[8on8] Era uma vez… sol e calor em oito imagens e histórias

O projeto 8on8 desse mês de Janeiro, o primeiro de 2021, tem como tema: sol e calor, já que é verão no hemisfério sul do planeta. Era uma vez… Alguns verões pelo mundo. A seguir 8 imagens que representam sol e calor para mim. Memórias. Recentes. Antigas. Boas. Nem tanto.

Pôr do sol – Praia do Forte/Brasil

Alguns verões #viagem #verão

Entardecer – Praia do Forte/Bahia

Entardecer: verbo

  1. intransitivo

cair a tarde.

  1. substantivo masculino

o cair da tarde; pôr do sol; ocaso, poente.

Fim de tarde, crepúsculo… O pôr do sol em Praia do Forte – Bahia, na praia da igrejinha é das coisas mais lindas de se apreciar, vivenciar… Um sereno mudar de cores!

Um cerevja pelo amor de… – Düsseldorf/Alemanha

Alguns verões #viagem #verão

A alegria de matar a sede – Düsseldorf, Alemanha

Uma tarde de verão. Düsseldorf, linda, moderna e urbana. Calorenta, quente, fervendo, torrando! Cidade abafada! Sensaçao de muitos, muitos, MUI-TOS graus centigrados acima de zero!

Calor: substantivo masculino

1.qualidade, estado ou condição do que é quente ou está aquecido; temperatura (relativamente) alta.

2.sensação produzida exteriormente por contato do corpo (pele) com fogo ou com ambiente ou matéria aquecidos.

Horas de caminhada, ininterruptas, me arrastando, boca seca! Lábios grudando… Uma bebida gelada pelo amor de Deus, Oxalá Nosso Senhor do Bonfim, minha Mãe Iemanjá! Tudo fechado. TU-DO! Siesta na Alemanha? eu-sigo-der-re-ten-do… DER-RE-TEN-DO!

Me desfazendo em suor, mau humor e letargia. Até que…

Enfim. ENFIM, um lugar aberto, uma cerveja por favor! Ahhhhhhhhhh! Alívio!

Uma sombra, um respiro – Ávila/Espanha

Alguns verões #viagem #verão

Reestabelecendo a dignidade – Ávila, Espanha

Dia lindo de verão, céu azul sem nenhuma nuvem. De brigadeiro. Luz, muita luz! Sol quente, calor, calor, calor, está MUITO QUENTE!!!!

Quente: adjetivo de dois gêneros

  1. que tem ou produz calor: sinônimos – quentura, calor.

Chegamos de trem, caminhamos perseguindo as sombras, conhecemos, visitamos, caminhamos, andamos pulando de sombra em sombra… o sol cada vez mais forte, o calor cada vez mais insuportável. Uma sombra, ah! Abençoada sombra!

Uma pausa, por favor, sem pressa, precisamos resgatar a dignidade, as forças, a energia… Ávila, Espanha, cruelzinha, hein?!

O inesperado – Chicago/Estados Unidos

Alguns verões #viagem #verão

A meteorologia informa: frio nos próximos dias. Casaco, calça e meia na mala. Blusa de manga comprida. A natureza? Faço só o que quero, ironiza!

Onda – I-NES-PE-RA-DA – de calor em Chicago. Eu? Passo mal, sou puro desmilinguamento… Entro na primeira loja aberta, escolho o shorte mais barato, arranco as calças – PRETAS, me cozinhando – ahhhh… perninhas brancas feito leite de castanhas (sou vegetariana) reluzindo, libertas!

O calor? Firme, forte, resistente. Asfixiante, opressivo. A-ba-fa-do! Desfilo toda descombinandinha por Little Italy. Caçamos a famosa limonada. Preciso esfriar por dentro!

Aí sim! Agora sim! Uma limonada geladíssima e deliciosa na mão, um modelito improvisado, um calor acachapante. Chicago!

Piscina natural – Praia do Forte/Brasil

Alguns verões #viagem #verão

Piscinas naturais: mergulha que refresca, Praia do Forte-Bahia

Água quente. Aquecida naturalmente pelo sol e pelo calor da Bahia. Água transparente. Limpa. Cristalina. Peixinhos e outros bichinhos bem feios. Pedras, algas… Vida marinha. Eu. Sozinha. Horizonte. Sons da natureza. Banho de mar nas piscinas naturais de Praia do Forte.

Das imensas, maravilhosas, inesquecíveis alegrias do verão baiano!

Silêncio e aridez – Lambayeque/Peru

Alguns verões #viagem #verão

Aridez de Peru

O silêncio. O vazio. Ninguém. Estamos sozinhos. Ouço meus passos, minha respiração. Ouço os passos de Leo, escuto sua respiração. Pesados. Pesadas. Seguimos. Nenhuma alma viva.

Sinto os sussurros dos fantasmas. À nossa frente o passado. Grande. Envelhecido, muito envelhecido pelo tempo.  Desgastado pelo descaso! Em fragmentos, pedaços resistentes.

Paisagem marrom, árida, seca, poeirenta, LINDA! Apaixonante. O suor escorre por minha pele. Mil correntes. Me transformo numa cachoeira. Quero desistir. Estou lenta, acachapada. O calor me maltrata, vai me destruindo em goles longos.

