A beleza IMPERFEITA de SIENA na Toscana

Siena é uma linda cidade. Sua beleza imperfeita a torna atraente, interessante, instiga nossos sentidos, enleva nossos olhares, prende nossa alma. Suas ruas estreitas, seus marcos históricos, praças e casario… Siena exala antiguidade e sedução.

Caminhar por suas ruas tortuosas, muitas vezes enladeiradas é estimulante: este deambular faz com que nossos sentimentos voem alto, muito alto.

Siena atingiu seu apogeu entre a segunda metade do século XIII e a primeira metade do século seguinte, na Idade Média. Rivalizou fortemente com Florença e em termos de beleza, não sei qual delas saiu-se melhor: ambas são fabulosas.

Fatos apontam que Siena teria sido criada mais ou menos à mesma época que a poderosa Roma. Tornou-se cristã no século V. Em 1348 foi devastada pela peste negra e nunca mais voltou a ser o que era antes da tragédia.

Quase foi bombardeada pelos aliados durante a Segunda Guerra Mundial. Ainda bem que ficou só na ameaça e hoje podemos voltar no tempo e viajar entre os séculos XIII e XIV ao caminhar pelas ruas e vielas que formatam esta velha senhora de beleza imperfeita, mas muito atraente.

Siena em Poucas Palavras: beleza imperfeita e apaixonante

Convido-te a vir comigo descobrir um pouco desta encantadora cidade. Aviso-te, porém: corres sério risco de apaixonar-se perdidamente! Uma parte de meu coração por lá ficou. Vamos então ver a lista de algumas sugestões sobre o que fazer em Siena?! Começaremos pela Via de Cittá.

Caminhar pela Via de Cittá

A Via di Città é a espinha dorsal do centro histórico de Siena, possuindo inclusive uma leve curvatura. Antigamente era chamada de Via Galgaria pela quantidade de curtidores e sapateiros que havia ali.

Mantém seu ar medieval.

Beleza imperfeita

Via de Cittá

É um lugar perfeito para sentir a cidade, deixar-se absorver pelos tempos medievais. Para as mentes mais imaginativas como a minha, é possível criar asas e volitar para longe, para outros tempos.

Entretanto, sugiro, meu caro viajante, com muita veemência que não deixe de perder-se por outras ruas tortuosas desta pequena e graciosa Siena. Elas podem te levar a nenhum lugar ou até a algum lugar. Permita-se esta pequena e deliciosa viagem.

A Piazza del Campo

Aqui, nesta praça, bate o coração desta velha dama. A Piazza del Campo possui formato incomum: um conjunto de triângulos em declive, como um anfiteatro, pavimentados com tijolos vermelhos do século XIV, convergindo, talvez, para o centro da praça.

Beleza imperfeita

Piazza del Campo

Sua história é antiga, tanto quanto a história da cidade, desempenhando ao longo de sua trajetória diversos e variados papeis: já foi fórum romano, mercado e local de execução e touradas. Atualmente abriga belas casas e seguindo a tradição antiga, comércio e restaurantes.

Além disso, a praça é habitada por interessantes personagens que formam estupendo cenário, a exemplo da Fonte de Gaia (século XIX) em uma de suas pontas, onde pombos gordos se divertem em suas águas.

A estrela absoluta, contudo é o Palazzo Pubblico, a prefeitura da cidade! A Torre del Mangia vela por sua segurança. Um relógio adorna a torre, mas o curioso é que ele não fica no alto, como meu imaginário poderia sugerir, mas quase em sua base, constituindo interessantíssimo conjunto. Ambos estão abertos à visitação.

A Piazza del Mercato

À primeira vista esta praça pode parecer sem graça e sem sentido. Não deixe enganar-se e esteja preparado, pois este pequeno e escondido lugar pode arrebatar seu coração e prendê-lo por ali.

Beleza imperfeita

A Piazza del Mercato

Beleza imperfeita

A Piazza del Mercato: sob o céu da Toscana

Aconselho-te a colocar-se próximo ao coreto e girar 360 graus. Respire e absorva! Sentiu a atmosfera da Toscana?! Olhe em volta e verás cenas dessa cidade aqui e acolá: pode ser alguém estendendo uma roupa, um casal de namorados ou um transeunte mais apressado.

Observe o casario: descascado, gasto, usado… testemunhas e personagens desta história tão antiga que alcançamos apenas nesgas delas. Charmosa, assim eu definiria a arquitetura deste lugar.

