Lugares e PERSONAGENS soteropolitanos: o bairro do COMÉRCIO e “Seo” Nelson

O cenário é o Comércio em Salvador. O bairro do Comércio para ser mais precisa. Lugar que carrega na alma uma atmosfera caótica e certo ar de decadência. Ainda assim, belíssimas construções arquitetônicas antigas habitam a região. Eles vão bravamente sobrevivendo ao descaso geral.

Entretanto, outros tantos edifícios estão indo parar no chão: nossa preciosa história vai desabando.

No passado, por onde caminhamos hoje pelo Comércio, era a Baía de Todos os Santos, que foi aterrada.

Ali, funcionava o centro financeiro da cidade.

Hoje órgãos públicos, restaurantes, faculdades, escritórios de advocacia e bancos, além da famosa Feira de São Joaquim e do Porto da cidade continuam ocupando os espaços.

Além claro, de ícones como a Igreja da Conceição da Praia, uma das mais bonitas da cidade e o Mercado Modelo.

Aliás, quando a família real portuguesa chegou ao Brasil, fugida das invasões napoleônicas, foi aqui no Comércio que aportaram. O objetivo era chegar ao Rio de Janeiro, mas as esquadras se perderam e a família real veio parar na então capital do Brasil.

Não por muito tempo, contudo. Naquele mesmo ano, o Rio de Janeiro assumiu o posto.

Léo e a cidade

Muitas pessoas passam diariamente pelas ruas principais que formam o bairro do Comercio numa mistura de gente tão típica da capital baiana. Os ruídos são muitos, assim como os personagens e as cenas cotidianas (muitas vezes pitorescas) que se desenrolam pelo Comércio.

Léo que vive esta cidade de coração aberto e alma escancarada se despede de um dos personagens soteropolitanos.

“Seo” Nelson

“Eu tinha esta visão todas as vezes em que engraxava meus sapatos com “Seo” Nelson”.

Bairro do Comércio

Uma rua do comércio

“Sábio das ruas, ele exerceu por mais de 60 anos seu ofício no mesmo ponto. Deve ter visto muitas coisas e pessoas; deve ter visto a elegância e a decadência desta mesma rua.

Tinha uma conversa fácil, inteligente e gostosa. Cumprimentava todos e era saudado por todos os passantes. Mesmo estando ultimamente mal de saúde e “mal das vista”, caprichava na graxa e só terminava quando via o brilho do sapato; e, apesar dos problemas, nunca deixou de sorrir.

E DEUS, enfim, o chamou. Mas esta rua sempre me lembrará dele e das nossas conversas. Que em PAZ descanse, Sr. Nelson”.

Que assim seja, pois! 💐 🌷

Adeus a Seo Nelson

Gostou de passear comigo por Salvador e de conhecer um bocadinho de “Seo”Nelson?! Então compartilhe nas suas redes sociais para que outras pessoas possam ler também. 😉

  Gostaria de conhecer um pouco mais da capital baiana?! Então clica no link bem aqui abaixo para descobrir um de meus lugares favoritos na cidade! 

Seo Nelson

       + O maravilhoso Solar do Unhão

Vem espiar este mundão lindo comigo:

Siga o Espiando pelo Mundo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Google+

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil no Pinterest

Clicando na imagem abaixo o Bairro do Comércio ficará guardado em seu Pinterest! 🙂 

O bairro do Comércio em #Salvador guarda histórias pitorescas e edifícios antigos e importantes para a #cidade. #Bahia #Brasil #viagem #viajar

Este texto faz parte do Vivendo Salvador. Venha viver Salvador comigo! 

By |2018-03-07T01:05:33+00:0027/11/2017|Categories: Salvador|Tags: , |2 Comentários

2 Comments

  1. Klecia 30/11/2017 em 12:05 - Responder

    Primeiro eu adoro por do sol. Tinha um comentário todo pronto e veio a foto do fim de dia no skyline de salvador e pah, não resisti de começar falando dele!
    Segundo, adorei esse post contado na intimidade de uma cadeira de engraxate (eles estão sumindo, talvez não durem mais muitos anos). Seo Nelson sabia das coisas, Seo Nelson sabia da Bahia.
    Leo, bela vista dessa cadeira ai! Com a conversa de Seo Nelson, devia mesmo ser um momento do dia pra gente ter saudade e querer ter de volta.
    Descanse em paz, Seo Nelson!

    • Analuiza Carvalho 06/12/2017 em 11:48 - Responder

      Eu também adoro um por do sol colorindo os céus de uma cidade e esse foi especialmente bonito! 🙂

      Amém! Que “Seo” Nelson esteja bem onde estiver, pois por aqui, deixou saudades em alguns corações como o de Léo, mas principalmente boas lembranças, de um tempo que se vai, pois é isso mesmo, a profissão de engraxate – momento para um papo, para relaxar, ler o jornal – está sumindo dia a dia. 🙁

      beijinhos

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.