura mais fria do que no Porto.

Veja como pegar o trem em Porto com destino à Guimarães:

A Estação de trem de Guimarães

Estação de trem de Guimarães

Estação de trem de Guimarães

A estação de trem de Guimarães é pequenina, mas uma graça com sua fachada adornada com os tradicionais, icônicos e típicos azulejos azuis em uma fronte branca, com muitas portas e janelas.

A área dos trilhos e plataforma também é muito característica, sem nada de especial, mas que tem todo o lirismo que envolve os trens que tanto me encantam e quase sempre me dão a sensação de pretérito, mesmo quando são muito modernos, o que não é o caso da estação de Guimarães.

Centro Cultural Vila Flor

Centro Cultural Vila Flor

Centro Cultural Vila Flor

Centro Cultural Vila Flor

Em frente à estação há um mapa indicando como chegar ao centro medieval histórico: são mais ou menos 10 ou 15 minutos de caminhada até o Largo do Toural e aproveitamos para já ir sentindo o clima e a atmosfera da cidade.

Passamos pelo Centro Cultural Vila Flor (Avenida D. Afonso Henriques) instalado em um belíssimo casarão do século XVIII, tão imponente que é improvável que passe despercebido aos olhares passantes.

Foi construído a mando de um fidalgo e depois disso foi habitado por muitas famílias abastadas até ser adquirido pela câmara municipal de Guimarães, já no século XX. Noutros tempos serviu a diversos e distintos fins, recebendo em meados de 1800 a Rainha D. Maria II.

Após a recuperação do Palácio Vila Flor, foi inaugurado em 2005, o centro cultural de mesmo nome, possuindo ele auditórios, teatro, sala de exposições, um café concerto e restaurante, colocando Guimarães no circuito cultural do país. Além disso, os jardins são muito bonitos, bem adequados à beleza do edifício oitocentista.

Quer conhecer um pouco mais sobre esta bela cidade que atende pelo nome de Guimarães?! Então, por favor, clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

+ Pelas ruas medievais do centro histórico de Guimarães

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitter e Google+

O Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, Portugal possui jardins muito bonitos, bem adequados à beleza do edifício oitocentista que abriga o centro. #viajar #centroculturalvilaflor #melhoresdestinos #espiandopelomundo #viajantesempressa #guimaraes #portugal                O Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, Portugal está instalado num belíssimo casarão do século XVIII, tão imponente que é improvável que passe despercebido aos olhares passantes. #viajar #centroculturalvilaflor #melhoresdestinos #espiandopelomundo #viajantesempressa #guimaraes #portugal

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de GenebraCentro Cultural Vila Flor ficará guardado em seu perfil no Pinterest 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

O Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, Portugal

Se você, meu caro viajante, gostou de conhecer um pouco sobre o Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, Portugal, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

By |2018-06-07T19:32:47+00:0004/04/2017|Categories: Europa, Guimarães, Portugal|Tags: , |9 Comentários

9 Comments

  1. […] peguemos então a Av. Dom João IV e viremos à direita na Av. Dom Afonso Henriques até o Centro Cultural Vila Flor, instalado em um belíssimo casarão do século […]

  2. […] português, acho que a vontade de comê-los é eterna e nunca saciada. Passamos em frente ao belo Conjunto Cultural Vila Flor e começamos a buscar as cafeterias […]

  3. […] percurso distinto daquele que fizemos quando chegamos à cidade, onde passamos em frente ao Centro Cultural Vila Flor. Dessa vez fomos conhecendo a parte moderna, atual e mais barulhenta da […]

  4. Patricia 07/06/2018 em 22:14 - Responder

    Parece ser bem bacana esse lugar! Nunca tinha ouvido falar.
    Vou incluir no roteiro quando for para Portugal.

    • Analuiza Carvalho 08/06/2018 em 11:59 - Responder

      oi Patricia… inclua sim, não só o Centro Cultural Vila Flor como toda a bela Guimarães! 🙂 bjs

  5. Que fofa!
    consigo ver um pouco do estilo que eles usaram aqui em Minas e um pouco do que tem pela europa, muito legal!

    • Analuiza Carvalho 08/06/2018 em 11:56 - Responder

      Oi Camila… aqui em Salvador temos muitas semelhanças com a arquitetura portuguesa, assim como em Minas, principalmente nos centros mais antigos. 🙂 bj

  6. Michela Borges Nunes 07/07/2018 em 00:38 - Responder

    Sabes que trens também me fascinam e por isso, acho que adoraria conhecer esta estação. Ah, os azulejos azuis de Portugal também me fascinam, hehehe, pronto, já adorei este lugar e adorei conhecer por meio do teu post. Beijos!

    • Analuiza Carvalho 08/07/2018 em 11:07 - Responder

      A estação de Guimarães, assim como toda a cidade, é muito gracinha. Vale muito uma visitinha e se um dia eu puder, até durmo por lá. rsrs bj

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.