Olhe mais à frente. Vê uma balaustrada?! Sente-se ali por um ou mais instantes. O tempo é seu, mas não deixe de olhar as casas que descem em cascata e o horizonte da Toscana. Veja as flores. Olhe os minúsculos detalhes. A beleza imperfeita de Siena é aqui ainda mais evidente!

Complexo do Duomo

O complexo do Duomo é formado pela Catedral, a Biblioteca do Papa, o Batistério, a Cripta, o Museo dell´Opera e o terraço do museu. Um bilhete único de 8 euros permite a visita a todos eles.

O Duomo de Siena

A Catedral de Siena é magnífica. Aliás, não poderia ser diferente uma vez que Donatelo, Pinturiccio, Pisano e Bernini, artistas de peso da arte italiana, deixaram aqui suas marcas.

Beleza imperfeita

Duomo de Siena

O Duomo de Siena levou 2 séculos sendo elaborado, construído, edificado, costurado e por isso possui influências variadas que vão do gótico ao romântico. Sua fachada é incomum e seu interior… Ah! Entre e veja com seus próprios olhos. Lembre-se, porém, que nenhuma imagem faz jus a realidade.

Beleza imperfeita

Interior do Duomo de Siena

O resultado é estupendo. O interior carrega uma alma sóbria, resultado de colunatas adornadas com listras alvinegras e um ambiente mergulhado na penumbra. Piso de mármore, um céu de estrelas, vitrais retratando a Última Ceia e o púlpito carregando cenas da vida de Cristo por Pisano suavizam esta austeridade.

Sentimo-nos pequeninos (e extasiados) diante de sua grandiosidade, como era o objetivo da Igreja Católica.

Biblioteca Piccolomini

Beleza imperfeita

O teto da Biblioteca Piccolomini

Dentro do Duomo encontramos a Biblioteca do Papa: pequenina e extremamente colorida, faz incrível contraste com a catedral. Os afrescos que adornam a biblioteca são do princípio do século XVI e foram pintados por Pinturicchio e retratam cenas da vida do papa Piccolomini, o Pio II. As cores são intensas, vibrantes e excitantes.

Adoro quando o passado nos alcança assim!

Museo dell´Opera

Podemos dizer que este museu é um poema em forma de cores e texturas.

Parte da história da cidade é contada através de quadros, esculturas e objetos de natureza variadas, prioritariamente sacros, funciona onde deveria ser a ampliação do Duomo de Siena.

Beleza imperfeita

Esqueleto da ampliação da Catedral que nunca foi concluída , onde funciona o Museo dell´Opera

A ideia de alarga-la surgiu no século XIV, o que a tornaria a maior igreja da cristandade. Todavia, a peste negra impediu que os planos se concretizassem. O que vemos atualmente é o esqueleto que nos dá uma ideia do que seria o Duomo de Siena, caso a calamidade da idade média não tivesse dizimado parte da população.

Entre os tesouros inestimáveis deste museu está a Pregação de São Bernardino na Praça San Francisco, de Sano di Pietro, onde quase pudemos ouvir as preces murmuradas e as 12 estátuas dos profetas e filósofos que adornavam a fachada do Duomo, criados por Giovanni Pisano.

Beleza imperfeita

Museu dell´Opera

O Terraço

Se você, meu querido visitante de Siena, ainda não apaixonou-se por esta inacreditavelmente sedutora cidade, creia-me que agora eu tenho certeza que você se renderá! A vista de Siena e do horizonte da Toscana é de fazer qualquer mortal perder o fôlego!

Beleza imperfeita

Siena vista do alto

Desde o Museu dell´Opera temos acesso ao terraço e a uma vista extraordinária: dos telhados e janelas de Siena, do Duomo e todo o seu esplendor e do horizonte da Toscana. Diga-me: tem como não amar?!

Daqui percebemos de maneira mais distinta a curiosa geografia de Siena, deliciosamente confusa que parece não seguir nenhum plano, com suas casas parecendo todas embaraças, enroscadas umas nas outras, mas que nos arrebata. É um momento de intensa contemplação!

Beleza imperfeita

Siena

À primeira vista Siena parece monocromática, mas se olharmos com atenção percebemos as sutis variações de tonalidade terra das paredes gastas, avariadas, com ranhuras talvez resultado de inúmeras adversidades e felicidades, de lágrimas e risos, da energia de cada morador impregnada nas paredes ou pela atividade da natureza ou simplesmente pelo passar dos anos.