Seguimos em frente! UAU! UAU! UAU! INESQUECÍVEL! Sítio Arqueológico Lambayeque, Peru

Pandemia – Salvador/Brasil

Alguns verões #viagem #verão

Máscara que su-fo-ca e pro-te-ge – Imbassaí, Bahia

Pandemia. Que louco. Isso não nos pertence. Somos modernos, tecnológicos. As pragas fazem parte do passado. Legal de ler, bom de saber, mas não de viver. Isolamento Social. Máscaras. No verão? SU-FO-CA-MEN-TO. Puxo o ar, ele não vem.

Sufocante do ato de respirar com extrema dificuldade com boca e nariz embrulhado em focinheiras. Respiração presa, quente, tensa. Na estação mais quente do ano, mais difícil ainda.

Na primavera dei uma escapada da cidade, para um fim de semana sossegado, cheio de álcool gel, distanciamento social e aglomerada apenas com Leo. Mas, no verão, melhor mesmo é ficar em casa, sempre que for possível, o máximo de tempo que der.

Lar doce lar, onde a respiração flui livre, leve e solta!

Liberdade de movimentos

Alguns verões #viagem #verão

Pernas, braços, pés livres e soltos

Verão: substantivo masculino

  1. estação mais quente do ano, situada entre a primavera e o outono.

Sou soteropolitana, tenho intimidade com o verão. Vivemos entre tapas e beijos. Entre sabores e dissabores. Umbu, manga, areia, sal. Nariz vermelho, claridade intensa. Cabelos queimados, ressecados, revoltos. Risos, água de coco, seriguela. Jambo. Calor. Desconforto, irritação, uma felicidade visceral.

Liberdade: substantivo feminino

  1. estado daquilo que está solto, sem qualquer empecilho tolhendo os seus movimentos.

Verão, para mim, combina com pernas de fora, dedinhos à mostra, pele bronzeada. Liberdade de movimentos. Banho frio, suor constante, pouco humor e muita alegria.

Como tudo e todas as coisas alguns verões são melhores (ou menos sofridos) do que outros. O destino faz toda a diferença para que alguns verões sejam doces e suaves e outros, um tormento. Contudo, a maioria deles, no fim e afinal, são inesquecíveis!

FIM

Leia também os outros textos do projeto 8 on 8, 8 com o tema “sol e calor”

Let’s Fly Away – Rio de Janeiro ao ar livre: 25 atividades para curtir o sol e calor [8on8] | Viajante Econômica – Nova Ponta da Praia em Santos tem lazer pra todos |Destinos Por Onde Andei… – Destinos de verão no Brasil | Chicas Lokas na Estrada – Destinos para aproveitar o verão na Região Sudeste | Entre Polos – Tel Aviv-Jaffa – Dicas para Curtir no Verão

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagram e Twitter e Trip Advisor

Quer conhecer saber um outro texto que fez parte do Projeto [8 on8]?! 

Então clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

Alguns destinos incríveis pelo mundo

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagram e Twitter e Trip Advisor

[8on8] Era uma vez... Alguns verões pelo mundo #viagem              [8on8] Era uma vez... Alguns verões pelo mundo #viagem

[8on8] Era uma vez... Alguns verões pelo mundo #viagem              [8on8] Era uma vez... Alguns verões pelo mundo #viagem

Clique em qualquer uma das quatro imagens logo aqui acima Cais da Ilha de Genebra para que o [8on8] Era uma vez… Alguns verões pelo mundo fique guardada em seu perfil no  Pinterest de modo que você possa ler e reler tantas e quantas vezes quiser. 🙂
Além disso, para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

[8on8] Era uma vez… Alguns verões pelo mundo

Por fim, se você, meu caro viajante, gostou de saber um pouco sobre alguns verões pelo mundo e de como foi a experiência do sol e do calor aqui e acolá, decerto gostará de compartilhar em suas redes sociais a fim de que os amigos e conhecidos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

 

By |2021-01-19T10:59:12+00:0008/01/2021|Categories: A Arte de Viajar|Tags: , , |20 Comentários

20 Comments

  1. Denise Barreto da Silva 13/01/2021 em 13:15 - Responder

    São alguns verões e divertidas e marcantes histórias envolvendo sol e calor. Concordo com você que verão tem tudo a ver com liberdade e combina com pernas de fora, é claro!! Beijos!

    • Analuiza Carvalho 15/01/2021 em 10:41 - Responder

      Que vivamos, pois os verões, sempre de pernocas de fora e com o máximo de leveza que pudermos! bjs

  2. Cecilia 17/01/2021 em 13:13 - Responder

    Sou uma pessoa que nasceu num lugar quente e úmido, mas que com o passar dos anos menos se adapta ao calor e ao sol. Quase não vou à praia. Quase derreto no verão santista. Por isso sempre costumo fugir do sol e calor. Mas este ano, vou amargar o verão em casa. Sem máscara e protegida. Haja dinheiro pra pagar a conta do ar condicionado.

