Museus da cidade: Caixa CULTURAL de SALVADOR

A Caixa Cultural de Salvador é, sem dúvida, um dos lugares mais legais da cidade e abriga constantemente mostras temporárias interessantíssimas e muito diversificadas.

Além disso, a entrada é gratuita.

Verão em Salvador

Caixa Cultural de Salvador

Praia, sol, mar, vento, calçadão… ê Salvador!

Caixa Cultural de Salvador

Uma água de coco para refrescar

Verão em Salvador é quente. Verão em Salvador é ensolarado, colorido, cheio de turistas e com cheiro de maresia, do azeite de dendê que vem das moquecas, do acarajé e do abará dos tabuleiros das baianas. O verão em Salvador tem corpos bronzeados e sotaques diversos.

O verão em Salvador combina com Timbalada e Sarau do Brown no Museu do Ritmo. Combina com a Terça da Benção do Olodum, com voltar ao passado subindo e descendo as ruas do Pelourinho. Verão em Salvador combina com praia, areia, com sandálias havaianas, cerveja gelada, água de coco e roskas feitas com frutas variadas.

Combina com tomar um sorvete na Ribeira e pedir a benção na Igreja do Sr. do Bonfim ou aos Orixás no Dique do Tororó. Verão em Salvador combina com festa e alegria, mas combina também com Caixa Cultural e com exposições.

A Caixa Cultural de Salvador

Caixa Cultural de Salvador

A bela fachada da Caixa Cultural de Salvador

Caixa Cultural de Salvador

A bela escadaria do sobrado onde funciona a Caixa Cultural de Salvador

Caixa Cultural de Salvador

Bela porta que adorna a Caixa Cultural de Salvador

Caixa Cultural de Salvador

Vista da Baía de Todos os Santos desde a Caixa Cultural de Salvador

A Caixa Cultural foi inaugurada somente em 1999, mas funciona em um prédio velho, antigo, secular, onde um dia, lá pelo século XVIII, foi a Casa de Oração dos Jesuítas.

O edifício foi doado aos padres da Companhia de Jesus por um anônimo. Hoje, em meio às suas paredes brancas em contraste com lindas portas azuis, abriga exposições temporárias.

O sobrado de dois andares por si só já merece uma visita: ele é lindo e está muito bem conservado! Isso sem contar que a casa tem um pouco da alma das centenas de pessoas que percorreram aquelas salas antes nós, meros apreciadores de arte.

Edifício Tombado

Caixa Cultural de Salvador

Rua Carlos Gomes

No número 57 da Rua Carlos Gomes já funcionou o jornal Diário de Noticias e já foi residência de famílias baianas abastadas. Aqui também já funcionou um asilo para viúvas idosas e uma casa de jogos.

Tem história este prédio tombado pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional! Já viu e viveu muitas coisas. E agora, como uma cereja em cima de um bolo magnifico ele hospeda muitas exposições interessantes, para todos os gostos.

A Rua Carlos Gomes, onde a Caixa fica é uma das ruas de maior simbolismo da capital baiana, por onde passam os trios elétricos durante o carnaval no circuito mais tradicional e antigo da cidade.

É uma rua popular e caótica, tem um delicioso ar decadente. Há casas antigas, velhas mesmo, estragadas pelo tempo, cheias de rugas. Durante a semana é engarrafada com carros, ônibus e pedestres e seus barulhos excessivos, cuidando de suas vidas modernas. Aos domingos é quase vazia e silenciosa. Meu dia preferido para visitar a Caixa.

Ali bem pertinho está a famosa Praça Castro Alves, aquela que é do povo, como canta a antiga marchinha de carnaval composta por Caetano Veloso.

As exposições

Caixa Cultural de Salvador

Cândido Portinari e Sérgio Campos

Caixa Cultural de Salvador

Xilogravuras de J. Borges

Caixa Cultural de Salvador

World Press Photo e suas imagens impactantes

Eu já perdi as contas de quantas vezes visitei a Caixa Cultural Salvador. É um lugar que eu adoro, pois tem alma, tem arte, tem conhecimento e isso tudo para mim é fonte do mais puro prazer.

Cândido Portinari e Sérgio Campos

Tive a oportunidade de ver uma exposição de Cândido Portinari e Sérgio Campos.

Eu não conhecia muito da obra do paulista Cândido Portinari e me encantei, talvez, por me fazer voltar à minha infância através de seus espantalhos, cangaceiros e meninos armando suas arapucas, mas meu apreço total vai para o Menino Morto, tão triste e desolador.

Vi sofrimento e ao mesmo tempo conformismo em seus personagens. Vi lágrimas ainda que não vertidas. Vi suor nas colheitas de café, mas ouvi os risos das crianças que plantavam bananeiras.

Sérgio Campos deu vida às personagens de Portinari. Esculturas em bronze onde eu esperei que a qualquer momento elas fossem criar vida e falar comigo. Acho mesmo que a menina de tranças piscou para mim.

Matisse, J. Borges e Dante Alighieri

Duas exposições tão antagônicas quanto complementares na Caixa Cultural Salvador, pois ambas tem a ver com referência, composição e cor: Matisse me absorveu suavemente, enquanto J. Borges me jogou de volta às minhas origens.

Vi A Divina Comédia do gênio italiano Dante Alighieri através do olhar de outro mestre das artes, Salvador Dalí, exposto através de xilogravuras e aquarelas. Sai da Caixa Cultural Salvador intrigada e confusa.

Não é fácil entender estas duas personalidades desafiantes, interessantes.

World Press Photo

Outrora estive diante do projeto World Press Photo: 164 fotografias sacadas por variados fotógrafos de muitas nacionalidades (o Brasil estava representado) cujas imagens foram escolhidas através de um concurso (o 59°) por uma comissão na Holanda.

São os contadores de histórias através de imagens.

Imagens estas, impactantes, doídas, deprimentes, sofridas, chocantes, aterradoras, humanas, sensíveis e reais falaram de momentos culturais, sociais, políticos e ambientais vividos em 2015.

Eu chorei e eu sofri e digo com convicção: foi uma exposição imperdível!

Vida longa à maravilhosa Caixa Cultural de Salvador

A Caixa Cultural de Salvador combina mesmo com o verão da cidade. E com o outono, o inverno e também com a primavera.

Por isso, eu digo: soteropolitanos e turistas, visitem a Caixa Cultural. Vamos contribuir para que sua vida seja longa, muito longa!

Este texto faz parte do #vivendosalvador

Vem espiar este mundão lindo comigo:

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil no Pinterest


Venha viver o verão na Bahia, venha viver a Bahia!


Clicando na imagem abaixo a Caixa Cultural de Salvador ficará guardada em seu Pinterest! 🙂 

A Caixa Cultural de #Salvador. #Bahia é, sem dúvida, um dos lugares mais legais da #cidade e abriga constantemente mostras temporárias interessantíssimas e muito diversificadas. #viajar #museu

 

By |2018-03-07T01:05:44+00:0006/11/2017|Categories: Salvador|Tags: |0 Comentários

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.