Afinal esta dama soberba e digna não é nenhuma jovem! Ainda assim, ou por isso assim, ela rapta-nos e nos enfeitiça como uma sereia!

O Batistério de São João Batista

Outra belíssima estrutura que compõe o Complexo do Duomo. Segue o mesmo estilo sóbrio da Catedral, formando ambos uma perfeita pareja. O Batistério de São João Batista guarda preciosidades. Muitas e apaixonantes preciosidades!

Beleza imperfeita

O Batistério de São João Batista

O glorioso céu do batistério é um desses tesouro! Ele é de um azul incomum e impressionante! Quanto mais olhamos para ele, mais parece uma miragem! No centro está uma fonte de mármore adornada com  painéis de bronze. Um deles é  A Cabeça de São João Batista apresentada a Herodes (1427) de Donatello.

A Cripta

Beleza imperfeita

Afrescos milenares encontrados na cripta

Uma construção subterrânea, situada abaixo do púlpito da Catedral que foi descoberta apenas em 1999. Provavelmente era utilizada para enterrar membros do alto clero e sacerdotes.

A cripta foi a estrutura que mais me fascinou. Afrescos de mais de mil anos sobreviveram a todo tipo de intempérie para vir encontrar-nos nestes tempos modernos. Contam-nos histórias antigas e nos lembram que a vida é passageira.

Santuário Casa de Santa Caterina

Beleza imperfeita

Capela de Santa Caterina

Santa Caterina é a santa padroeira da cidade. Ela viveu entre os anos de 1347 e 1380. Decidiu que dedicaria sua vida a Deus ainda em tenra idade quando tinha apenas 8 anos. Crônicas de tempos passados dizem que ela tinha visões, que recebeu as stigmatas (as chagas de Cristo) e que teria ficado noiva de Jesus.

Morreu em Roma sendo canonizada em 1461.

A Capela é pequenina, em tons pastel, sugerindo sensação de acolhimento e abriga belos afrescos e quadros.

Igreja de San Domenico

Beleza Imperfeita

Igreja de San Domenico

A igreja de San Domenico foi construída entre 1226 e 1265. Já no século seguinte ela foi ampliada e é assim, quase do mesmo jeito que a encontramos hoje apesar de ter sofrido vários incêndios nos anos seguintes. Ela é enorme!

Talvez o elemento mais curioso, e de muitas maneiras mórbido, é que na capela dedicada a Santa Caterina podemos encontrar sua cabeça. Contudo, ela nem parece ser real.

Ah, bela Siena de beleza imperfeita tão perfeitamente apaixonante!

Onde comer em Siena

Beleza imperfeita

Caffé l’Accademia

Nannini Cafe (Via Banchi di Sopra, 24)

Uma cafeteria com um excelente café e uma vitrine cheia de doces típicos da cidade e da região.

Caffé l’Accademia (Via di Città, 103)

Tem menu do dia, boas pastas, vinho delicioso e sobremesas.

Sorsi e Morsi (alguma coisa como Goles e Mordidas) que fica em frente ao ponto de ônibus.

Eles servem aperitivo – happy hour italiano onde pedimos uma bebida como uma taça de vinho e ganhamos aperitivos.

Como chegar em Siena desde Florença

Beleza imperfeita

Estação de ônibus de Florença

De ônibus. Tempo de 1 hora e meia em média entre as duas cidades. Bilhetes comprados com hora marcada: em Florença, na estação rodoviária ao lado da estação de trem de Santa Maria Novella. Em Siena, na loja que fica no subsolo próximo a parada de ônibus, aonde chegamos à cidade.

Beleza imperfeita

Validar os bilhetes é obrigatório

Tanto na ida quanto na volta a viagem foi ótima, estradas excelentes e ônibus confortável. Cada trecho custou cerca de 8 euros. É obrigatória a validação nas maquinetas antes de entrar no busão.

Informações adicionais

Esta Siena de beleza imperfeita pode ser vista em apenas 1 dia, mesmo para quem curte, como eu, uma slow travel. Entretanto, se puder dormir na cidade, acho que conseguirá senti-la um bocadinho mais e visitar alguns outros lugares. Siena é uma cidade para ser sentida. Visitar, estar, ver, olhar… Entregue-se a ela. Permita-se. Renda-se aos seus encantos. Se puder, veja o por do sol na cidade antes de partir. As cores em Siena ficam absolutamente magnificas.