    • Analuiza Carvalho 17/01/2021 em 14:57 - Responder

      Ah! Pelo menos você tem ar condicionado. Aqui, seguimos na força do “só mais um dia”, “contagem regressiva para o fim do verão”, “força que já, já passa”, etc, etc… rsrsrsr Aí bebemos muito chá gelado, muita água e muita kombucha! 🙂

  3. GISELE PROSDOCIMI 19/01/2021 em 01:55 - Responder

    Uauuuu, senti o calor das suas viagens aqui nas Minas Gerais, que tá bem fresquinho, aliás, rsrs. Mas, independente do suor excessivo, do mau humor (relatado por duas vezes no post) e do calor infernal, você conseguiu nos mostrar destinos maravilhosos que me deram muita vontade de conhecer, como Chicago, que quase visitei, só que não, por falta de tempo mesmo.
    A Praia do Forte mereceu duas aparições, e merecidamente é um dos destinos de calor que mais gosto no Brasil, pena não ter acesso tão fácil como você.
    Seu post foi um desabafo caloroso, recheado de imagens lindas, bebidinhas que adoro e destinos que, com certeza, encheram seu coração de alegria e felicidade. Senti daqui também. Beijos, querida.

    • Analuiza Carvalho 20/01/2021 em 14:41 - Responder

      Ah!!! O verão e o calor!! Hoje mesmo já estava reclamando de novo, do calor que anda fazendo nessa Salvador! rsrsrs De todo modo, são boas histórias, memórias e por fim, destinos que me encheram de alegria conhecer! bjokas

  4. Zudi Dadalt 19/01/2021 em 09:37 - Responder

    Sempre um prazer ler seus artigos Analuiza. Abordagens lindas e únicas. Compartilhar momentos de alguns verões seus, é revivê-los, não?
    Na minha primeira visita à Salvador (séculos atrás) conheci um soteropolitano que nunca havia saído da cidade. Ao saber que eu era do sul, me perguntou: “É mesmo verdade que faz frio lá no sul?” Nunca me esqueci dessa conversa, que mostra como temos realidades tão diferentes dentro de um mesmo país.
    Como das outras vezes que vim ao seu blog, hoje também adorei seu texto. Você me inspira a criar melhores relatos das minha experiências. Bjs e bom verão!

    • Analuiza Carvalho 22/02/2021 em 11:32 - Responder

      oi Zudi… que mensagem mais gentil e amável! Você não sabe como eu fico feliz, verdadeiramente feliz em saber que meus textos são agradáveis a você e inspiradores! Obrigada! Essa história que você contou que vivenciou em Salvador, não é tão incomum. Esse Brasil é grande demais, desigual demais (no bom e no mau sentido)…

      Que possamos ainda viver muitos verões por aí! bjus

  5. Lulu Freitas 20/01/2021 em 15:33 - Responder

    Amei o post e o estilo, tão criativo!! Concordo que máscara é puro sufocamento no verão e que isso não nos pertence! Mas vamos sair dessa! Porque quero curtir todos esse lindos lugares que te inspiraram a falar sobre sol e verão 🙂

    • Analuiza Carvalho 22/01/2021 em 15:47 - Responder

      Oxalá estejamos próximos do fim de toda essa doideira de pandemia né, Lulu?! Assim, poderemos voltar a explorar esse mundo lindão cheios de lugares maravilhosos! 🙂 Fico feliz, não muito feliz, que você tenha gostado desse texto cheio de calor! 🙂

  6. ana 26/01/2021 em 09:49 - Responder

    E por esses momentos que nos dão tanta vontade de viajar mais e mais,. não é? Que saudades

  7. Bruna Barbosa 26/01/2021 em 11:44 - Responder

    Amei o post, o formato e claro, o tema, porque não te coisa mais maravilhosa que o fim de tarde! Amei o relato de Chicago, essa cidade sempre intensa!

    • Analuiza Carvalho 26/01/2021 em 15:36 - Responder

      Chicago é mesmo sempre intensa né?! rsrsr Fico feliz em saber que gostou Bruna! Muito feliz! 🙂 bjus

  8. Carina 26/01/2021 em 23:38 - Responder

    Aprendi a amar o verão depois de ter de passar pelo menos 8 meses por ano encasacada. Não reclamo mais de suar um pouco em nenhuma parte do mundo, todos os verões são válidos. E maravilhosos!
    Super legal o post!

    • Analuiza Carvalho 29/01/2021 em 10:53 - Responder

      Muita gente me fala isso! Quando se vive muitos meses no inverno, o verão passa a ser apreciado. Por isso, quando acontece (prefiro evitar) de viajar para Europa no verão, vejo as pessoas largadas debaixo do sol, em qualquer canto, enquanto eu busco loucamente por sombras e ventos. rsrsrs

  9. Hebe C 28/01/2021 em 09:54 - Responder

    Amei o post, as fotos. Super bacana. Parabéns! Destinos maravilhosos também 🙂

  10. Andressa 28/01/2021 em 13:49 - Responder

    Que delicia de ler seu artigo! Eu particularmente amo o verão. Me sinto mais viva, disposta e especialmente com vontade de viajar! Amo praia, o mar e areia rs!

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.