Se tiver qualquer dúvida na cidade, quiser mapas ou outras informações, tem um posto de informação turística quase em frente ao Duomo. Se quiser saber um pouquinho mais sobre qualquer um dos lugares descritos, clique no título.

Ah! Deixe um recadinho para mim, logo aqui abaixo. Eu AMO receber mensagens. De preferência fofas e gentis.

Gostaria de conhecer outro roteiro noutra cidade da Itália, além desta Siena de beleza imperfeita e encantadora?! Então clica no link bem aqui abaixo!Cais da Ilha de Genebra

+ Uma tarde em Roma na Itália

Venha espiar este mundão lindo comigo pelas redes sociais. 

Siga o Espiando pelo MundoFacebookInstagramTwitter e Google+

Siena é uma linda cidade. Sua beleza imperfeita a torna atraente, interessante, instiga nossos sentidos, enleva nossos olhares, prende nossa alma. Suas ruas estreitas, seus marcos históricos, praças e casario… Siena exala antiguidade e sedução. Caminhar por suas ruas tortuosas, muitas vezes enladeiradas é estimulante: este deambular faz com que nossos sentimentos voem alto, muito alto. #siena #toscana #italia #cidade #historia #espiandopelomundo #viajantesempressa #roteiro              Siena é uma linda cidade. Sua beleza imperfeita a torna atraente, interessante, instiga nossos sentidos, enleva nossos olhares, prende nossa alma. Suas ruas estreitas, seus marcos históricos, praças e casario… Siena exala antiguidade e sedução. Caminhar por suas ruas tortuosas, muitas vezes enladeiradas é estimulante: este deambular faz com que nossos sentimentos voem alto, muito alto. #siena #toscana #italia #cidade #historia #espiandopelomundo #viajantesempressa #roteiro

Clicando em qualquer uma das duas imagens logo aqui acima Cais da Ilha de GenebraO que ver em Siena de Beleza Imperfeita ficará guardado em seu perfil no  Pinterest. 🙂

Para mais inspirações e histórias de viagem siga o perfil do Espiando pelo Mundo no Pinterest.

O que ver em Siena de beleza imperfeira

Se você, meu caro viajante, gostou de passear comigo por esta Siena de beleza imperfeita, compartilhe em suas redes sociais para que os amigos leiam também! 🙂 

Os botões de compartilhamento estão aqui abaixo.

Cais da Ilha de Genebra

By |2018-08-15T12:18:45+00:0016/08/2017|Categories: Em Poucas Palavras|Tags: |23 Comentários

23 Comments

  1. Fabiana 17/08/2017 em 22:44 - Responder

    Que post demais! Já fui para Siena e se tivesse lido essas dicas, com certeza teria aproveitado melhor!!

  2. Francisco Piazenski 17/08/2017 em 23:50 - Responder

    Analuiza, já devo ter dito isso, mas é sempre um prazer ler seus posts, sempre rebuscados, e dando um tom visceral, bem íntimo mesmo aquilo que vês. Parabéns por mais esse belo post, a Duomo é um negócio.. ainda mais pra quem adora catedrais, como eu.

    • Analuiza Carvalho 04/09/2017 em 12:02 - Responder

      oi Francisco… que mensagem mais gentil essa. Muito obrigada! Não sabes como me deixou feliz este comentário! Agradeço por ele, por ler os textos do EPM e por me dar este feedback… viajar é paixão, é sentimento e é isso que tento passar nos textos para inspirar as pessoas e explorarem cada vez mais este mundo bonitão! Venha sempre aqui deixar este recados lindos! 🙂

  3. Monique B.Ribeiro 18/08/2017 em 14:45 - Responder

    Também achei a cidade de Siena incrível. Apenas passei por lá mas com.certeza voltarei com mais tempo para explorar e curtir a cidade que é linda. Abraços

    • Analuiza Carvalho 18/08/2017 em 17:29 - Responder

      Siena me deixou encantada, Monique… À exceção de Florença, acho que esta foi a cidade mais linda que vi na Toscana! 🙂 bj

  4. Fabricio 18/08/2017 em 17:20 - Responder

    Adorei o post, super completo. Parece até um guia de tão rico, mas eu só fico pensando nas comidas. Meu deus!

    • Analuiza Carvalho 19/08/2017 em 10:01 - Responder

      oi Fabricio… obrigada!! A gastronomia italiana é mesmo uma perdição… o café então!!!! rsrsrs bj

  5. Fernanda 18/08/2017 em 18:12 - Responder

    Me mudei pra Itália há 5 meses e estou completamente apaixonada pelo país. A sensação é de que todas as cidades daqui são lindas, históricas e charmosas.
    Siena está na minha lista, não vejo a hora de ir.
    Considerei inclusive ir para o Palio de Siena, mas ouvi dizer que é muito cheio e desisti. rs.
    Adorei o seu post e como você descreveu a cidade e as sensações.
    Parabéns.

    • Analuiza Carvalho 04/09/2017 em 12:06 - Responder

      oi Fernanda… soube que o palio é mesmo bem cheio, mas se tens vontade, se joga, menina!

      Eu achei a Toscana uma região encantada! E olhe que nem visitei muitas cidades! Quero um dia voltar e explorar mais lugares, ver mais arte, saborear mais de sua atmosfera construída por tantos seres que passaram por ali antes de nós. 🙂 bjus

  6. Rayane 18/08/2017 em 18:41 - Responder

    Se tem um lugar que está no topo da minha lista é Toscana! Acho que tenho uma ligação com a Itália de outras vidas, mas acredita que ainda não conheço? Sempre coloquei na cabeça que o país é muito romântico para ir sozinha e como ainda estou solteira, sempre deixo para a próxima. Vendo as fotos, me senti lá! Amei as dicas!
    Beijão

    • Analuiza Carvalho 13/09/2017 em 10:46 - Responder

      oi Rayane… o que eu posso te dizer é: vá! Mesmo sozinha. Verás que mesmo assim, a Toscana é um lugar incrível! Depois você pode voltar com um amor e reviver a cidade de outra maneira! Ou quem sabe este amor está a te esperar lá na Toscana, uma vez que seu amor por esta região pode ter vindo de outras vidas?! 🙂

  7. Itamar Japa 18/08/2017 em 19:40 - Responder

    Realmente muito linda! Me amarrei no interior do Duomo de Siena. Muito lindo mesmo! 🙂 Adorei o post, como sempre super completo!

  8. São tantos belos lugares carregados de história que fica difícil eleger o melhor.
    Mas posso dizer que fiquei encantada com a Biblioteca Piccolomini, as cores e os detalhes do teto são incríveis!
    Imagino que o acervo também dever ser fenomenal.

    • Analuiza Carvalho 19/08/2017 em 10:31 - Responder

      oi Fabíola… é verdade. A Itália tem dessas coisas: muita arte, muita história preservada! Difícil mesmo escolher cidades preferidas ou mesmo locais mais atraentes dentro das cidades! Que bom né?! Nosso coração é amplo e cabe tudo isso e muito mais! rsrsrs bjus

  9. Thiago 18/08/2017 em 23:38 - Responder

    Adorei o seu relato. Estamos planejando uma viagem pela Toscana. Vou salvar seu post potlst pois curti muito Siena.

    • Analuiza Carvalho 19/08/2017 em 18:24 - Responder

      oi Thiago… a Toscana é dessas regiões do mundo que são meio mágicas, sabe?! Tem alguma coisa de muito especial por lá! Na torcida pela viagem de vocês, Siena é maravilhosa e fico feliz que o Espiando Pelo Mundo possa ajudar. 🙂

  10. […] Os dias em Florença estavam sendo cheios de informação e conhecimento e o dia anterior, em Siena, havia sido intenso porque desejei absorver o máximo possível daquela cidade no pouco tempo […]

  11. Klecia 20/08/2017 em 11:54 - Responder

    A Velha Dama dos meus sonhos!! Sinto que terei muitos bons momentos em Siena! Tão clássica, tão histórica, tão cheia dos defeitinhos que mostram a vida e os passos dos séculos!
    Meus maiores desejos sao o Duomo e a Biblioteca Piccolomini, mas claro que quero conhecer todo o resto e me perder nas ruas tortas 🙂

    • Analuiza Carvalho 20/08/2017 em 15:43 - Responder

      Siena me encantou sobremaneira! A Toscana é uma região mágica, intensa, cultural, bela e artística… Voltaria mil vezes e tenho certeza que mil vezes me apaixonaria! 🙂 bjus

  12. Keul Fortes 20/08/2017 em 14:34 - Responder

    Que charme de lugar! Quero tanto conhecer essa região. Me encanta as fotos! Parabéns pelo post. =)

    • Analuiza Carvalho 20/08/2017 em 15:14 - Responder

      oi Keul… A Toscana é mesmo uma região encantadora! Acho difícil encontrar alguém que não se apaixone. 🙂 bj

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.